Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4628

Título: Metodologias em educação ambiental formal e não formal para a conservação do sistema sócio-ecológico
Autor(es): Freitas, Mirlaine Rotoly de
Orientador: Macedo, Renato Luiz Grisi
Coorientador(es): Freitas, Matheus Puggina de
Membro da banca: Venturin, Nelson
Nunes, Cleiton Antônio
Borém, Rosângela Alves Tristão
Volpato, Margarete Marin Lordelo
Área de concentração: Ciências Florestais
Assunto: Percepção ambiental
Ensino
Conservação da natureza
Environmental perception
Teaching
Nature conservation
Data de Defesa: 17-Set-2014
Data de publicação: 2014
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: FREITAS, M. R. de. Metodologias em educação ambiental formal e não formal para a conservação do sistema sócio-ecológico. 2014. 182 p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: The environmental conservation can be achieved, in the medium and long term, through environmental education. This study is justified by the scarcity of meaningful methodologies in environmental education addressing the comprehension of the socio-ecological system for the formal and non-formal modalities of teaching. The objective of this work is focused on analyzing environmental theories, still incipient in the Brazilian environmental education, and also proposing methodologies for the analysis of the environmental perception and teaching-learning practices in environmental education. In the formal environmental education (primary levels I and II, high school, undergraduate and post-graduation), questionnaires were built and applied with the aim at identifying the environmental perception and the pro-environmental actions that these individuals consider as priority. These data were analyzed and correlated using principal component analysis (PCA). For the non-formal environmental education, a questionnaire was built and applied to rural producers to capture perceptions relative to the environmental impact when using herbicides. For the formal education, the students from every teaching segment exhibited an intermediate level of environmental complexity, according to the environmental perception analysis, which is consistent with their lowly/moderately complex pro-environmental actions (sensibility, comprehension and responsibility actions). For the non formal education, based on the outcomes from a chemical study about herbicides and from the insufficient environmental perception, a methodology in environmental education was proposed. Overall, from the theoretical background on socio-ecology, which is supported by the concepts of resilience, adaptability and sustainability, teaching-learning activities were proposed with the aim at overcoming a deficiency in the field of environmental education. We expect that competence and citizenship pro-environmental actions start to be practiced by the individuals submitted to the proposed teaching-learning activities in the medium and long term
A conservação do meio ambiente pode ser alcançada, no médio e longo prazo, por meio de práticas de educação ambiental. Este estudo se justifica pela escassez de metodologias significativas de educação ambiental que abordem a compreensão do sistema socioecológico, para as modalidades formal e não formal de ensino. Seu objetivo foi analisar as teorias ambientais ainda incipientes na educação ambiental brasileira e propor metodologias de análise da percepção ambiental e de ensino em educação ambiental. Para a educação ambiental formal, foram elaborados e aplicados questionários a alunos do ensino fundamental I, II, médio, graduação e pós-graduação, com a finalidade de se identificar a percepção ambiental e as ações pró-ambientais que esses alunos consideram prioritárias. Esses dados foram analisados e correlacionados por meio de análise de componentes principais (PCA). Para a educação ambiental não formal, um questionário foi elaborado e aplicado a produtores rurais para identificar percepções referentes ao impacto ambiental de herbicidas. Na educação formal, os estudantes de todos os segmentos de ensino apresentaram, como percepção ambiental, uma visão intermediária sobre complexidade ambiental, a qual é coerente com a indicação de ações de natureza pouco/moderadamente complexas de ambiente (ações de sensibilização, compreensão e responsabilidade). Na educação não formal, embasado por um estudo químico sobre herbicidas e pelos resultados da percepção ambiental que pouco considera o ambiente, propôs-se uma metodologia de educação ambiental. De forma geral, a compreensão dos resultados, embasada por teorias socioecológicas, que se fundamentam nos conceitos de resiliência, adaptação e sustentabilidade, permitiu a elaboração de propostas metodológicas para o ensino formal e não formal, que visam a suprir uma deficiência social no campo da educação ambiental. Espera-se que, no médio e longo prazo, ações categorizadas como de competência e cidadania comecem a ser praticadas pelos indivíduos que serão submetidos às propostas de ensino.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, área de concentração em Ciências Florestais, para a obtenção do título de doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4628
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Metodologias em educação ambiental formal e não formal para a conservação do sistema sócio-ecológico.pdf4,12 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback