Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4672

Título: Atividades antrópicas afetam a biodiversidade? Estudos de caso sobre exploração florestal na Amazônia e mineração de ferro em Minas Gerais
Autor(es): Silva, Elisangela Aparecida da
Orientador: Zanetti, Ronald
Coorientador(es): Ribas, Carla Rodrigues
Membro da banca: Gòmez, Vivian Eliana Sandoval
Berg, Eduardo van den
Pompeu, Paulo dos Santos
Guerra, Tadeu José de Abreu
Área de concentração: Entomologia Florestal
Assunto: Biodiversidade
Comunidade de formiga
Comunidade de artrópode
Exploração de madeira de impacto reduzido
Restauração ecológica
Biodiversity
Ant community
Arthropod community
Reduced impact logging
Ecological restoration
Data de Defesa: 7-Jul-2014
Data de publicação: 26-Nov-2014
Referência: SILVA, E. A. da. Atividades antrópicas afetam a biodiversidade? Estudos de caso sobre exploração florestal na Amazônia e mineração de ferro em Minas Gerais. 2014. 146 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Entomologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: O objetivo geral foi avaliar o impacto e a recuperação após o impacto do corte seletivo e da mineração sobre as formigas e espécies de artrópodes de serapilheira e seu efeito no funcionamento dos ecossistemas. O presente trabalho é constituído de dois capítulos. No primeiro, avaliamos à resposta das formigas ao tempo de recuperação e da intensidade de corte seletivo na Amazônia. Áreas recém manejadas, com um ano de pós-corte apresentam maior riqueza de espécies de formigas. Já a riqueza de formigas dos diferentes microhabitats não se diferenciou com o tempo, e nem com a intensidade de corte seletivo. Das variáveis medidas, a densidade de árvores retiradas e o percentual de argila no solo tiveram efeito negativo sobre a riqueza de formigas total e epigéicas. Entretanto, essas variáveis não se diferenciaram entre as áreas e intensidades de corte-seletivo. A composição de espécies total e de cada microhabitat foram diferentes entre as áreas, porém com elevado número de espécies compartilhadas, sendo esse parâmetro pouco explicado pela densidade de madeira extraída, intensidade de corte, e percentual de areia no solo. Assim, vimos que o corte seletivo de impacto reduzido leva a mudanças sutis na biodiversidade devido à forma como é realizado. No segundo capítulo, investigamos o efeito das áreas em processo de reabilitação após atividades da mineração sobre a comunidade de artrópodes da serapilheira e das funções ecológicas. A riqueza de espécies e de grupos funcionais de artrópodes não foi alterada com o tempo de reabilitação, indicando que o tempo avaliado ainda não apresentou modificações ecossistêmicas capazes de evidenciar a recuperação dos grupos estudados nas áreas. A composição da comunidade de artrópodes variou entre as áreas em reabilitação, devido os diferentes grupos de artrópodes consumirem uma diversa gama de recursos e as áreas serem estruturalmente distintas e estarem em diferentes idades de reabilitação, substratos e proximidade de áreas fonte. A riqueza da comunidade de artrópodes e de grupos funcionais não influenciou nos processos de decomposição e liberação de nutrientes. Isso pode indicar a redundância assumida por grupos de espécies de artrópodes de modo que outros fatores podem ser determinantes para a decomposição e liberação de nutrientes. De modo geral, áreas com impacto da mineração levaram a mudanças sutis na comunidade de formigas e de outros artrópodes e das variáveis ambientais.
Abstract: The overall main of this thesis was to evaluate the impact and the impact recovery of selective logging and mining over using ants and leaf litter arthropod species and the consequent effect on ecosystem functioning. This work consists of two chapters. First, we evaluated the response of ants to the recovery time and intensity of selective logging in the Amazon. Recent managed areas, with one year of post-cutting, have higher ant species richness. However, the ant species richness in different microhabitats did not differ over time, neither with the selective cutting intensity. Among the measured variables, the density of removed trees and the percentage of clay in the soil had a negative effect on total and epigaeic ant species richness. These variables did not differ between areas and neither between intensities of selective cutting. The total and of each microhabitat species composition were different between areas, but with a high number of shared species, being this parameter explained by the density of extracted timber, cutting intensity, and percentage of sand in the soil. Thus, we verified that the selective logging with reduced impact leads to subtle changes in biodiversity due to how it is performed. In the second chapter, we investigated the effect of the areas in the rehabilitation process after mining over the leaf litter arthropods community and over ecological functions. The richness of species and of arthropods functional groups has not changed with the rehabilitation time, indicating that the assessment time was not enough to show ecosystem changes able to recover the groups studied in the areas. The composition of the arthropod community varied between the areas in rehabilitation process due to the fact that the different groups of arthropods consume a diverse range of resources and that the areas are structurally distinct and have different rehabilitation ages, substrates and proximities to source areas. The arthropod species richness and functional groups did not influence the processes of decomposition and nutrient release. This may indicate redundancy assumed by groups of arthropods and that other factors may be determinant to influence decomposition and nutrient release. In general, areas with mining impact led to subtle changes in ants and other arthropods communities and in environmental variables.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Entomologia, área de concentração em Entomologia Florestal – manejo integrado de pragas e controle biológico, para a obtenção do título de “Doutor”.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4672
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEN - Entomologia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Atividades antrópicas afetam a biodiversidade? Estudos de caso sobre exploração florestal na Amazônia e mineração de ferro em Minas Gerais.pdf911,79 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback