Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4483

Título: Avaliação de fungos sapróbios na sobrevivência de Cercospora coffeicola
Título Alternativo: Evaluation of saprobe fungi in Cercospora coffeicola survival
Autor(es): Laborde, Marie Caroline Ferreira
Orientador: Medeiros, Flávio Henrique Vasconcelos
Membro da banca: Cardoso, Patrícia Gomes
Resende, Mário Lúcio Vilela de
Área de concentração: Controle Biológico
Assunto: Phialomyces macrosporus
Sobrevivência
Biocontrole
Mancha de olho pardo
Coffea arábica
Survival
Biocontrol
Brown-eye spot
Data de Defesa: 15-Ago-2014
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: LABORDE, M. C. F. Avaliação de fungos sapróbios na sobrevivência de Cercospora coffeicola. 2014. 48 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/ Fitopatologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Fungos sapróbios podem contribuir para o controle de doenças de plantas e esse controle pode se dar pela proteção de plantas tratadas preventivamente ou pela redução da sobrevivência de patógenos necrotróficos nos restos culturais. Fungos sapróbios foram avaliados quanto à habilidade em inibir o desenvolvimento de Cercospora coffeicola em restos culturais, bem como os mecanismos de ação envolvidos no biocontrole. Em um primeiro ensaio, foi selecionado o fungo sapróbio, considerado mais promissor no controle de C. coffeicola. Utilizou-se como controle positivo, nesse ensaio, o produto comercial Compost-Aid® em associação com Soil Set, e, o controle negativo, água. No segundo ensaio, foi avaliada a habilidade do sapróbio em controlar a doença, quando exposto a condições de estresse abiótico, com o objetivo de simular condições de campo. Os períodos de interrupção do molhamento foliar foram as zero e 61 horas após a aplicação dos tratamentos. Em seguida, as folhas foram incubadas e, posteriormente, foi determinada a viabilidade e quantidade de conídios do patógeno. Para a determinação dos mecanismos de ação utilizados no biocontrole, foi avaliada a contribuição da antibiose. A antibiose e produção de voláteis em três diferentes meios de cultura foi avaliada pela inibição direta do patógeno em placas durante 10 dias. Para antibiose, as variáveis respostas analisadas foram crescimento micelial e número de conídios, já, para a produção de voláteis, as variáveis foram crescimento, germinação e quantidade de conídios. Para verificar o mecanismo de competição por nutrientes, foi realizada análise da determinação e quantificação de enzimas pectinolíticas. A partir desses resultados, avaliou-se a contribuição exclusiva dos conídios, sobrenadante, conídios + sobrenadante e do sobrenadante contendo a enzima poligalacturonase, produzida pelo fungo sapróbio, na aceleração da degradação do tecido foliar. Para isso, foram coletadas amostras de folhas de café naturalmente infectadas por C. coffeicola. Após o período de incubação, foi determinado o número de conídios de C. coffeicola e a contribuição de cada tratamento, na aceleração da degradação das lesões. O fungo Phialomyces macrosporus foi o mais eficiente na redução da viabilidade do patógeno em restos culturais. Esse fungo reduziu a viabilidade dos conídios do patógeno em 40%. Não foi possível determinar a contribuição de cada estrutura fúngica na diminuição do número de conídios do patógeno, tampouco na aceleração da degradação da lesão de mancha de olho pardo. Portanto, P. macrosporus tem potencial para ser utilizado na redução da viabilidade de C. coffeicola em restos culturais, sendo os possíveis mecanismos de ação utilizados por esse bioagente a produção de compostos antimicrobianos.
Saprobic fungi might contribute to in controlling plant diseases and this control might occur by means of the protection of plants preventively treated or by the reduction of the survival of necrotrophic pathogens in the culture residue. Saprobic fungi were evaluated regarding the ability of inhibiting the development of Cercospora coffeicola in culture residue, as well as the action mechanisms involved in the biocontrol. In a first trial, a saprobic fungi considered the most promising in controlling C. caffeicola was selected. In this trial, the commercial product Compost-Aid® was used as positive control in association with Soil Set and, as negative control, water. In the second trial, the ability of the saprobic in controlling the disease when exposed to abiotic stress conditions was evaluated, with the objective of simulating field conditions. The interruption of foliar wetting periods were zero and 61 hours after applying the treatments. Subsequently, the leaves were incubated and, posteriorly, the viability and quantity of pathogen conidia were determined. To determine the action mechanism used in the biocontrol, the contribution of antibiosis was evaluated. The antibiosis and the production of volatiles in three different culture mediums was evaluated by direct inhibition of the pathogen in dishes during 10 days. For the antibiosis, the analyzed response variables were mycelial growth and number of conidia, which for the production of volatiles the variables were growth, germination and number of conidia. To verify the nutrient competition mechanism, analyses of the determination and quantification of the pectinolytic enzymes was performed. With these results, the exclusive contribution of the conidia, supernatant, conidia + supernatant and the supernatant containing the polygalacturonase enzyme, produced by the saprobic fungi in the acceleration of foliar tissue degradation, were evaluated. In order to do this, samples of coffee leaves naturally infected by C. coffeicola were collected. After the incubation period, the number of C. coffeicola conidia and the contribution of each treatment in the acceleration of lesion degradation were evaluated. The Phialomyces macrosporus fungi was the most efficient in reducing the viability of the pathogen in culture residue. This fungus reduced the viability of the pathogen conidia in 40%. It was impossible to determine the contribution of each fungal structure in the decrease in the number of pathogen conidia, as well as in the acceleration of lesion degradation of the brown-eye spot. Therefore, P. macrosporus has potential for use in the reduction of the viability of C. coffeicola in culture residue, with the possible action mechanisms used by this bioagent being the production of antimicrobial compounds.
Informações adicionais: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/ Fitopatologia, área de concentração em Controle Biológico, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4483
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Avaliação de fungos sapróbios na sobrevivência de Cercospora coffeicola.pdf504,05 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback