Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4247
Título: Análise da resistência ao bicho-mineiro e caracterização de genótipos de Coffea arabica com microssatélites
Título(s) alternativo(s): Analysis of resistance to leaf miner and characterize genotypes of Coffea arabica with microssatellites
Autor : Pereira, Gabriella Santos
Primeiro orientador: Von Pinho, Édila Vilela de Resende
Primeiro membro da banca: Carvalho, Carlos Henrique Siqueira de
Padilha, Lilian
Resende, Luciane Vilela de
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Marcadores moleculares
SSR
Genoma café
Leucoptera coffeella
EST
Molecular markers
Genome coffee
Data da publicação: 1-Out-2014
Referência: PEREIRA, G. S. Análise da resistência ao bicho-mineiro e na caracterização de genótipos de Coffea arabica com microssatélites. 2011. 80 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: Em programas de melhoramento de instituições de pesquisas do café no Brasil buscam-se genótipos de Coffea arabica resistentes ao bicho-mineiro, praga que causa maiores danos nas lavouras cafeeiras. Os marcadores moleculares de microssatélites ou SSR podem ser uma alternativa nos programas melhoramento genético do cafeeiro, acelerando a obtenção de novos genótipos com resistência à esta praga. Estes marcadores podem ser utilizados ainda para a caracterização de cultivares em bancos de germoplasma. Objetivou-se nesta pesquisa, analisar genótipos de C. arabica que segregam para a característica de resistência ao bicho-mineiro e caracterizar genótipos de café arábica, utilizando-se marcadores moleculares do tipo EST-SSR e SSR. Para a análise da resistência ao bicho-mineiro foram usados 66 locos SSR (simple sequence repeat), dos quais 63 foram desenvolvidos a partir de EST (expression sequence tag) do Genoma Café. Estes primers foram testados em bulks de indivíduos de 10 famílias resistentes e 10 famílias suscetíveis e em oito acessos de Coffea racemosa, espécie doadora da característica de resistência ao bicho-mineiro. Foi verificado polimorfismo entre os genótipos resistentes e os suscetíveis, quando da utilização de dois primers. Em seguida, foram analisados 78 indivíduos das 10 famílias susceptíveis e 55 das 10 famílias resistentes em F5 e 37 indivíduos resistentes e 54 susceptíveis em F6. Os dois alelos polimórficos identificados por meio dos dois primers estiveram presentes em torno de 70% dos genótipos susceptíveis em F5 e em aproximadamente 90% dos indivíduos susceptíveis em F6. Não foi encontrado nenhum alelo ligado à característica de resistência em estudo. Assim, foi possível diferenciar genótipos de café arábica resistentes ao bicho-mineiro em relação aos suscetíveis por meio de marcadores microssatélites. Para a caracterização dos genótipos, foram utilizados 38 primers, sendo 34 do tipo EST-SSR, em 12 cultivares e 3 clones de C. arabica. Foram observados sete locos polimórficos entre os genótipos. Pelo dendrograma obtido a partir dos coeficientes de Jaccard, foi observado um menor valor de similaridade genética, 0,88, entre a cultivar Acauã e os demais genótipos e similaridade de 100% para sete cultivares e um clone. Foi possível caracterizar as cultivares Acauã, IBC-Palma 2, Sabiá Tardio e Icatu Amarelo IAC 3282 por meio de sete primers.
In breeding programs of research institutions of coffee in Brazil seek to genotype Coffea arabica resistant to leaf miner, a pest that causes major damage to coffee crops. Molecular markers of microsatellite or SSR may be an alternative in plant breeding programs, accelerating the development of new genotypes with resistance to this pest. These markers can also be used for the characterization of cultivars in germplasm banks. The objective of this research, analyze genotypes of Coffea arabica segregating for the trait of resistance to leaf miner and to characterize genotypes of arabica coffee, using molecular markers SSR and EST-SSR. For the analysis of resistance to leaf miner were used 66 loci SSR (simple sequence repeat), of which 63 were developed from EST (expression sequence tag) Genome Café These primers were tested in bulks of resistant individuals from 10 families and 10 susceptible families and eight accessions of Coffea racemosa, characteristic of the donor species for resistance to leaf miner. It was observed polymorphism between resistant and susceptible genotypes when using two primers. Next, we analyzed 78 individuals from 10 families susceptible and resistant 55 of 10 families and 37 individuals in F5 resistant and 54 susceptible F6. The two polymorphic alleles identified by the two primers were present in approximately 70% of susceptible genotypes in F5 and in approximately 90% of susceptible individuals in F6. We found no allele linked to the resistance trait under study. It was possible to distinguish genotypes of arabica coffee resistant to leaf miner in relation to susceptible by microsatellite markers. To characterize the genotypes, 38 primers were used, 34 EST-SSR type in 12 cultivars and three clones of C. arabica. Seven polymorphic loci were observed among genotypes. For dendrogram from Jaccard coefficients, we observed a lower genetic similarity values, 0.88, and between cultivar Acauã the other genotypes and similarity of 100% for seven cultivars and one clone. It was possible to characterize the cultivars Acauã, IBC-2 Palm, and Sabia Late Icatu Amarelo IAC 3282 by seven primers.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4247
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.