Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCS - Departamento de Ciência do Solo >
DCS - Programa de Pós-graduação >
DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4732

Título: Calcinação do verdete e caracterização do seu potencial de uso agrícola como fonte de potássio
Autor(es): Moretti, Bruno da Silva
Orientador: Furtini Neto, Antonio Eduardo
Membro da banca: Resende, Álvaro Vilela de
Nogueira, Francisco Dias
Área de concentração: Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas
Assunto: Rocha potássica
Extrator de potássio
Rochagem
Solubilidade
Eficiência relativa
Fontes alternativas de nutrientes
Data de Defesa: 29-Fev-2012
Data de publicação: 3-Dez-2014
Referência: MORETTI, B. da S. Calcinação do verdete e caracterização do seu potencial de uso agrícola como fonte de potássio. 2012. 75 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: Mais de 80% do potássio consumido no Brasil provém de importação, porém, o país dispõe de rochas potássicas com potencial para exploração, distribuídas em grande parte do território nacional. O trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar os efeitos da calcinação do verdete e da sua mistura com corretivos calcíticos e dolomíticos na eficiência como fonte de potássio para a cultura do milheto. O experimento foi conduzido em casa de vegetação, em delineamento inteiramente casualizado, com 67 tratamentos e 3 repetições. Os tratamentos foram dispostos em arranjo fatorial (11 x 6 + 1), sendo 11 temperaturas de calcinação do verdete associadas com seis diferentes corretivos e um tratamento adicional com KCl. Os efeitos dos tratamentos foram avaliados por meio das variáveis: para os níveis de calcinação, foi avaliado o teor de potasío por diferentes extratores, matéria seca de parte aérea e raiz do milheto, teor e acúmulo de potássio na parte aérea do milheto e teor de potássio no solo, pelos extratores Mehlich-1 e ácido nítrico 1 mol L-1. A calcinação alterou a solubilidade do verdete, tendo a faixa de temperatura entre 600 °C e 800 °C sido a que mais disponibilizou o potássio no solo, independente do corretivo utilizado. As misturas do verdete calcinado, na faixa de temperatura entre 600°C e 800 °C, com os corretivos dolomíticos, proporcionaram maior produção de matéria seca na parte aérea, raiz e maior acúmulo de potássio na parte aérea do milheto. Os extratores água, citrato neutro de amônio mais água, ácido cítrico, ácido nítrico a 1 mol L-1 foram os que proporcionaram a melhor correlação com o potássio no solo, com a produção de matéria seca e acúmulo de potássio na parte aérea do milheto.
Over 80% of the potassium consumed in Brazil comes from imports, but the county has potassic rocks with potential for exploitation, spread over much of the country. Our objectives were to evaluate the effects of calcination and its verdigris mixed with calcitic and dolomitic lime on the solubility of verdigris and use efficiency as a source of potassium for growing millet. The experiment was conducted in a greenhouse in a completely randomized design with 67 treatments and three replications. The treatments were arranged in a factorial design (11 x 6 + 1), 11 calcination of verdigris mixed with six different correction and an additional treatment with KCl. Treatment effects were evaluated by measurements of variables: amount of potassium in the slime by different extractants, dry shoot and root of millet, potassium content and accumulation in shoots of millet and potassium content in soil by Mehlich-1 and nitric acid 1 mol L-1. The changed solubility of the calcination being verdete the temperature range between 600 and 800 ° C was released more potassium in the soil, irrespective of the corrective used. Mixtures of verdigris calcined in the temperature range between 600 and 800 ° C with dolomitic lime were provided the highest dry matter production in shoots, roots and increased accumulation of potassium in the shoots of millet. Water extractors, neutral ammonium citrate more water, citric acid, nitric acid 1 mol L-1 were those that provided the best correlation with the potassium in the soil, dry matter production and accumulation of potassium in the shoots of millet.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4732
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Calcinação do verdete e caracterização do seu potencial de uso agrícola como fonte de potássio.pdf842,08 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback