Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4433

Título: Frações de zinco no solo e biofortificação agronômica com selênio, ferro e zinco em soja e trigo
Autor(es): Inocencio, Maykom Ferreira
Orientador: Furtini Neto, Antonio Eduardo
Coorientador(es): Ramos, Silvio Júnio
Cakmak, Ismail
Membro da banca: Faquin, Valdemar
Silva, Maria Lígia de Souza
Moreira, Silvino Guimarães
Pinto, Sheila Isabel do Carmo
Área de concentração: Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas
Assunto: Fracionamento
Alimentos biofortificados
Latossolos
Dessorção
Qualidade nutricional
Fractioning
Biofortified foods
Oxisol
Desorption
Nutritional quality
Data de Defesa: 17-Jul-2014
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ)
Referência: INOCENCIO, M. F. Frações de zinco no solo e biofortificação agronômica com selênio, ferro e zinco em soja e trigo. 2014. 88 p. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Conduziu-se este estudo, com o objetivo de avaliar a produtividade, a biofortificação agronômica de zinco, ferro e selênio em soja e trigo e o fracionamento e dessorção de zinco em solos distintos. O primeiro experimento foi realizado em casa-de-vegetação no Departamento de Ciência do Solo da Universidade Federal de Lavras, em Lavras – MG, utilizando-se amostras de latossolos com mineralogias contrastantes (Latossolo Vermelho-Amarelo típico, Latossolo Vermelho Distrófico e Latossolo Vermelho Distroférrico) e diferentes fontes e doses de zinco. As características avaliadas foram a produtividade, os teores de zinco e também dos demais nutrientes em grãos de soja, a dessorção, o fracionamento sequencial, a taxa de recuperação e o fator de mobilidade de zinco no solo. O segundo experimento também foi realizado em casa de vegetação, na Faculdade de Engenharia e Ciências Naturais da Universidade de Sabanci, em Istambul – Turquia. Utilizou-se amostra de um solo pobre em zinco, ferro e selênio, onde foram cultivadas plantas de trigo até a produção de grãos. Nesse experimento, foram utilizadas duas doses de enxofre e no florescimento (R1 e R3) foram aplicados (via foliar) zinco, ferro e selênio. Foram avaliadas as características de crescimento, produção, teores e acúmulos dos elementos, ácido fítico e a localização interna de zinco nos grãos de trigo. Os resultados obtidos no experimento realizado no Brasil demonstraram que a aplicação de zinco proporcionou o aumento da produtividade e também da biofortificação agronômica em soja. As características da dinâmica de zinco foram aspectos importantes para entender o comportamento do nutriente no solo. No primeiro instante, verificou-se que o zinco permaneceu em formas mais lábeis e com o aumento do tempo de incubação houve migração para formas mais estáveis. Com o cultivo de plantas de soja houve redução do zinco residual nos solos. Todas as frações de zinco contribuíram com a biofortificação agronômica do micronutriente nos grãos de soja. No experimento realizado na Turquia, com adição de zinco, ferro e selênio via foliar na época de florescimento de plantas de trigo houve incremento desses elementos nos grãos. Com a maior disponibilidade de enxofre no solo, reduziram-se os teores de ácido fítico. Maiores concentrações de zinco foram encontradas no embrião e na camada de aleurona, quando comparados ao endosperma.
This study was conducted with the objective of evaluating the productivity, the agronomic biofortification of zinc, iron and selenium in soybean and wheat and the fractioning and desorption of zinc in distinct soils. The first experiment was performed in a greenhouse in the Department of Soil Sciences in the Universidade Federal de Lavras, in Lavras – MG, using samples Oxisol with contrasting mineralogy (kind of Oxisoil) and different sources and doses of zinc. The evaluated characteristics were productivity, zinc contents, as well as of other nutrients in soybeans, desorption, sequential fractioning, recovery rate and the mobility factor for zinc in the soil. The second experiment was also performed in a greenhouse, in Faculty of Engeenering and Natural Sciences in Sabcanci University, in Istambul – Turkey. We used samples of a soil pour in zinc, iron and selenium, in which cultivations of wheat were cultivated until the production of grain. In this experiment, two doses of sulfur were used, and during blossoming (R1 and R2), zinc, iron and selenium were applied (via foliar). The characteristics of growth, production, contents and accumulation of the elements, phytic acid and the internal location of zinc in the wheat grains were evaluated. The results obtained in the experiment performed in Brazil showed that the application of zinc provided an increase of productivity as well as the agronomic biofortification on soybean. The characteristics of zinc dynamic were important aspects to understand the behavior of the nutrient in the soil. In a first instant, we verified that the zinc remained in more labile forms and that, with the increase of time in incubation, there was migration to more stable forms. With the cultivation of soybean plants there was reduction in the residual zinc in the soil. All zinc fractions contributed with the agronomic biofortification of the micronutrient in the soybean. In the experiment performed in Turkey, with the addition of zinc, iron and selenium via foliar during the blossoming period of the wheat plants, there was increase of these elements in the grains. With a higher availability of sulfur in the soil, the contents of phytic acid were reduced. Higher concentrations of zinc were found in the embryo and on the aleuronic layer, when compared to the endosperm.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, área de concentração em Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4433
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCS - Ciência do Solo - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Frações de zinco no solo e biofortificação agronômica com selênio, ferro e zinco em soja e trigo.pdf830,86 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback