Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4395

Título: Comparação do desempenho no viveiro e no campo dos descendentes de clones de Eucalyptus spp. autofecundadados e cruzados
Título Alternativo: Performance of inbred and outbred Eucalyptus spp. clones in the nursery and in the field
Autor(es): Estopa, Regiane Abjaud
Orientador: Ramalho, Magno Antonio Patto
Membro da banca: Abad, Jupiter Israel Moro
Gonçalves, Flávia Maria Avelar
Área de concentração: Genética e Melhoramento de Plantas
Assunto: Eucalyptus spp.
Endogamia
Germinação
Autofecundação
Híbridos
Inbreeding
Germination
Inbred
Hybrids
Data de Defesa: 21-Jul-2006
Data de publicação: 9-Out-2014
Referência: ESTOPA, R. Abjaud. Comparação de desempenho no viveiro e no campo dos descendentes de clones de Eucalyptus spp. autofecundados e cruzados. 2006. 60 p. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas )-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: Inbred and outbred Eucalyptus clones were assessed aiming to check a possible loss of vigor in the initial germination phases and growing in the nursery and in the field. It was also verified in the field the frequency of abnormal plants, with reduced growing and wrinkled leaves. A morphological or molecular character was searched in the nursery, which would allow to identify as early as possible, the abnormal plants. Offspring´s two commercial clones were assessed as inbreds (C01 and C02) and as hybrids (C01 x C03 and C02 x C03). The work consisted of two phases. The first one was conduced in the nursery, in a completely random design, with 4 treatments and 6 replications, in plots with 30 tubes with only one seed. The second one, in the field, used a randomized complete block design, with 4 treatments and 6 replications, with 18 plants per plots. The percentage of germination, germination speed index, survival and plant height were assessed at 35, 50, 65 and 80 days in the nursery. In the field, the survival percentage at 6 months and plant height at 2, 4 and 6 months were evaluated. DNA from normal and abnormal plant leaves were isolated. Molecular markers associated with plants with abnormal development, were searched. Using 639 RAPD primers. Germination, survival and plant growth resulted from inbreds were similar to the hybrids, showing that possibly the loss of vigor is not expressive at the early developmental stage characters of the eucalyptus. The occurrence of abnormal plants was 6.9 % between inbred plants and 4.6% between hybrid plants. No morphological or molecular markers were identified in the nursery, which would make possible the early recognition of abnormal plants. The character has variable expressivity, which makes difficult the segregation study.
Descendentes de clones de Eucalyptus autofecundados e cruzados foram avaliados com o objetivo de verificar a possível perda de vigor nas fases de germinação e crescimento inicial no viveiro e no campo. Também foi identificada no campo a freqüência de plantas anormais com crescimento reduzido, em altura e folhas enrugadas. Procurou-se algum caráter morfológico ou molecular no viveiro que possibilitasse identificar o mais precocemente possível as plantas anormais. Para isso, foram avaliados descendentes de dois clones comerciais autofecundados (C01 e C02) e dois híbridos (C01 x C03 e C02 x C03). O trabalho constou de duas fases de avaliação. A primeira, conduzida em viveiro, cujo delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, constou de 4 tratamentos e 6 repetições, parcelas com 30 tubetes com uma única semente. Na segunda, no campo, foi utilizado o delineamento em blocos casualizados, com 4 tratamentos e 6 repetições, com 18 plantas por parcela. Avaliaram-se percentagem de germinação, índice de velocidade de emergência, sobrevivência e altura das plantas aos 35, 50, 65 e 80 dias no viveiro e, no campo, a percentagem de sobrevivência aos 6 meses e a altura aos 2, 4 e 6 meses. Foi isolado o DNA de folhas que foram coletadas de plantas com crescimento anormal e normal. Utilizando-se 639 primers de RAPD procurou-se identificar marcas moleculares associadas às plantas de desenvolvimento anormal. Concluiu-se que a germinação, a sobrevivência e o crescimento das plantas provenientes de autofecundação foram semelhantes aos dos híbridos, mostrando que, possivelmente, a perda de vigor não é expressiva para caracteres das etapas iniciais do desenvolvimento do Eucalyptus. A ocorrência de plantas anormais foi de 6,9% entre as plantas oriundas de autofecundação e 4,6% entre as plantas híbridas. Não foi identificada nenhuma marca morfológica no viveiro ou molecular, que possibilitasse o reconhecimento precoce das plantas com anomalia. O caráter tem expressividade variável, o que dificulta o estudo da segregação.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4395
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Comparação do desempenho no viveiro e no campo dos descendentes de clones de Eucalyptus spp. autofecundadados e cruzados.pdf468,7 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback