Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/445

Título: Caracterização do setor atacadista de flores e plantas ornamentais no Brasil
Autor(es): Silva, Lucas Carvalho e
Orientador: Paiva, Patrícia Duarte de Oliveira
Membro da banca: Landgraf, Paulo Roberto Corrêa
Sette, Ricardo de Souza
Santos, Antônio Carlos dos
Área de concentração: Produção Vegetal
Assunto: Floricultura
Comércio
Atacado
Distribuição
Floriculture
Commerce
Wholesale
Distribuition
Data de Defesa: 2012
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Pesquisa Científica, CNPq
Referência: SILVA, L. C. e. Caracterização do setor atacadista de flores e plantas ornamentais no Brasil. 2012. 135 p. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: Até meados da década de 1950, a atividade de produção de flores e plantas ornamentais no Brasil era vista como uma atividade informal e seus produtos tidos como supérfluos. Essa concepção, no entanto, tem evoluído, e o agronegócio Floricultura, atualmente, possui grande importância e potencial para o desenvolvimento da economia brasileira. Embora a comercialização em atacado ocorra em todo o país, as transações do setor concentram-se no Estado de São Paulo. Os atacadistas são atores de grande importância na cadeia produtiva, sendo responsáveis, além da distribuição dos produtos em todo o território nacional, pela redução nos custos das transações e disponibilização de sortimento aos varejistas e atacadistas de menor porte. Apesar da importância desse elo na cadeia produtiva, os estudos dedicados a esse setor são escassos no Brasil. No esforço para enriquecer essas informações, dados foram coletados e um questionário aplicado aos atacadistas que operam nesses mercados. Isto foi realizado para proporcionar uma caracterização do setor de atacadista. Os resultados apresentados foram agrupados de acordo com os seguintes tópicos: sistemas de comercialização em atacado adotados no Brasil; principais centros de comercialização e centrais de abastecimento existentes no Brasil; evolução da comercialização nos mercados atacadistas; fatores relacionados à comercialização de flores e plantas ornamentais; processo de distribuição; infraestrutura utilizada pelo atacadista e características sociodemográficas dos entrevistados. A análise dos questionários revela que os atacadistas brasileiros trabalham com um amplo mix de produtos, os quais são adquiridos, em diferentes frações, nos centros de comercialização, centrais de abastecimento e diretamente nas propriedades rurais. A distribuição das flores e plantas ornamentais ocorre basicamente pelas vias rodoviárias, sendo que 74,4% dos atacadistas atendem a região Sudeste do Brasil. A característica marcante do segmento atacadista é o predomínio (71%) de micro e pequena empresas. Outro fator que se observa é a concentração (72,8%) dessas empresas no Estado de São Paulo. Entre as dificuldades enfrentadas por essas empresas, o elevado nível de inadimplência, impostos altos, preços elevados de combustível e pedágios e a concorrência desleal (que ocorre devido à informalidade no setor) são os principais desafios que os atacadistas devem superar.
Until the mid-1950s, the production of flowers and ornamental plants in Brazil was seen as an informal activity and its products perceived as "superfluous". This concept, however, has evolved, and agribusiness Floriculture, nowadays, has a great importance and potential for the development of the Brazilian economy. Although the wholesale commercialization occurs throughout the country, the sector transactions are concentrated in the São Paulo state. Wholesalers are major participants in the supply chain, being responsible for the distribution of flowers throughout the national territory. Despite the importance of this link in the production chain, the studies dedicated to this sector are scarce in Brazil. In efforts to improve this information, data was collected and a questionnaire was applied to wholesalers that operate in these markets. This was done to provide an accurate characterization of this wholesale sector. The results were grouped according to the following topics: wholesale trade systems adopted in Brazil; major centers of trade and supply centers existing in Brazil; evolution of commercialization in wholesale markets; factors related to the trade of flowers and ornamental plants; distribution process; infrastructure used by the wholesaler and sociodemographic characteristics of respondents. The analysis of the questionnaires reveals that the Brazilian wholesalers work with a broad mix of products, which are acquired in different fractions, in the trade centers, supply centers and directly in the farms. The distribution of flowers and ornamental plants occurs primarily by road, being 74.4% of wholesalers serve the Southeast region of Brazil. A striking feature of the wholesale segment is predominantly (71%) of micro and small enterprises. Another factor observed is the concentration (72.8%) of these companies in the São Paulo state. Among the difficulties faced by these companies the high level of bad debt, high taxes, high prices of fuel and tolls and unfair competition (which occurs due to the informality in the sector) are the predominant challenges wholesalers must overcome.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/445
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Caracterização do setor atacadista de flores e plantas ornamentais no Brasil.pdf6,95 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback