Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4980

Título: Duplicação cromossômica e conservação de cultivares de bananeira in vitro
Autor(es): Paula, Ylana Cláudia Medeiros
Orientador: Pasqual, Moacir
Coorientador(es): Pio, Leila Aparecida Salles
Membro da banca: Silva, Sebastião de Oliveira e
Ferreira, Ester Alice
Oliveira, Cynthia de
Área de concentração: Produção Vegetal
Assunto: Musaceae
Cultura de tecido
Cromossomo
Tissue culture
Chromosome
Data de Defesa: 2-Dez-2013
Data de publicação: 2015
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: PAULA, Y. C. M. Duplicação cromossômica e conservação de cultivares de bananeira in vitro. 2015. 119 p. Tese (Doutorado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Objetivou-se, com o presente trabalho avaliar o efeito da colchicina na duplicação de cromossomos em explantes da bananeira „Ouro‟ e analisar o efeito de diferentes reguladores osmóticos (sacarose, sorbitol e manitol) na conservação in vitro de explantes das bananeiras Grande Naine, Preciosa e Princesa. Foram utilizados como fonte de explantes, cultivares de bananeira pré-estabelecidas in vitro, fornecidas pela Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical. A colchicina foi utilizada nas concentrações de 0; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 mg L-1 em meio MS e as plantas foram mantidas no escuro por 2, 4, 8, 16 e 32 dias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5x5 (5 doses de colchicina e 5 períodos de exposição). Por meio de análise em citometria de fluxo, observou-se que 379 (58,3%) explantes sobreviveram à indução da duplicação de cromossomos in vitro, especialmente nos tratamentos mais brandos. Foram obtidas 18 plantas tetraploides (4,7%), 72 mixoplóides (19,1%), 5 plantas apresentaram conteúdo de DNA superior aos tetraplóides, (1,3%), 6 aneuplóides (1,6%) e 278 permaneceram diplóides (73,5%). O período de 2 e 4 dias foram os tratamentos que apresentaram maior número de plantas com material genético duplicado, não havendo diferença significativa entre as concentrações de colchicina. Na conservação in vitro, os reguladores osmóticos foram utilizados nas concentrações de 20 e 40 g L-1, sendo adicionados no meio de cultura MS e os explantes permaneceram conservados in vitro por 160, 260 e 360 dias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3x3x2 (3 cultivares de bananeira, 3 fontes e 2 concentrações de carbono). Em seguida, foram inoculados em meio de cultura MS, sendo avaliada a capacidade responsiva das cultivares, após 45 dias. Na presença do sorbitol, os explantes apresentaram resultados favoráveis à paralização do crescimento durante a conservação in vitro, sem apresentar maiores perdas na sobrevivência e retomada do crescimento in vitro.
Abstract: With the present work, we aimed at evaluating the effect of colchicine over the duplication of chromosomes in “Ouro” banana explants and analyze the effect of different osmotic regulators (sucrose, sorbitol and mannitol) in the in vitro conservation of Grande Naine, Perciosa and Princesa banana explants. We used banana cultivars pre-established in vitro, provided from Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, as explant source. Colchicine was used in the concentrations of 0, 0.5, 1.0, 1.5 and 2.0 mg L-1 in MS medium, and the plants were maintained in the dark for 2, 4, 8, 16 and 32 days. The experimental design was completely randomized, in a 5x5 factorial scheme (5 doses of colchicine and 5 exposition periods). By means of flow cytometry analysis we observed that 379 (58.3%) of the explants survived the induction of the in vitro chromosome duplication, especially in the gentler treatments. We obtained 18 tetraploid plants (4.7%), 72 mixoploid (19.1%), 5 plants presented DNA content superior to that of the tetraploid plants (1.3%), 6 aneuploids (1.6%) and 278 remained diploid (73.5%). The period of 2 and 4 days were the treatments that presented higher number of plants with doubled genetic material, having no significant difference between the concentrations of colchicine. In the in vitro conservation, the osmotic regulators were used on the concentrations of 20 and 40 g L-1, being added to the MS culture medium, and the explants remained conserved in vitro for 160, 260 and 360 days. The experimental design was completely randomized, in a 3x3x2 factorial scheme (3 banana cultivars, 3 sources and 2 concentrations of carbon). Subsequently, we inoculated in MS culture medium, evaluating the responsive capacity of the cultivars after 45 days. In the presence of sorbitol, the explants presented favorable results to the growth suspension during the in vitro conservation without presenting greater loss in the survival and resume of growth in vitro.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4980
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Duplicação cromossômica e conservação de cultivares de bananeira in vitro.pdf1,61 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback