Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4200

Título: Plasma animal e extrato intracelular de levedura em dietas para leitões desmamados aos 21 dias de idade: desempenho e respostas fisiológicas
Título Alternativo: Animal plasma and intracell yeast extract in diet for piglets weaned at 21 days age: performance and physiological responses
Autor(es): Costa, Lúcio Laudares
Orientador: Lima, José Augusto de Freitas
Membro da banca: Filgueiras, Eduardo Pinto
Oliveira, Antonio Ilson Gomes de
Murgas, Luis David Solis
Trindade Neto, Messias Alves da
Área de concentração: Nutrição de Monogástricos
Assunto: Suíno - Alimentação e rações
Suíno - Glicose
Suíno - Insulina
Suíno - Imunoglobulinas
Extrato intracelular de levedura
Intracell yeast extract
Data de Defesa: 20-Jun-2006
Data de publicação: 30-Set-2014
Referência: COSTA, L. L. Plasma animal e extrato intracelular de levedura em dietas para leitões desmamados aos 21 dias de idade: desempenho e respostas fisiológicas. 2006. 86 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: Para avaliar o efeito do plasma animal e do extrato intracelular de levedura, em diferentes níveis sobre o desempenho e respostas fisiológicas (peso dos órgãos internos, as concentrações de glicose e insulina e dosagem de imunoglobulina G) de leitões desmamados aos 21 dias de idade, foram conduzidos dois ensaios com uma dieta controle à base de milho, farelo de soja e produtos lácteos (soro de leite e lactose) à qual foram adicionados o plasma e extrato intracelular de levedura nos níveis de 2, 4 e 6%. Utilizou-se em DBC em arranjo fatorial de 2 x 3 + 1 (fonte protéica, níveis e tratamento controle). As dietas foram isoprotéicas e isocalóricas. No ensaio I, foram utilizados 462 leitões (machos e fêmeas) para avaliar desempenho, em dois períodos (0 aos 14 e 0 aos 21 dias pós- desmama). De 0 aos 14 dias, não houve efeito das fontes protéicas e dos níveis sobre o ganho de peso, porém ocorreu interação (P<0,01) entre fonte protéica e níveis, sendo observado resposta quadrática no ganho de peso com o uso do extrato intracelular de levedura. O consumo de ração foi influenciado (P<0,05) pela fonte protéica e pelos níveis de inclusão e houve interação (P<0,01) entre fonte protéica e nível, e o tratamento controle apresentou menor (P<0,05) consumo. Observou-se aumento linear do consumo de ração com os níveis de plasma. Quando se utilizou nível de 6% da fonte protéica, animais alimentados com plasma apresentaram maior (P<0,01) consumo de ração. Efeitos quadráticos dos níveis (P<0,05) foram obtidos para conversão alimentar, eficiência de utilização de proteína e de utilização de energia. Os níveis estimados como ótimos foram: 2,47; 2,4 e 2,39%, respectivamente. De 0 a 21dias, animais que receberam plasma apresentaram maiores (P<0,05) ganho de peso e consumo de ração que os alimentados com extrato intracelular de levedura. A conversão alimentar, a eficiência de utilização protéica e de utilização de energia não foram influenciadas neste período. No ensaio II foram utilizados105 leitões (machos e fêmeas) para avaliar os pesos dos órgãos internos (baço, estômago, fígado, pâncreas e rins), as concentrações de glicose e insulina, e a concentração plasmática de imunoglobulina G. O nível de glicose pré-prandial foi influenciado (P<0,01) pelas fontes protéicas, sendo maior para o plasma, enquanto que os animais do tratamento controle apresentaram menor concentração de glicose pré-prandial. O nível de glicose pós-prandial não foi influenciado pelas fontes protéicas e não foi observada interação fonte protéica e níveis. Quanto ao peso dos órgãos internos e dosagem de IgG, não houve efeito das fontes protéicas ou dos níveis. Conclui-se que um melhor desempenho pode ser obtido com a inclusão de 2% de plasma animal na dieta de leitões, o extrato intracelular de levedura apresentou efeito quadrático recomendando-se a inclusão de 2,7% nas dietas de leitões e que o uso de qualquer uma das fontes protéicas nos primeiros 21 dias pós-desmama não interfere nas respostas fisiológicas dos animais.
To evaluate the effects of animal plasma and intracell yeast extract: - IYE in different levels on performance, internal organs weight, glucose and insulin concentrations and the immune response (immunoglobulin G dosage) of piglets weaned at 21 days age, two trials were carried out using one control corn, soybean meal and milk products (milk whey and lactose) based diet. Additionally six diets were formulated with the addition of animal plasma and EIL at levels of 2, 4 e 6%. A completely randomized block design in factorial scheme 2 x 3 + 1 (protein sources - PS, levels and control treatment). Isoproteics and isocalorics diets were used. In trial I, 462 piglets (males and females) were used to evaluate the performance in two periods (0 to 14 and 0 to 21 days after weaning). From 0 to 14 days no PS and levels effects (P>0,05) were observed to weight gain (WG), but an interaction (P<0,01) between PS and level was observed, quadratic response of WG with EIL use. PS and levels effects on feed intake (FI) and an interaction (P<0,01) between PS and level were obtained, linear response of FI with plasma levels used. Control treatment showed lower (P<0,05) FI. Quadratic effects (P<0,05) of levels were observed for feed conversion (FC), protein utilization efficiency (PUE) and energy utilization efficiency (EUE), with best levels: 2.47; 2.4 and 2.39%, respectively. From 0 to 21 days, piglets feed with plasma showed higher (P<0,05) WG and FI than one feed IYE. No effects of FC, PUE and EUE were obtained in this period. In trial II 105 piglets (males e females) were used to evaluate organs weight (spleen, stomach, liver, pancreas and kidney), glucose and insulin concentrations and the plasmatic concentration of immunoglobulin G. Plasma showed higher (P<0,01) preprandial glucose concentration, and animals of control showed lower preprandial glucose concentration. No effects were observed on posprandial glucose concentration. Additionally no effects were obtained for internal organs weight and immune response. It was concluded that best performance is obtained with inclusion of 2% plasma level in piglets diets, IYE showed quadratic effect recommended the inclusion to it of 2,7% in the diets of pigs and the use of any protein sources no affect the physiological responses of animals.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4200
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Plasma animal e extrato intracelular de levedura em dietas para leitões desmamados aos 21 dias de idade desempenho e respostas fisiológicas.pdf548,22 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback