Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5044

Título: Schizolobium parahyba var. Amazonicum Huber ex Ducke. Barneby (paricá) na Amazônia Oriental: caracterização anatômica e modelagem de crescimento
Autor(es): Mori, Fábio Akira
Ferreira, Gracialda Costa
Barbosa, Ana Carolina Maioli Campos
Mori, Cláudia Lopes Selvati de Oliveira
Castro, Evaristo Mauro de
Assunto: Schizolobium parahyba var. amazonicum
Anatomia da madeira
Crescimento de árvore
Paricá
Anatomia da madeira
Dendrochronologia
Wood anatomy
Dendrochronology
Tree growth
Data de publicação: 10-Fev-2015
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Referência: SILVA, M. G. da. Schizolobium parahyba var. Amazonicum Huber ex Ducke. Barneby (paricá) na Amazônia Oriental: caracterização anatômica e modelagem de crescimento. 2014. 37 p. Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia da Madeira) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Objetivando o conhecimento das características anatômicas, física e a taxa de crescimento de árvores de Schizolobium parahyba var. amazonicum (paricá),na Amazônia Oriental, foram realizados estudos das propriedades anatômicas e física, e avaliações do crescimento dessa espécie de ocorrência nativa e de povoamentos homogêneos de diferentes idades. Para os estudos anatômicos seguiu-se as normas da Commission Panamericana de Normas Técnicas - COPANT (1974) e International Association of Wood Anatomists Committee - IAWA Committee (1989), bem como a norma ABNT NBR 11941 (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - ABNT, 2003) para análise física. Para avaliação da taxa de crescimento, foram realizadas demarcação e medição dos anéis de crescimento pelo sistema de medição LINTAB 6 Scientific, utilizando-se o programa Series Analysis and Presentation. O crescimento em diâmetro das árvores foi estimado por meio de regressão não linear, o volume estimado por meio de equação ajustada, e a altura por meio de regressão simples. No estudo qualitativo anatômico, não houve diferença entre árvores plantadas e nativas. Para os povoamentos homogêneos, houve efeito entre as idades e os municípios nas características anatômicas, quantitativas e de densidade básica. A madeira das árvores de paricá de plantio e de florestas nativas apresentou anéis de crescimento demarcados pela presença de faixa de parênquima marginal espessamento da parede das fibras. O incremento de paricá pode ser determinado por meio do estudo de anéis de crescimento.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5044
Aparece nas coleções: DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Schizolobium parahyba var. Amazonicum Huber ex Ducke. Barneby (paricá) na Amazônia Oriental: caracterização anatômica e modelagem de crescimento.pdf2,44 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback