Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4815

Título: Fluxo de ar e água nas madeiras de Eucalyptus grandis e de Eucalyptus dunnii
Título Alternativo: Air and water flow in the Eucalyptus grandis and Eucalyptus dunnii woods
Autor(es): Rezende, Raphael Nogueira
Orientador: Lima, José Tarcísio
Membro da banca: Carneiro, Angélica de Cássia Oliveira
Santini, Elio José
Silva, José Reinaldo Moreira da
Hein, Paulo Ricardo Gherardi
Área de concentração: Processamento e Utilização da Madeira
Assunto: Permeabilidade
Taxa de secagem
Defeito
Eucalyptus grandis
Eucalyptus dunnii
Permeability
Drying rate
Deffects
Data de Defesa: 30-Jul-2014
Data de publicação: 10-Dez-2014
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: REZENDE, R. N. Fluxo de ar e água nas madeiras de Eucalyptus grandis e de Eucalyptus dunnii. 2014. 98 p. Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia da Madeira) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: O presente trabalho foi realizado com os objetivos de avaliar o fluxo de ar e de água nas madeiras de Eucalyptus grandis e de Eucalyptus dunnii e suas propriedades físicas, anatômicas e químicas, e verificar a influência dos pré-tratamentos de acondicionamento à baixa temperatura (0 ºC), congelamento (-20 ºC) e imersão em água quente (85 ºC) na permeabilidade, na taxa de secagem e nos defeitos de secagem da madeira. Para isso, foram utilizadas quatro árvores provenientes de plantio experimental da Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, Brasil, com 37 anos de idade. As árvores foram abatidas e seccionadas em toras, sendo estas desdobradas para a obtenção do pranchão. Cada pranchão foi aplainado e cortado, obtendo-se corpos de prova cilíndricos, para a determinação da permeabilidade ao ar e à água destilada, com 5,0 cm de altura e 2,0 cm de diâmetro, e corpos de prova com 10,0 x 5,0 x 1,0 cm, para a secagem a 100 ºC, em estufa elétrica de laboratório. Os corpos de prova foram submetidos aos pré-tratamentos de imersão em água quente a 85 ºC, de acondicionamento a 0 °C e de congelamento a -20 ºC, durante 12 e 24 horas. Os resultados indicaram que as permeabilidades longitudinais ao ar e à água da madeira de E. grandis foram, em média, 5% e 10% superiores às de E. dunnii e que ambas as madeiras não apresentaram fluxo nos ensaios de permeabilidade transversal às fibras. A madeira de E. grandis apresentou menores valores de densidade básica, teor de extrativos e comprimento de fibras e maiores diâmetros de vasos e de pontoações que a de E. dunnii. As maiores taxas de secagem foram obtidas para a madeira de E. grandis, em média 10% superiores para a saída de água livre e total e 5% para a saída de água de adesão em relação ao E. dunnii. A madeira de E. grandis apresentou menores índices de defeitos que a de E. dunnii, em torno de 40% inferior para o encurvamento, 30% inferior para arqueamento, 70% inferior para rachaduras e 5% inferior para intensidade do colapso. Os pré-tratamentos de acondicionamento a 0 ºC e de congelamento a -20 ºC não tiveram efeitos significativos nas permeabilidades ao ar e à água das madeiras de E. grandis e de E. dunnii. O pré-tratamento de imersão em água quente promoveu os maiores aumentos na permeabilidade ao ar e à água das madeiras de E. grandis e de E. dunnii, em média 20% e 10%, respectivamente, para o E. grandis e de 15% e 9% para o E. dunnii. As taxas de secagem da madeira de E. grandis aumentaram, em média, 55% com a imersão em água quente, enquanto para o E. dunnii o acréscimo foi de 50%. Os menores incrementos nas taxas de secagem ocorreram para a madeira acondicionada a baixas temperaturas, em média de 10%. O congelamento promoveu aumentos intermediários na taxa de secagem entre os pré-tratamentos avaliados, com médias de 25% na madeira de E. grandis e de 20% na de E. dunnii, enquanto os índices de rachaduras foram os maiores, em média, 35% superiores para ambas. O pré-tratamento de imersão em água quente por 24 horas foi responsável pela maior redução dos defeitos de secagem, com destaque para os índices de rachaduras e de colapso das madeiras de E. grandis e de E. dunnii, em média de 65% e 15%, respectivamente. De forma geral, a madeira de E. grandis foi mais permeável que a de E. dunnii e apresentou as maiores taxas de secagem e menores índices de defeitos.
This work was carried out with the objective to assess the flow of both air and water in Eucalyptus grandis and Eucalyptus dunnii wood, as well as the physical, anatomical and chemical properties and to verify the influence of pretreatment conditioning at low temperature (0 °C), freezing (-20 °C) and immersion in hot water (85 °C) in permeability, drying rates and defects. For this, four trees from experimental plantation of the Federal University of Lavras, Lavras, MG, Brazil, with 37 years old, were used. The trees were cut and logs were sawn to produce the plank. Each plank was machined to produce cylindrical specimens for determining the permeability to the both air and distilled water, with 5.0 cm height and 2.0 cm in diameter, specimens with 10.0 x 5.0 x 1.0 cm for drying at 100 °C in laboratory oven. The specimens were submitted to immersion in hot water at 85 °C, conditioning at 0 ºC and freezing at -20 °C, during 12 and 24 hours. The results indicated that the longitudinal permeabilities to the air and water of E. grandis wood were, on average, 5% and 10% higher than in E. dunnii and both the wood showed no flow in test of transversal to the fibers permeability. The E. grandis wood showed lowest values of basic density, extractives content and fiber length and highest diameter of vessels and pits than in E. dunnii. The highest drying rates were obtained for E. grandis wood, on average 10% higher for the output of both free water and total and 5% for the output of adhesion water, in relation to E. dunnii. The E. grandis wood showed lower defect rates than the E. dunnii, around 40% lower for bowing, 30% lower for crooking, 70% lower for cracking and 5% lower for intensity collapse. Pretreatments of conditioning at 0 °C and freezing at -20 °C had no significant effects on the permeability to air and water for the woods of E. grandis and E. dunnii. Pretreatment of immersion in hot water promoted the greatest increase in permeability to air and water in E. grandis and E. dunnii woods, on average 20% and 10% respectively, for E. grandis and 15% and 9% for E. dunnii. The drying rates of E. grandis wood increased, on average, 55% with hot water immersion, while for E. dunnii the increase was 50%. Smaller increments in the rate of drying occurred for wood conditioned at low temperatures, on average of 10%. The freezing promoted increases intermediates in the drying rate among the pretreatments evaluated, with average increases of 25% in the wood of E. grandis exposed and 20% in the wood of E. dunnii, while the indices of cracks were the largest, on average, 35% higher for both. Pretreatment of immersion in hot water for 24 hours was responsible for the largest reduction in the drying defects, especially the indices of cracks and collapse of E. grandis and E. dunnii woods, on average, 65% and 15%, respectively. In general, the E. grandis wood was more permeable than E. dunnii and showed the highest drying rates and lower defect rates.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira, área de concentração em Processamento e Utilização da Madeira, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4815
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Fluxo de ar e água nas madeiras de Eucalyptus grandis e de.pdf725,49 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback