Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4319
Título: Estimação de parâmetros de competição entre clones de eucalipto
Título(s) alternativo(s): Estimation of competition parameters among Eucalyptus clones
Autor : Moura, Gustavo Paes Leme de
Primeiro orientador: Ramalho, Magno Antonio Patto
Primeiro membro da banca: Andrade, Helder Bolognani
Aguiar, Aurélio Mendes
Palavras-chave: Eucalipto
Clones
Competição entre plantas
Mistura de clones
Eucalyptus [en] clones
Competition among plants
Mixture of clones
Data da publicação: 3-Out-2014
Referência: MOURA, G. P. L. de. Estimação de parâmetros de competição entre clones de eucalipto. Lavras, MG, 2009. 71 p. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: The objective of this study was to compare self and non-self-competition among Eucalyptus clones and to estimate parameters related to the ability of competing or tolerating competition at the plant level. To do that, six commercial clones that belong to the forestry company PLANTAR S/A were used. In August 2007, the first experiments in which the six clones were evaluated in two spacings within the row, 1.5 m or 3.0 m, with row spacing of 3.0 m were implemented in Curvelo / MG. Each clone was evaluated either exerting or suffering competition. The adopted system for each experiment was similar to a nine-hole model. The central hole had the clone suffering competition, whereas the other eight had the same clone exerting competition. Each clone suffering competition was replicated eight times. Thus, six contiguous experiments were done for each spacing. Again in Curvelo / MG and also in Felixlândia / MG other experiments with the same clones and two spacings, using a layout that was similar to the previous one, were deployed in March 2008. Twelve months after planting, the circumference at breast height and height of the plants located in the center of the nine holes was noted in all the experiments. In the experiments deployed in Curvelo, in August 2007, the same data were obtained at eighteen months. The following competition-related parameters were estimated with the mean data, using a model similar to the dialel: general competing ability (ci), competition tolerance (tj), specific competing ability (sij) and performance per se of the clone (aj). The average performance of clones in self-competition was similar to non-self-competition; so, there was no wood productivity loss at first. The clones differed in their competing ability (ci), competition tolerance (tj), and performance per se (aj). No clone has shown positive and high ci and tj. Clone B showed always positive estimates of aj and ci and it has potential to be used in combination.
O presente trabalho foi realizado com os objetivos de comparar a auto e alocompetição entre clones de eucalipto e estimar parâmetros relacionados à capacidade de exercer ou tolerar a competição, ao nível de plantas. Para tanto, foram utilizados seis clones comerciais, pertencentes à empresa florestal PLANTAR S/A. Em agosto de 2007, foi implantado em Curvelo/MG os primeiros experimentos nos quais os seis clones foram avaliados em dois espaçamentos dentro da linha, 1,5m ou 3,0m, com o espaçamento entre linhas sempre de 3,0m. Cada clone foi avaliado exercendo e sofrendo competição. O esquema adotado em cada experimento foi semelhante a um sistema de nove covas, sendo a central o clone sob competição e as oito restantes o mesmo clone exercendo competição. Cada clone sofrendo competição foi repetido oito vezes. Desse modo, em cada espaçamento foram conduzidos seis experimentos contíguos. Novamente no município de Curvelo/MG e, também, em Felixlândia/MG, foram implantados outros experimentos, com os mesmos clones e dois espaçamentos, em março de 2008, utilizando esquema semelhante ao anterior. Em todos os experimentos anotou-se, aos 12 meses após o plantio, a circunferência à altura do peito e altura das plantas situadas no centro das nove covas. Nos experimentos de Curvelo, implantados em agosto de 2007, os mesmos dados foram obtidos aos 18 meses. Com os dados médios, utilizando modelo semelhante ao dos cruzamentos dialélicos, foram estimados os parâmetros associados à competição: capacidade geral de exercer competição (ci), capacidade de tolerar competição (tj), capacidade específica de competição (sij) e o desempenho per se do clone (aj). O desempenho médio dos clones em autocompetição foi semelhante à da alocompetição, não trazendo, a princípio, prejuízo para a produtividade de madeira. Os clones diferiram na capacidade de exercerem competição (ci), em tolerarem a competição (tj) e no desempenho per se (aj). Nenhum clone apresentou ci e tj positivo e alto. O clone B apresentou estimativas sempre positivas de aj e ci, sendo um dos candidatos a ser empregado em mistura.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4319
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Estimação de parâmetros de competição entre clones de eucalipto.pdf390,74 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.