Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42205
metadata.artigo.dc.title: Solubilização de potássio em misturas de verdete e calcário tratadas termoquimicamente
metadata.artigo.dc.title.alternative: Potassium solubilization in verdete and limestone mixtures treated thermochemically
metadata.artigo.dc.creator: Martins, Vanessa
Gonçalves, Ana Stella Freire
Marchi, Giuliano
Guilherme, Luiz Roberto Guimarães
Martins, Éder de Souza
metadata.artigo.dc.subject: Calcinação
Solubilização alcalina
Fonte alternativa de potássio
Calcination
Alkaline solubilization
Alternative source of potassium
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Goiás
metadata.artigo.dc.date.issued: Mar-2015
metadata.artigo.dc.identifier.citation: MARTINS, V. et al. Solubilização de potássio em misturas de verdete e calcário tratadas termoquimicamente. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 45, n. 1, p. 66-72, jan./mar. 2015.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O Brasil dispõe de reservas de rochas silicáticas potássicas de baixa solubilidade, sendo necessário o desenvolvimento de alternativas de beneficiamento capazes de aumentar sua solubilidade, para o suprimento da demanda desse nutriente na agricultura. Este estudo objetivou a obtenção de novas rotas tecnológicas para a produção de fontes alternativas de potássio, a partir do verdete. Prepararam-se misturas de verdete com calcário, para as quais foram realizados testes de calcinação e solubilização alcalina. O processo de calcinação seguido de resfriamento à temperatura ambiente proporcionou maior disponibilidade de potássio que os outros métodos empregados. Porém, o aumento na proporção de calcário, em relação ao verdete, ocasionou diminuição na solubilidade do potássio. O tratamento calcário:verdete, na proporção 0:100, calcinado por uma hora a 800ºC e tratado com NH4OH, e na proporção 25:75, submetida à calcinação, liberam, proporcionalmente, maior quantidade de potássio que as misturas não calcinadas.
metadata.artigo.dc.description.abstract: Brazil owns reserves of low solubility potassium silicate rocks, being necessary the development of alternative processing methods to increase their solubility, so they can be efficiently used in agriculture. This study aimed to get new technological routes to produce alternative potassium sources from verdete. Calcination and alkaline solubilization tests were performed for verdete and limestone mixtures. The calcination process followed by cooling at room temperature provided a higher potassium availability than other methods used. However, the increase of limestone content, concerning verdete, decreased the potassium solubility. The treatment limestone:verdete, in the proportion of 0:100, after calcination at 800 ºC during one hour and then treated with NH4 OH, and in the proportion of 25:75, after calcination, release proportionally higher amounts of K than non-calcinated samples.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/27917
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/42205
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DCS - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.