Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42074
metadata.artigo.dc.title: Deoxygenation rate, reaeration and potential for self-purification of a small tropical urban stream
metadata.artigo.dc.title.alternative: Coeficiente de desoxigenação, reaeração e potencial de auto purificação de um ribeirão urbano
metadata.artigo.dc.creator: Menezes, Joao Paulo Cunha de
Bittencourt, Ricardo Parreira
Farias, Matheus De Sá
Bello, Italoema Pinheiro
Oliveira, Luiz Fernando Coutinho de
Fia, Ronaldo
metadata.artigo.dc.subject: Effluent release
Streeter Phelps models
Water quality
Lançamento de efluentes
Água - Qualidade
Poluição orgânica
Modelos matemáticos
metadata.artigo.dc.publisher: Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas (IPABHi)
metadata.artigo.dc.date.issued: 2015
metadata.artigo.dc.identifier.citation: MENEZES, J. P. C. de et al. Deoxygenation rate, reaeration and potential for self-purification of a small tropical urban stream. Revista Ambiente & Água, Taubaté, v. 10, n. 4, p. 748-757, out./dez. 2015.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Os modelos matemáticos utilizados para simular a qualidade da água e o processo de autodepuração de corpos d'água são importantes ferramentas de auxílio à gestão dos recursos hídricos. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto da poluição orgânica na qualidade da água e a capacidade de assimilação da matéria orgânica no Ribeirão Vermelho. Para essa finalidade, foi desenvolvido e testados os coeficientes de desoxigenação (K1) e reaeração (K2), em três trechos e em dois períodos distintos (verão e inverno). Os maiores valores de K1 e K2 foram obtidos durante o inverno, onde foram registrados as menores vazões. A simulação do processo de autodepuração foi realizada com o uso do modelo de Streeter-Phelps. A simulação do perfil de OD e DBO no verão apresentou calibração aceitável, tendo em vista a otimização dos coeficientes, evidenciando a prevalência da desoxigenação por demanda carbonácea sobre a nitrificação e a importância da reaeração natural no processo de autodepuração. Comportamento diferente foi observado no inverno, no qual os altos valores de produtividades sobressaíram no processo de reaeração no ribeirão. Apenas o parâmetro demanda bioquímica de oxigênio não respeitou os limites preconizados pela Resolução do Ministério do Meio Ambiente 357/2005, tendo ficado em toda a extensão do rio e, em ambos períodos, fora da regulamentação. Desta forma, conclui-se que o Ribeirão Vermelho não consegue se auto depurar ao longo de sua extensão até a foz, tendo a qualidade de suas águas influenciadas por lançamentos de efluentes que intensifica o processo de degradação do rio.
metadata.artigo.dc.description.abstract: Mathematical models used to simulate the water quality and the processes of self-purification of water bodies are important tools to support effective water resource management. The objective of this study was to evaluate the impact of organic pollution on water quality and the assimilative capacity of organic matter in the Ribeirão Vermelho stream situated in the city of Lavras in Minas Gerais. The deoxygenation rate (K1) and reaeration (K2) were determined and tested in three segments of the Ribeirão Vermelho over two seasons (summer and winter). The purification process simulation was performed using the Streeter-Phelps model. The highest K1 and K2values occurred during the winter period which was characterized by lower flows. Simulation of the dissolved oxygen profile and biological oxygen demand fitted the model well, indicating the prevalence of carbonaceous deoxygenation due to nitrification and also demonstrating the importance of natural reaeration as part of the purification process. Different response was observed during the winter, in which the high primary productivity values stood in the reaeration process stream. Biological oxygen demand values did not meet the limits recommended by the Resolution of the Ministry of the Environment 357/2005 throughout the river system and the entire study period. In conclusion, the Ribeirão Vermelho is unable to self-purify along its entire length, and water quality is influenced by effluent discharge which intensifies degradation.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42074
metadata.artigo.dc.language: en
Appears in Collections:DEG - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons