Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4173

Título: Multiplicação da oliveira através da enxertia, estaquia e ácido indilbutírico
Título Alternativo: Multiplication of the olive tree through grafting, cutting and indolbutyric acid
Autor(es): Oliveira, Dili Luiza de
Orientador: Chalfun, Nilton Nagib Jorge
Membro da banca: Vieira Neto, João
Ramos, José Darlan
Área de concentração: Fitotecnia
Assunto: Olea europaea
Propagação
Enraizamento
Propagation
Rooting
Data de Defesa: 3-Ago-2007
Data de publicação: 30-Set-2014
Referência: OLIVEIRA, D. L. de. Multiplicação da oliveira através da enxertia, estaquia e ácido indolbutírico. 2007. 58 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: O principal método de propagação da oliveira é estaquia. O sucesso deste método depende de vários fatores, como: estado fenológico da planta matriz, época de coleta das estacas além de tratamento hormonal e local de acondicionamento para o enraizamento. Assim para melhorar a eficiência da propagação da oliveira por enraizamento de estacas semilenhosas foram conduzidos na Empresa de Pesquisa Agropecuária de Maria da Fé (EPAMIG) dois experimentos. O primeiro para obter informações sobre a formação de jardim clonal e o segundo avaliar o enraizamento de estacas semilenhosas nele coletadas. O primeiro experimento foi conduzido no delineamento estatístico blocos ao acaso em esquema fatorial 2 X 2 X 3 com cinco repetições, compreendendo respectivamente duas variedades (Arbequina e Ascolano), dois métodos de obtenção de mudas (enxertia e estaquia) e três doses de adubo formulado 20-5-20 (100, 150 e 200 g planta-1). Neste experimento as avaliações realizadas foram comprimento médio de ramos, massa verde total acumulada, rendimento em número de estacas, altura de plantas e diâmetro do tronco. O segundo experimento, instalado em câmara-de-nebulização, com o intuito de obter estacas enraizadas, preparadas a partir de ramos coletados no primeiro experimento, ou seja, de plantas com caráter juvenil e vigor vegetativo. Foi instalado no delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições, em esquema fatorial 4 X 14, sendo quatro doses de AIB (1000 mg.L-1, 2000 mg.L-1, 3000 mg.L-1 e 4000 mg.L-1), e quatorze, sendo 12 tratamentos resultantes do primeiro experimento (fatorial 2 x 2 x 3) com mais dois tratamentos correspondente a estacas preparadas de plantas adultas das duas variedades (Ascolano e Arbequina). Avaliou-se percentagem de estacas enraizadas e/ou com calos, número médio de raízes e comprimento médio de raízes. No primeiro experimento, observou-se que a variedade Ascolano apresentou melhor desempenho para as variáveis analisadas e que, independente das doses de adubos e da variedade, as plantas apresentaram maior comprimento de ramos quando propagadas através de enxertia. No segundo experimento, as estacas preparadas a partir de ramos da variedade Ascolano apresentaram melhores respostas para as variáveis estudadas. Estacas preparadas a partir de plantas propagadas por estaquia e submetidas à dosagem de 100 gramas de adubo apresentaram melhor enraizamento.
O main method of propagating the olive tree is cutting. The success of this method depends upon a number of factors, such as: phenologic status of the stock plant, time of collecting the cuttings in addition to the hormonal treatment and packing site for rooting. Thus, to improve the efficiency of the olive tree propagation by rooting of semi-woody cuttings, two experiments were conducted at Agricultural Research Enterprise of Maria da Fé, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Maria da Fé (EPAMIG). The first to obtain information on the formation of a clonal garden and the second to evaluate the rooting of semi-woody rooting collected in it. The first experiment was conducted in the randomized block statistic design in a design factorial scheme 2 X 2 X 3 with five replicates, comprehending two varieties (Arbequina e Ascolano), two methods of obtaining seedlings (grafting and cutting) and three doses of fertilized formulated 20-5-20 (100, 150 and 200 g plant-1). In this experiment, the evaluations performed were average length of branches, total and accumulated green mass, yield in number of cuttings, height of plants and trunk diameter. The second experiment, set up in a misting chamber with the purpose of obtaining rooted cuttings, prepared from branches collected in the first experiment, that is, from plants with a juvenile character and vegetative vigor. A completely randomized design with four replicates in a factorial scheme 4 X 14 was set up, namely, 4 doses of IBA (1,000 mg.L-1, 2000 mg.L-1, 3000 mg.L-1 and 4000 mg.L-1), and fourteen, that is, 12 treatments resulting from the first experiment (factorial 2 x 2 x 3) with further two treatments corresponding to cuttings prepared from adult plants of the two varieties (Ascolano and Arbequina). The percentage of cuttings rooted and/or with calluses, average number of roots and length of roots were evaluated. In the first experiment, it was found that variety Ascolano presented improved performance to the investigated variables, and that regardless of the doses of fertilizer and variety, plants presented greater length of branches when propagated through grafting. In the second experiment, the cuttings prepared from branches of variety Ascolano presented better responses for the variables studied. Cuttings prepared from cutting-propagated plants and submitted to the dosage of 100 grams of fertilizer showed better rooting.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4173
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Multiplicação da oliveira através da enxertia, estaquia e ácido indilbutírico.pdf215,2 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback