Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4763

Title: Conservação e manejo da diversidade de invertebrados em cavidades artificiais
???metadata.dc.creator???: Bernardi, Leopoldo Ferreira de Oliveira
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Ferreira, Rodrigo Lopes
???metadata.dc.contributor.referee1???: Martins, Rogério Parentoni
Carvalho, Geraldo Andrade de
???metadata.dc.description.concentration???: Ecologia e Conservação de Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas
Keywords: Cavernas
Turismo
Comunidades
Minas Gerais
Galerias subterrâneas
???metadata.dc.date.submitted???: 24-Feb-2011
Issue Date: 4-Dec-2014
Citation: BERNARDI, L. F. de O. Conservação e manejo da diversidade de invertebrados em cavidades artificiais. 151 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: As cavidades artificiais, apesar de terem uma origem diferenciada (através de ação antrópica), também são ambientes subterrâneos e podem apresentar características ambientas semelhantes às cavernas. Dentre elas podem-se citar a ausência de luz, os valores de temperaturas mais estáveis que o ambiente externo, além de elevada umidade e a tendência ao oligotrofismo. No estado de Minas Gerais, a presença de cavidades artificiais é algo comum, devido à vocação minerária desta localidade que remonta ao século XVIII. Estas cavidades compreendem abrigos para alguns grupos de animais. Dessa forma, este trabalho foi realizado com o objetivo geral de avaliar o uso e a diversidade de invertebrados em cavidades artificiais, além de sugerir um modo de uso desses sistemas como elementos no planejamento de ações de manejo em cavidades naturais e/ou áreas de extração mineral e cavidades turísticas. Para o estudo foram avaliadas as características físicas, tróficas, biológicas e alterações antrópicas observadas nestas cavidades. Os invertebrados foram capturados manualmente, em 110 cavidades artificiais distribuídas em 12 municípios de Minas Gerais, por meio de busca ativa e plotagem em croquis. Parâmetros como riqueza, complexidade ecológica, dominância de espécies, diversidade e similaridade foram relacionados aos impactos presentes no meio epígeo e com características do meio hipógeo (e.g. extensão linear, porcentagem de zona fótica e distância geográfica). Foi também avaliado o efeito do turismo sobre os sistemas subterrâneos artificiais. Para isso foram realizados monitoramento e observação de parâmetros ambientais (temperatura e umidade) e biológicos (composição e estrutura das comunidades de invertebrados), antes e depois da realização de atividades antrópicas nos sistemas. Foi encontrado um total de 594 espécies de invertebrados. Dentre os impactos mais observados estão trilhas, desmatamento e atividade extrativista. A riqueza de espécie e a complexidade biológica são mais baixas em cavidades artificiais que naturais. Sistemas mais distantes apresentam maior diferença na composição de suas espécies. Em sistemas turísticos, os invertebrados tendem a se abrigar em zonas adjacentes àquelas utilizadas como rota turística. A presença de iluminação artificial e o movimento de pessoas no interior de cavidades artificiais alteram os valores de temperatura e umidade, além de alterar as vias de acesso de recurso disponível para a fauna de invertebrados hipógeos. Os sistemas subterrâneos artificiais são locais importantes para se estabelecer experimentos que possam melhorar as ações de manejo empregadas em cavernas. A grande diversidade de espécies encontradas nos sistemas subterrâneos artificiais, principalmente de invertebrados ombrófilos, demonstra o potencial desses habitats como locais que podem incrementar e manter a riqueza de espécies em locais onde a vegetação nativa foi removida.
Abstract: Artificial cavities, despite of having a different genesis (by anthropic activities), are also hipogean environments and can present environmental characteristics similar to those found in caves such as absence of light, more stable temperature comparing to external ones, beyond high humidity and oligotrophic tendencies. In Minas Gerais state the presence of artificial cavities is common due to the mining activities developed since 18th century. These cavities represent shelters for some animal groups. Therefore this work aimed to evaluate their use and invertebrate diversity in artificial cavities, also suggesting a use of these systems as elements in the planning of management actions in natural cavities and/or mining extraction areas and touristic cavities. In this study physical, trophic and biological characteristics and anthropic changes observed in these cavities were evaluated. Invertebrates were collected manually, in 110 artificial cavities distributed in 12 municipalities of Minas Gerais by active search and sketch ploting. Parameters like richness, ecological complexity, species dominance, diversity and similarity were related to the present impacts at epigean environment and to characteristics of hipogean environment (e.g. linear extension, photic zone percentage and geographic distance). In order to evaluate tourism effects under artificial cavities, environmental (temperature and humidity) and biological parameters (composition and structure of invertebrate communities) were observed and monitored previously and posteriorly to anthropic activities in the systems. A total of 594 invertebrate species were found. Trails, deforestation and extractive activities were the most observed impacts. Species richness and biological complexity were lower in artificial cavities than in natural ones. Higher differences of species composition were observed in farther systems. In touristic systems invertebrates tend to search for shelter more in adjacent zones than in those used as touristic route. The presence of artificial lighting and people passing on artificial cavities change temperature and humidity, besides modifying available access to resources to the hypogean invertebrate fauna. Underground artificial systems are important sites for establishment of experiments that can improve management actions applied on caves. The great diversity of species found in underground artificial systems, mainly ombrophilous invertebrates, demonstrate the potential of these habitats as sites that can improve and maintain species richness in sites where natural vegetation was removed.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4763
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Conservação e manejo da diversidade de invertebrados em cavidades artificiais.pdf3.25 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback