Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4594

Título: Diversidade genética de populações naturais de pimenta-rosa (Schinus terebinthifolius Raddi)
Título Alternativo: Genetic diversity of natural populations of Brazilian pepper (Schinus terebinthifolius Raddi)
Autor(es): Carvalho, Sheila Valéria Álvares
Orientador: Carvalho, Dulcinéia de
Membro da banca: Santos, Rubens Manoel dos
Mann, Renata Silva
Ferreira, Robério Anastácio
Garcia, Paulo Oswaldo
Área de concentração: Silvicultura e Genética Florestal
Assunto: Conservação
Extrativismo
Fragmentação
Gargalo genético
Marcador molecular
Conservation
Extractivism
Fragmentation
Genetic bottleneck
Molecular markers
Data de Defesa: 28-Fev-2014
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: CARVALHO, S. V. Á. Diversidade genética de populações naturais de pimenta-rosa (Schinus terebinthifolius Raddi). 2014. 129 p. Tese (Doutorado em Silvicultura e Genética Florestal) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: O extrativismo de pimenta-rosa (Schinus terebinthifolius Raddi) é realizado sem nenhum critério de manejo, comprometendo a sua perpetuação. Os dados obtidos a partir de estudos baseados na diversidade genética fornecem importantes informações para orientar programas de manejo e recuperação dessas áreas visando à conservação da diversidade genética. Este trabalho teve por objetivos acessar os padrões de distribuição genética em populações naturais de pimenta-rosa localizadas nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Sergipe. Também propusemos acessar os padrões da variabilidade genética intra e interpopulacional em área de intenso extrativismo dos frutos da espécie, localizadas em trecho da Bacia do Rio São Francisco, Sergipe. Os microssatélites (SSR) e marcadores ISSR foram utilizados para a obenção dos parâmetros genéticos. As populações localizadas em Minas Gerais, Espírito Santo e Sergipe não foram isoladas pela distância, evidenciando a ocorrência de fluxo gênico histórico. As populações apresentam baixa diversidade genética. Usando a análise Bayesiana verificou-se que a diversidade genética foi distribuída em sete grupos (K=7). Nas populações do Espírito Santo não foi detectado bottleneck. A diferenciação genética entre as populações (Fst) localizadas na Bacia do Rio São Francisco (SE) foi 0,27. A diversidade genética entre as populações não pode ser explicada pelas distâncias geográficas, inferindo na existência de bottleneck. Nas populações de Sergipe, nove grupos genéticos foram evidenciados (K=9), nos quais foi constatada a subdivisão genética dessas populações. Indicamos ações de conservação imediatas nas populações de pimenta-rosa de Lavras, Ilha das Flores e Carmópolis devido à presença de bottleneck. As barreiras ao fluxo gênico evidenciadas nas áreas de Minas Gerais provavelmente ocorrem por causa das elevações montanhosas. As barreiras encontradas no Baixo São Francisco ocorrem principalmente em função do rio. As populações de pimenta-rosa de São Mateus, Canastra e Carmópolis são áreas prioritárias para a conservação devido à presença de alelos exclusivos. Na área do baixo São Francisco, a população de pimenta-rosa da Ilha das Flores poderá ser um modelo para auxiliar planos de manejo da espécie na região. Na população de Ilha das Flores encontramos agrupamentos genéticos distintos das outras populações de Sergipe.
The extractivism of Brazilian pepper populations (Schinus terebinthifolius Raddi) is performed without any management criteria compromising its perpetuation. Data obtained from studies based on genetic diversity provide important information to guide management and restoration programs aiming to conservation of genetic diversity. This work aimed to access the patterns of genetic structure in natural Brazilian pepper populations located in the Minas Gerais, Espírito Santo and Sergipe States. Also we proposed to access the patterns of intra and inter-population genetic variability in areas of intense extractivism of this species’fruits, located in the Rio São Francisco basin, in Sergipe. Microsatellites (SSR) and ISSR markers were used to obtain the genetic parameters. The populations located in Minas Gerais, Espírito Santo and Sergipe were not isolated by distance indicating the occurrence of historic gene flow. The populations showed low genetic diversity. Using the bayesian analyses we found that the genetic diversity was distributed into seven groups (K=7). In the populations of Espírito Santo it was not detected bottleneck. The genetic differentiation between the populations (Fst) located in the Rio São Francisco basin (SE) was of 0.27. The genetic diversity between populations could not be explained by geographic distances, inferring the presence of bottleneck. In the populations from Sergipe, nine genetic groups were evidenced (K=9), in which it was evidenced the genetic subdivision of these populations. We appointed the immediate conservation actions in the Brazilian pepper populations of Lavras, Ilha das Flores and Carmópolis, mainly due to the presence of bottleneck. The interruption of gene flow in the areas in Minas Gerais probably occurred due the barriers like mountainous elevations. The barriers found in the low São Francisco occur mainly due the river. The Brazilian pepper populations of São Mateus, Canastra and Carmópolis are priority areas to the conservation due to the exclusive alleles found. In the area of the low São Francisco the S. terebinthifolius population of the Ilha das Flores may be used as a model to aid in managing the species in this region. In the Ilha das Flores population we found distinct genetic groups from the other populations of Sergipe State.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte da exigência do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, área de concentração em Silvicultura e Genética Florestal, para obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4594
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Diversidade genética de populações naturais de pimenta-rosa (Schinus terebinthifolius Raddi).pdf1,91 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback