Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4458
Título: Retrocruzamento entre as variedades de Oreochromis niloticus Red Stirling e Chitralada
Título(s) alternativo(s): Backcrossing among strains of Nile Tilapia Red Stirling and Chitralada
Autor : Lago, Aline de Assis
Primeiro orientador: Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Hilsdorf, Alexandre Wagner Silva
Primeiro membro da banca: Pimenta, Maria Emília de Sousa Gomes
Carvalho, Samuel Pereira de
Reis Neto, Rafael Vilhena
Área de concentração: Produção e Nutrição de Não Ruminantes
Palavras-chave: Introgressão gênica
Crescimento
Heterose
Tilápia vermelha
Análise de trilha
Gene introgression
Growth
Heterosis
Red tilapia
Path analysis
Data da publicação: 2014
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Referência: LAGO, A. de A. Retrocruzamento entre as variedades de Oreochromis niloticus Red Stirling e Chitralada. 2014. 122 p. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: No intuito de propor estratégias para produzir um híbrido intraespecífico de Oreochromis Niloticus com desempenho superior e coloração vermelha, foram realizados retrocruzamentos, com genitores da variedade Red Stirlirg e Chitralada, contendo 50%, 75% e 87,5% da proporção gênica da variedade Chitralada. A incidência de manchas melânicas na variedade Red Stirling e em seus cruzamentos proporciona desvalorização do produto final. Por sua importância comercial, a proporção de manchas foi caracterizada e seus efeitos diretos e indiretos sobre o peso corporal e medidas morfométricas foram avaliados. Os experimentos foram conduzidos na Indústria Brasileira de Peixe Ltda. em Itupeva – SP. Inicialmente, foi realizado um cruzamento entre as variedades Red Stirling e Chitralada para a obtenção da geração F1. Posteriormente, foi obtida a primeira geração de retrocruzamento (RC1). Em sequência, a segunda geração de retrocruzamento recorrente (RC2). Em esquema dialélico, sete grupos genéticos foram formados. Biometrias periódicas foram realizadas, nas quais, foram aferidas as seguintes medidas morfométricas: Comprimento Padrão (CP); Altura (A); Largura (L), Comprimento de cabeça (CC) e altura de cabeça (AC). Foram calculados os valores de heterose, heterose materna, heterose paterna, capacidade geral de combinação, capacidade específica de combinação e efeito materno, para peso e comprimento. Nos estudos de crescimento, para a fase de alevinagem, o modelo logístico foi ajustado, porém não houve diferenças significativas entre os parâmetros A, B e K do modelo. O crescimento foi diferente entre machos e fêmeas na segunda fase, em que o modelo ajustado foi o exponencial. Para os machos, o cruzamento com melhor desempenho foi observado no RC2. Para fêmeas, o melhor desempenho foi observado no RC1 (C×CR). Para as avaliações de manchas, foi registrada uma fotografia para cada lado do peixe. As imagens foram tratadas e a quantificação de manchas foi realizada com a utilização do software ENVI EX. Os dados foram submetidos às análises de resíduos, de variância e teste de Scott-Knott. Para se verificar os efeitos diretos e indiretos da proporção de manchas e medidas morfométricas sobre o peso, realizou-se a análise de trilha. As variáveis avaliadas apresentaram multicolinearidade, dessa forma os coeficientes foram estimados por regressão em crista. A proporção de manchas difere entre o parental Red Stirling, os grupos F1 e retrocruzamentos e não segue um padrão específico, apresentando variação entre e dentro de cada grupo. Diante dos coeficientes de trilha e de correlação, pode-se afirmar que essa característica não apresenta efeitos diretos e indiretos sobre o peso e medidas morfométricas.
Aiming to propose strategies for breeding an intraspecific hybrid of Oreochromis niloticus with high performance and red colouring, were performed backcrossings of Red Stirling parental and Chitralada strains, containing 50%, 75% and 87.5% of genic proportion of Chitralada strain. The incidence of melanic spots of the Red Stirling variety, and on its cross-breedings, afforded depreciation of the final product. Due to its commercial importance, the proportion of spots was characterized, and its direct and indirect effects on the corporeal weight and morphometric measures, were assessed. Experiments were performed in the Indústria Brasileira de Peixe Ltda in Itupeva, State of São Paulo. Firstly, a cross-breeding between the Red Stirling and Chitralada varieties for obtaining the F1 generation was performed. Subsequently, the first generation of backcrossing (RC1) was obtained, and then, the second generation of the recurrent backcrossing (RC2). In diallelic scheme, seven genetic groups were formed. Periodical biometrics were achieved, on which the following morphometric measures were estimated: standard length (SL), height (H), width (W), head length (HL) and head height (HH). Values of heterosis, maternal heterosis, paternal heterosis, general combining ability, specific combining ability, maternal effects for weight and for length, were calculated. In the growth studies, for the nursery phase, the logistic model was adjusted. However, there was no significant statistical differences among the parameters A, B and K of the model. The growth was different between fish-males and fish-females in the second phase, on which the adjusted model was the exponential. For the fish-males, the cross-breeding with the best performance was found in the RC2, while for fish-female was found in the RC1 (C×CR). For spot evaluation, a photograph was taken for each side of the fish. Images were edited, spots quantification was carried out by using the ENVI EX software, and data were subject to residue analysis, analysis of variance, and means were compared by using Scott-Knott test. For assessing the direct and indirect effects on the corporeal weight and morphometric measures, the path analysis was carried out. As we found that all the variables show multicollinearity, their coefficients were determined by means of crest regression. Then, the spots proportion differs among Red Stirling parental, F1 groups and backcrossings. Besides, it does not follow a specific standard, showing variations between and within groups. Therefore, we may infer that there is no direct and indirect effects on the corporeal weight and morphometric measures.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, área de concentração em Produção e Nutrição de Não Ruminantes, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4458
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Retrocruzamento entre as variedades de Oreochromis niloticus Red Stirling e Chitralada.pdf1,61 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.