Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4482

Título: Expressão de genes relacionados à tolerância à altas temperaturas durante a germinação em sementes de milho
Título Alternativo: The expression of genes related to the tolerance of high temperatures during the germination of maize seeds.
Autor(es): Dutra, Sophia Mangussi Franchi
Orientador: Pinho, Édila Vilela de Resende von
Membro da banca: Oliveira, João Almir
Rosa, Sttela Dellyzete Veiga Franco da
Área de concentração: Produção Vegetal
Assunto: RT-qPCR
Proteômica
Estresse abiótico
RT-qPCR
Proteomics
Abiotic stress
Data de Defesa: 31-Jul-2014
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: DUTRA, S. M. F. Expressão de genes relacionados à tolerância à altas temperaturas durante a germinação em sementes de milho. 2014. 67 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Em regiões quentes é importante a utilização de cultivares que sejam tolerantes a altas temperaturas, principalmente nas fases de germinação e emergência de plântulas. Assim, a identificação de genes relacionados à tolerância ao calor é fundamental para o desenvolvimento de sementes de alta qualidade tolerantes a essa condição de estresse. Objetivou-se com a pesquisa avaliar linhagens de milho e a expressão de genes envolvidos à tolerância a altas temperaturas durante a germinação por meio de testes fisiológicos, além de análises proteômica e transcriptômica. Foram utilizadas sementes de seis linhagens de milho com diferentes níveis de tolerância a altas temperaturas, sendo três classificadas como tolerantes e três apresentando baixa tolerância a altas temperaturas de germinação. Na análise proteômica foi avaliada a expressão das proteínas resistentes ao calor, e das enzimas catalase, esterase, superóxido dismutase e α-amilase. Foi estudada a expressão dos genes AOX1, AOX2, ZmAN-13, ZmDBP2, late embryogenesis abundant protein e late embryogenesis abundant protein D-34. Pode-se concluir que as linhagens 54 e 91 são mais tolerantes à condição de altas temperaturas; ocorre maior expressão da enzima α-amilase em sementes de milho submetidas à deterioração controlada, para as linhagens 30 e 91; com a deterioração controlada a maior expressão dos genes não se relaciona de maneira positiva com os materiais tolerantes; ocorre associação da menor expressão dos genes envolvidos nos sistemas de proteínas resistentes ao calor com a linhagem 44, sendo esta mais suscetível às altas temperaturas e que ocorre maior expressão dos genes Lea D34, ZmAN13 e AOX 1 na linhagem 64, quando as sementes foram submetidas à deterioração controlada.
In hot regions it is important to use cultivars that are tolerant to high temperatures, especially in the stages of germination and seedling emergence. Thus, the genes identification related to heat tolerance is fundamental to the development of high quality seeds tolerant to this stress condition. The objective of the research was to evaluate maize lineages and the genes expression involved to tolerance to high temperatures during germination by physiological tests, as well as proteomics and transcriptomics analysis. Seeds of six maize lineages with different levels of tolerance to high temperatures were used, three being classified as tolerant and three had low tolerance to high temperatures for germination. In proteomic analysis evaluated the expression of resistant-protein to heat, and of the enzymes catalase, esterase, superoxide dismutase and α-amylase. The genes expression AOX1, AOX2, ZmAN-13, ZmDBP2, late embryogenesis abundant protein and late embryogenesis abundant protein D-34 was studied. It can be concluded that lineages 54 and 91 are more tolerant to high temperature condition; occurs increased enzyme expression α-amylase in corn seeds subjected to controlled damage to the lineages 30 and 91; with controlled deterioration the highest expression of genes does not correlate positively with the tolerant materials; association of lower expression of genes involved in heat-resistant protein systems with lineage 44, this being more susceptible to high temperatures and occurs increased gene expression Lea D34, ZmAN13 and AOX 1 in lineage 64, when the seeds were subjected to controlled deterioration.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4482
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Expressão de genes relacionados à tolerância à altas temperaturas durante a germinação em sementes de milho.pdf752,62 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback