Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/424

Título: Aspectos ecológicos da comunidade de macrófitas aquáticas na Represa do Funil, MG : perspectiva para o manejo
Título Alternativo: Ecological aspects of the aquatic macrophytes community in Funil Reservoir, MG: Perspective from Management
Autor(es): Carvalho, Graziele Wolff de Almeida
Orientador: Berg, Eduardo van den
Coorientador(es): Ferreira, Fernando Alves
Membro da banca: Resende, Dayse Lucy M. Carneiro
Coelho, Flávia Freitas
Petrucio, Maurício Mello
Pompeu, Paulo dos Santos
Área de concentração: Conservação de Recursos Naturais
Assunto: Planta aquática
Hidrelétrica
Reservatório
Monitoramento
Aquatic plant
Hydroelectric
Reservoir
Monitoring
Data de Defesa: 28-Fev-2012
Data de publicação: 18-Abr-2013
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES
Referência: ALMEIDA, G. W. de. Aspectos ecológicos da comunidade de macrófitas aquáticas na Represa do Funil, MG: perspectiva para o manejo. 2012. 154 p. Tese (Doutorado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: As macrófitas aquáticas são importantes componentes nos corpos d’água mas as mesmas podem proliferar causando grandes prejuízos às usinas hidrelétricas. São vários os fatores que podem afetar a distribuição e estruturação das comunidades de macrófitas nos reservatórios e é de extrema importância conhecer esses fatores e como os mesmos atuam sobre as plantas, a fim de propor ações efetivas de manejo e monitoramento. No reservatório do Funil, que está localizado no Rio Grande e tem como afluentes o Rio das Mortes e o Rio Capivari, foi observada a ocorrência de diversas espécies de macrófitas. Este trabalho objetivou realizar um inventário da comunidade de macrófitas aquáticas no reservatório verificando a ocorrência das espécies em períodos secos e chuvosos, identificando quais as espécies são mais frequentes no reservatório além de monitorar a expansão dos principais bancos e verificar suas relações com fatores abióticos. Para verificar a frequência de ocorrência das espécies foram determinados 100 pontos amostrais em todo o reservatório, onde foram observadas presença/ausência das plantas nas estações chuvosas e seca de 2010 e 2011. Para o monitoramento, medidas da porcentagem de cobertura vegetal das espécies e variáveis abióticas foram obtidas em três regiões do reservatório a cada dois meses durante um ano. Foram inventariadas 53 espécies no reservatório distribuídas em 23 famílias, sendo que o período chuvoso de 2010 foi quando ocorreu menor riqueza. A região do Rio das Mortes apresentou maior frequência de ocorrência e cobertura de espécies flutuantes como E.crassipes, S. auriculata e P. stratiotes. As águas dessa região apresentaram os maiores valores de P total, evidenciando contaminação por matéria orgânica. Em termos de composição de espécies e de caracterização abiótica, a região do Rio Capivari foi a mais distinta das demais. As variáveis abióticas variaram temporalmente e espacialmente, sendo que a variação espacial foi mais pronunciada que a temporal. A condutividade elétrica e o P total foram as variáveis mais correlacionadas para a estruturação espacial das espécies, sendo que as regiões do Rio das Mortes e Reservatório se agruparam, diferindo da região do Rio Capivari. A espécie U. subquadripara apresentou alta frequência no reservatório do Funil. Essa espécie exótica vem causando grandes alterações nas comunidades de macrófitas aquáticas onde está presente. As informações geradas, além de fornecer um panorama da estrutura e dinâmica da comunidade de macrófitas no Funil, permitem o monitoramento de novos pontos de colonização e da dinâmica dos bancos já existentes. Esses resultados são os primeiros passos para um monitoramento efetivo da comunidade de macrófitas aquáticas no reservatório do Funil, pois fornecem dados necessários para tomadas de decisão futura.
Aquatic macrophytes are important components in the waterbodies, but they can proliferate causing great damages to the hydroelectric power stations. Several factors can affect the distribution and structure of aquatic macrophyte communities in the reservoirs and it is extremely important to know these factors and how they act on macrophytes, in order to propose effective management and monitoring actions. In Funil Reservoir, which is located in Rio Grande and has Rio das Mortes and Rio Capivari as the main tributaries, it was observed the occurrence of several macrophyte species. This study aimed to do an inventory of the aquatic macrophyte community in the reservoir, verifying the occurrence of the species in dry and rainy periods and identifying which species were the most frequent in the reservoir, besides monitoring the expansion of the main macrophyte banks and verifying their relations with abiotic factors. To verify the frequency of species occurrence, 100 sampling points were determined in the reservoir, where the presence/absence of the plants during the rainy and dry seasons of 2010 and 2011 were observed. For the monitoring, measures of the species percentage cover and abiotic variables were obtained in three regions of the reservoir every two months during one year. 53 families were inventoried in Funil Reservoir, distributed among 23 families. that the rainy season of 2010 corresponded to the period in which it was observed the lowest richness. The region of Rio das Mortes presented higher occurrence and cover frequency of floating species with invasive potential, such as E.crassipes, S. auriculata and P. stratiotes. The waters in this region showed the higher values of total P, indicating contamination by organic matter. According to species composition and abiotic characteristics, the region of Rio Capivari was the most distinct from the others. The abiotic variables varied temporally and spatially, being the spatial variation more pronounced than the temporal one. The electrical conductivity and total P were the variables most correlated to the spatial structure of the species, and the regions of Rio das Mortes and reservoir agrupated, differing from the region of Rio Capivari. The species U. subquadripara showed high frequency in Funil reservoir. This exotic species is considered troublesome and has caused great alterations in the aquatic macrophyte communities where it occurs. The generated information, besides providing an overview of the structure and dynamics of the macrophyte community in Funil, make possible the monitoring of new colonization points and the dynamics of existing banks. These results are the first step towards an effective monitoring of the aquatic macrophyte community in Funil reservoir, because they provide necessary data for future decision making.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada, área de concentração em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais em Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/424
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Ecologia Aplicada - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Aspectos ecológicos da comunidade de macrófitas aquáticas na Represa do Funil Perspectiva para o manejo.pdf1,47 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback