Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4875
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCarvalho, André Luiz de Andrade-
dc.date.accessioned2015-01-12T18:29:56Z-
dc.date.available2015-01-12T18:29:56Z-
dc.date.issued2015-01-12-
dc.date.submitted2014-06-17-
dc.identifier.citationCARVALHO, A. L. de A. Produção massal do fungo Clonostachys rosea em meio liquido. 2014. 55 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4875-
dc.descriptionDissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia, área de concentração em Fitopatologia, para a obtenção do título de Mestre.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRASpt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.subjectClonostachys roseapt_BR
dc.subjectProdução massalpt_BR
dc.subjectMeio líquidopt_BR
dc.subjectPlackett & Burmanpt_BR
dc.subjectDelineamento central composto rotacionalpt_BR
dc.subjectRotational central composite designpt_BR
dc.subjectMass productionpt_BR
dc.subjectLiquid mediumpt_BR
dc.titleProdução massal do fungo Clonostachys rosea em meio liquidopt_BR
dc.title.alternativeMass production of fungus Clonostachys rosea in liquid mediumpt_BR
dc.typedissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coMedeiros, Flavio Henrique V. de-
dc.publisher.programDFP - Departamento de Fitopatologiapt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countryBRASILpt_BR
dc.description.concentrationFitopatologiapt_BR
dc.contributor.advisor1Bettiol, Wagner-
dc.contributor.referee1Vieira, Bernardo de Almeida Halfeld-
dc.contributor.referee1Morandi, Marcelo Augusto Boechat-
dc.description.resumoClonostachys rosea é um agente de biocontrole de diversos fitopatógenos e sua ação é por meio de competição, parasitismo e indução de resistência. Um dos problemas para sua comercialização é a sua produção em larga escala, pois é realizada em grãos de cereais que necessita de um longo período, intensa mão de obra e grandes estruturas. Dessa forma, seria importante viabilizar a sua fermentação líquida para produção comercial. Assim, o presente trabalho teve como objetivo a otimização de meio de cultura líquido e a padronização dos parâmetros que possam interferir na produção massal de conídios de C. rosea. Todos os ensaios foram realizados em erlenmeyers de 250 mL, em agitação por sete dias e seguiram a metodologia de planejamento de experimento para a redução do número de ensaios e os custos. Posteriormente, testes em biorreator de bancada com o meio otimizado foram realizados. Inicialmente foram estudadas as fontes de carbono (sacarose e glicose/dextrose), bem como temperatura, pH, fotoperíodo, relação carbono/nitrogênio e a atividade da água (glicerol). Um screening foi realizado primeiramente em que as variáveis pH e fotoperíodo foram consideradas significativas para a produção de conídios. A otimização das condições de cultivo foi realizada utilizando um Delineamento Central Composto Rotacional (DCCR), havendo uma ampliação da faixa de valores das variáveis pH e fotoperíodo. As demais variáveis foram fixadas de acordo com o ensaio de melhor resultado. Análises de Unidade Formadora de Colônia (UFC), biomassa e viabilidade dos esporos foram realizadas. Todos os ensaios foram realizados em triplicata e repetidos por quatro vezes. A fonte de carbono que mais incrementou a produção de conídios foi a glicose/dextrose. O DCCR para o pH e fotoperíodo mostrou que o máximo de produção predita de conídios foi de 1,78 x 107 conídios mL-1, 0,5576 g de biomassa fúngica seca e 5,15x106UFC mL-1 nas condições otimizadas, com valor de pH 4 e 12h de luz.pt_BR
dc.description.resumoClonostachys rosea is a biocontrol agent for many plant pathogens, especially Botrytis cinerea. One of the limitations to market is its large-scale production, since it is performed in grains, which need a long incubation period, intense labor and large structures. Thus, this study evaluated the potential of liquid culture medium and environmental conditions that may interfere on the mass production of C. rosea conidia. All trials were performed in 250 mL Erlenmeyer, in agitation for seven days, and followed the experiment planning methodology for the reduction the number of trials and cost. After this phase, tests in bioreactor were conducted with the optimized medium. Initially, we studied the sources of carbon (sucrose and glucose/dextrose), as well as temperature, pH, photoperiod, carbon/nitrogen relation and water activity (glycerol). A screening was performed in which pH and photoperiod variables were considered significant for the conidia production. The optimization conditions were performed using a rotational central composite design (RCCD), with the extension of the range of pH and photoperiod values. The remaining variables were fixed according to the best resulting trial. Analyses of colony forming units (CFU), biomass and viability of the spores were performed. All trials were performed in triplicate and repeated four times. The carbon source that increased the conidia production in liquid medium was glucose/dextrose. The RCCD for the pH and photoperiod showed that the maximum conidia production predicted was of 1.78 x 107 conidia mL-1, 0.5576 g of dry biomass and 5.15 x 106 CFU mL-1 in the optimized conditions, with pH value of 4 and light for 12 h.pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ_NÃO_INFORMADOpt_BR
Appears in Collections:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_Produção massal do fungo Clonostachys rosea em meio liquido.pdf390,11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.