Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4819
Título: Estudo de Chrysoperla externa (Neuroptera: Chrysopidae) no controle de pragas em roseiras em cultivo protegido e biologia de Macrosiphum euphorbiae (Hemiptera: Aphididae)
Título(s) alternativo(s): Study of Chrysoperla externa (Neuroptera: Chrysopidae) in pest control in rose plants in protected cultivation and biology of Macrosiphum euphorbiae (Hemiptera: Aphididae)
Autor : Soares, Cristiana Silveira Antunes
Primeiro orientador: Carvalho, César Freire
Primeiro membro da banca: Sousa, Brígida
Cecília, Lenira Viana Costa Santa
Reis, Paulo Rebelles
Silva, Rogério Antônio
Área de concentração: Entomologia
Palavras-chave: Crisopídeo
Controle biológico
Ácaro
Mosca-branca
Pulgão
Green lacewing
Biological control
Mite
Whitefly
Aphids
Data da publicação: 10-Dez-2014
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: SOARES, C. S. A. Estudo de Chrysoperla externa (Neuroptera: Chrysopidae) no controle de pragas em roseiras em cultivo protegido e biologia de Macrosiphum euphorbiae (Hemiptera: Aphididae). 2014. 72 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Entomologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: O presente trabalho foi realizado com os objetivos de se obter informações sobre a capacidade de controle de pragas da roseira por meio da liberação de ovos e larvas de primeiro, segundo e terceiro ínstares de Chrysoperla externa (Hagen, 1861) em cultivo protegido. Foram feitos experimentos que visaram à redução populacional de ácaros, pulgões e moscas-brancas, bem como o efeito de diferentes temperaturas no desenvolvimento do pulgão Macrosiphum euphorbiae (Thomas, 1878) que, especialmente em ambiente protegido, constitui-se em importante praga da roseira. No primeiro ensaio, foram separadas duas áreas experimentais sendo que, em uma delas, foi realizado controle convencional por meio de produtos fitossanitários e, na outra área, foram realizadas liberações de ovos e larvas de C. externa nos três ínstares. A eficiência de C. externa e dos predadores encontrados no experimento foi evidenciada pela redução da densidade populacional desses artrópodes que infestam a roseira. No segundo ensaio, a área experimental foi dividida ao meio e, em uma das metades, foram semeadas três linhas da planta de cobertura calopogônio entre as linhas de plantio da roseira. Foram avaliados os impactos da associação do calopogônio, no controle biológico de pragas em roseiras. Essa interação foi positiva, pois reduziu a ocorrência de M. euphorbiae em aproximadamente 50%, quando comparada à área que não houve essa associação. No terceiro ensaio, por meio de uma tabela de fertilidade, avaliou-se o efeito de temperaturas constantes na sobrevivência e reprodução de M. euphorbiae em roseira. Os testes foram conduzidos em câmaras climatizadas a 17; 22; 25 e 28 ± 2 °C, UR de 70 ± 10% e fotofase de 12h. Na temperatura de 17 ºC, essa espécie apresentou a menor taxa de sobrevivência. A maior longevidade, fertilidade específica e fecundidade total média ocorreram a 25 °C, evidenciando ser essa temperatura a mais adequada para o desenvolvimento de M. euphorbiae em roseiras.
Abstract: This study was conducted aiming at obtaining information about the ability to control pests in rose through the release of eggs and larvae of first, second and third instar of Chrysoperla externa (Hagen, 1861) in protected cultivation. Experiments aimed to reduce the populations of mites, aphids and whiteflies, and to evaluate the effect of different temperatures on the development of the aphid Macrosiphum euphorbiae (Thomas, 1878) that, especially in a protected environment, constitutes an important pest in rose cultivation. In the first experiment, two experimental sites were separated and, in the first, we adopted the conventional control by using phytosanitary products, and in the second, releases of eggs and larvae of C. externa in the three instars were performed. The efficiency of C. externa and predators found in the experiment was evidenced by a decrease in population density of these arthropods that infest the rose plants.. In the second experiment, the experimental area was divided in half and in one half, three lines were sown with the green manure calopogonium between the rows of rose plants. The impacts of the association calopogonium were evaluated for biological control of pests on roses. This interaction was positive, because it reduced the occurrence of M. euphorbiae by approximately 50% compared to the area without this association. In the third experiment, using a fertility life table, we evaluated the effect of constant temperatures in the survival and reproduction of M. euphorbiae in rose leaves. Tests were conducted in climatic chambers at 17; 22; 25 and 28 ± 2 °C, RH 70 ± 10% and photoperiod of 12 h. At 17ºC, this species had the lowest survival rate. The longevity, specific fertility and average total fecundity occurred at 25 °C, indicating that this temperature is the most suitable for the development of M. euphorbiae in rose plants.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Entomologia, área de concentração em Entomologia, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4819
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEN - Entomologia - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.