Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/45641
metadata.artigo.dc.title: Proposta e validação de testes bootstrap para detecção de anisotropia em fenômenos espaciais contínuos
metadata.artigo.dc.creator: Rossoni, Diogo Francisco
Lima, Renato Ribeiro de
Oliveira, Marcelo Silva de
metadata.artigo.dc.subject: Geoestatística
Anisotropia
Isotropia
Geostatistics
Anisotropy
Isotropy
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), Instituto de Ciências Exatas e Biológicas (ICEB), Departamento de Estatística
metadata.artigo.dc.date.issued: 2014
metadata.artigo.dc.identifier.citation: ROSSONI, D. F.; LIMA, R. R. de; OLIVEIRA, M. S. de. Proposta e validação de testes bootstrap para detecção de anisotropia em fenômenos espaciais contínuos. Revista da Estatística da Universidade Federal de Ouro Preto, [Ouro Preto], v. 3, n. 2, p. 210-227, 2014. Edição especial: 59ª Reunião Anual da Regional Brasileira da Sociedade Internacional de Biometria, RBRAS, Ouro Preto, MG, 2014.
metadata.artigo.dc.description.resumo: A anisotropia é uma característica em que dados espacialmente dependentes apresentam comportamentos diferenciados em determinadas direções. Quando o comportamento da variável aleatória é similar em todas as direções, dizemos que o fenômeno é isotrópico. Caso não seja detectada a anisotropia e, consequentemente, sua correção não seja feita, o fenômeno pode ser interpretado de maneira equivocada. A falta de um teste estatístico consolidado para detecção de anisotropia corrobora com a dificuldade dos pesquisadores em corrigir tal característica do fenômeno. Este trabalho propõe dois testes para detectar a anisotropia espacial: um teste baseado em área e outro teste baseado em distâncias euclidianas. Para verificar a eficácia dos testes, foram analisadas as taxas de erro tipo I e o poder do teste. Em todas as configurações simuladas, o teste baseado em área foi melhor que o teste baseado em distâncias euclidianas.
metadata.artigo.dc.description.abstract: This work proposes two tests to detect the spatial anisotropy. To verify the efficacy of the tests, Type I error rates and power of the test were analyzed. In all simulated configurations, the test based in area was better than the test based on Euclidean distances.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/45641
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DZO - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons