Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4967
Título: Travessias em educação e saúde: processos educativos em gênero e sexualidades
Título(s) alternativo(s): Crossings in education and health: educative processes in gender and sexuality
Autor : Silva, Luciene Aparecida
Primeiro orientador: Ribeiro, Cláudia Maria
Primeiro membro da banca: Cruz, Elizabete Franco
Ramos, Rosana Vieira
Área de concentração: Formação de Professores
Palavras-chave: Loucura
Experiência
Heterotopia
Gender
Sexuality
Madness
Experiences
Data da publicação: 29-Jan-2015
Referência: SILVA, L. A. Travessias em educação e saúde: processos educativos em gênero e sexualidades. 2015. 144 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: A presente pesquisa problematiza experiências em saúde e educação, com foco nas temáticas de gênero e sexualidades, que foram vivenciadas durante os anos de 2011 a 2013 por usuárias(os) de uma instituição antimanicomial no interior de Minas Gerais. Para tanto, apresento os contextos em que os processos educativos aconteceram sistematizando também os textos culturais, que são poemas, músicas e peças teatrais, que foram construídas nos diálogos denominados na presente pesquisa de narrativas-poemas. Alguns desses diálogos foram digitalizados e expostos num painel na entrada da instituição, um blog de parede; após as exposições foram arquivados e poderiam ser fonte de pesquisa, mas não foram construídos com tal objetivo. Tais produções desencadeadas a partir de leituras de poemas do livro: Vintém de cobre de autoria de Cora Coralina, do conto O Alienista de Machado de Assis e de uma atividade denominada Linha do tempo, utilizando-se músicas para revisitar memórias, possibilitaram diálogos sobre as experiências de resistências de sujeitos que constroem o que denomino de vidas-poemas. Nesse contexto, elas e eles, nomeiam os espaços de convivência de ―escolinha‖, que analiso contemplando o conceito foucaultiano de heterotopia. São outros espaços educativos que aconteciam na praça, no clube, no jardim da instituição, entre tantos. Espaços que se transformaram nas narrativas em uma escola diferente. Portanto, considero os textos produzidos, artefatos culturais que possibilitaram desconstruções de aprendizados excludentes sobre as temáticas de gênero, sexualidades e loucura. As travessias investigativas aconteceram quando revisitei e sistematizei os textos desafiando-me nesta releitura a ―ouvir‖ novamente as narrativas. Nessa trajetória, identifiquei os espaços da oficina como lugares de liberdade, nos quais os textos produzidos evidenciam o gosto por poesias, a admiração pela escola e a educação, e, especialmente, os aprendizados sobre sexualidades e gênero. Assim como desencadearam a produção de artefatos culturais: as denominadas narrativas poemas a partir da leitura do livro Vintém de cobre: meias confissões de Aninha de Cora Coralina; um CD com as músicas da linha do tempo, uma conjunção de circunstâncias que ao narrar histórias vividas possibilitou relembrar outras épocas e os tratamentos dispensados à loucura; duas peças de teatro, uma delas baseada no conto "O Alienista" de Machado de Assis, a outra uma releitura de um casamento “caipira”, que instigaram diálogos sobre as diferenças. Considero os sujeitos das experiências narradores de histórias vividas e narradores de metodologias que podem instigar a reflexão sobre padrões de normalidades.
Abstract: The present research problematizes experiences in health and education, focusing on the themes of gender and sexuality, which were experienced during the years from 2011 to 2013 by users of an anti-manicomial institution in the countryside of Minas Gerais, Brazil. For such, I present the contexts in which the educative processes happened, also systemizing the cultural texts, which are poems, music and theatrical plays, constructed in the dialogs denominated in the present research as narratives-poems. Some of these dialogs were digitalized and exposed on a panel at the entrance of the institution, a wall blog; after the expositions, they were archived and might be research sources, although they were not constructed with such objective. Such productions put into motion from the readings of the book Vintém de cobre, written by Cora Coralina, of the tale O Alienista, by Machado de Assis and of an activity denominated Time Line, using music to review memories, allowed dialogs on experiences of resistance from subjects that construct what I denominate lives-poems. In this context, they name the coexistence spaces as ―school‖, which I analyze contemplating the Foucaultian concept of Heterotopia. They are other educative spaces that occurred at the city square, at the club, in the institution‘s garden, between such. Therefore, I consider the texts produced as cultural artifacts that allow deconstructions of excluding learning on the themes of gender, sexuality and madness. The investigative crossings occurred when I reviewed and systematized the texts, challenging myself in this rereading to ―listen‖ once more to the narratives. In this trajectory, I identified the workshop spaces as places of liberty, in which the texts produced show the taste for poetry, the admiration for school and education, and, especially, the learning of sexuality and gender. As they unraveled the production of cultural artifacts, the denominated narrative poems from the reading of the book Vintém de cobre: meias confissões de Aninha by Cora Coralina, a CD with the Time Line music, a conjunction of circumstances that, while narrating the histories experienced, allowed to remember other times and the treatments given to madness; two theater plays, one based on the tale O Alienista by Machado de Assis, the other a rewriting of a ―bumpkin‖ marriage, which instigated dialogs on the differences. I consider the subjects of the experiences as narrators of stories experienced and narrators of methodologies that can instigate the reflection on normality standards.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4967
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DED - Educação - Mestrado Profissional (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTACAO_Travessias em educação e saúde: processos educativos em gênero e sexualidades.pdf1,24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.