Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4880
Título: Densidade da madeira em Minas Gerais: amostragem, espacialização e relação com variáveis ambientais
Título(s) alternativo(s): Densidade da madeira em minas gerais: amostragem, espacialização e relação com variáveis ambientais
Autor : Oliveira, Gabriel Marcos Vieira
Primeiro orientador: Mello, José Márcio de
Primeiro membro da banca: Assis, Adriana Leandra de
Ferraz Filho, Antônio Carlos
Mello, Carlos Rogério
Hein, Paulo Ricardo Gherardi
Área de concentração: Ciências Florestais
Palavras-chave: Densidade básica da madeira
Geoestatística
Fator climático
Floresta nativa
Basic density of the wood
Geostatistic
Climatic factor
Native forest
Data da publicação: 13-Jan-2015
Referência: OLIVEIRA, G. M. V. Densidade da madeira em Minas Gerais: amostragem, espacialização e relação com variáveis ambientais. 2014. 125 p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Há relatos na literatura sobre a influência de fatores ambientais na formação de padrões de densidade da madeira. Estudos com florestas nativas tropicais são raros e pouco conclusivos, sobretudo pela dificuldade metodológica e grande variabilidade da densidade da madeira, tornando-a de difícil previsão e modelagem. Assim, o objetivo geral foi verificar se a densidade da madeira em formações florestais nativas possui relação com variáveis ambientais. Os dados foram provenientes do Inventário Florestal de Minas Gerais e são compostos por 1988 árvores cubadas em todo o território, das quais, foram retirados discos para determinação da densidade da madeira. Foram utilizadas técnicas e ferramentas de análise de variância, regressão linear e geoestatística para tentar alcançar os objetivos. Para tanto, a presente tese foi composta por três artigos. Foi possível encontrar uma relação teórica coerente da densidade da madeira com as características edafoclimáticas que condicionam as diferentes fitofisionomias no Estado de Minas Gerais. Também foi possível estimar com precisão a densidade do fuste com um número menor de cinco discos desde que amostrados em posições específicas e de acordo com a fitofisionomia. Detectou-se também que a densidade da madeira possui alto grau de dependência espacial, sendo possível observar padrões correlatos numericamente com as variáveis ambientais. A densidade da madeira relaciona-se fortemente com fatores climáticos, de modo que, florestas sujeitas a menor precipitação, maior temperatura e maior evapotranspiração apresentaram as maiores densidades da madeira, sugerindo, supostamente, um mecanismo fisiológico de melhoria da eficiência no uso da água.
There are reports in literature on the influence of environmental factors over the formation of wood density patterns. Studies with tropical native forests are rare and little conclusive, above all because of the methodological difficulty and large variability of wood density, making prediction and modeling difficult. Therefore, the general objective of this work was to verify if the wood density in native forest formations is related to environmental variables. The data derived from the Forest Inventory of Minas Gerais and are comprised of 1988 trees scaling in all the territory, of which, we removed discs for determining wood density. We used analysis of variance techniques and tools, linear regression and geostatistics to attempt at reaching the objectives. For this, tree articles comprised the present dissertation. It was possible to find a coherent theoretical relation of the wood density with the soil and climate characteristics that condition the different vegetation type in the state of Minas Gerais, Brazil. It was also possible to estimate with precision the density of the shaft with the smaller number of five discs, as long as sampling in specific positions and according to the vegetation type. We also detected that the wood density presents high degree of spatial dependence, being possible to observe patterns numerically correlated with the environmental variables. The density of the wood is strongly related to climatic factors, in a way that, forests subjected to lower precipitation, higher temperature and higher evapotranspiration present the highest wood densities, supposedly suggesting a physiological mechanism to improve the efficiency in the use of water.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, área de concentração em Ciências Florestais, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4880
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Densidade da madeira em Minas Gerais amostragem, espacialização e relação com variáveis ambientais.pdf2,59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.