Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5086

Title: Riqueza, divergência genética e padrão de qualidade morfológica de mudas de espécies florestais nativas produzidas em Minas Gerais
???metadata.dc.creator???: Carvalho, Josina Aparecida de
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Davide, Antonio Claudio
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Carvalho, Dulcinéia de
Carvalho, Warley Augusto Caldas
???metadata.dc.contributor.referee1???: Magalhães, Allan de Freitas
Melo, Lucas Amaral de
Volpato, Margarete Marin Lordelo
Tonetti, Olívia Alvina de Oliveira
???metadata.dc.description.concentration???: Silvicultura
Keywords: Diversidade de espécies
Conservação genética
Viveiros
Restauração ecológica
Species diversity
Genetic conservation
Tree nurseries
Ecological restoration
???metadata.dc.date.submitted???: 28-Jan-2015
Issue Date: 2015
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Citation: CARVALHO, J. A. de. Riqueza, divergência genética e padrão de qualidade morfológica de mudas de espécies florestais nativas produzidas em Minas Gerais. 2015. 243 p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
???metadata.dc.description.resumo???: Nas duas últimas décadas, ocorreu o apogeu sobre a restauração de ecossistemas, mas altas taxas de insucesso têm sido evidenciadas em médio e longo prazo. O plantio de mudas é uma das técnicas mais utilizadas nos programas de restauração. Com isso, objetivou-se neste trabalho conhecer a riqueza de espécies arbóreas produzidas nos viveiros em comparação à riqueza de espécies de ocorrência natural nas mesorregiões de Minas Gerais, quantificar a diversidade genética entre e dentro de lotes de mudas de Cedrela fissilis e avaliar os padrões de qualidade morfológica de mudas florestais nativas, na fase de expedição, produzidas nos viveiros de Minas Gerais. O estudo abrangeu 26 viveiros das mesorregiões do estado, nos quais foram coletados os dados e amostras. Para a listagem da riqueza de espécies produzidas foram utilizados dados secundários do RENASEM e dos Relatórios do IEF/SEMAD e CEMIG e, as informações da riqueza natural foram compiladas do Catálogo das Árvores Nativas de Minas Gerais e Tree Atlan 2.0. A análise da divergência genética foi realizada para 312 indivíduos de 13 viveiros, localizados em oito mesorregiões, com sete primers ISSR. Para avaliações dos parâmetros morfológicos das mudas, foram coletadas quatro repetições de oito mudas, de 188 amostras em 26 viveiros de 10 mesorregiões do estado. Pelos resultados obtidos, verificou-se que a riqueza de espécies florestais nativas produzidas nos viveiros é baixa em todas as mesorregiões. A diversidade genética de Cedrela fissilis foi relativamente baixa entre e dentro dos lotes de mudas estudados. A alta variação dos valores médios dos parâmetros de qualidade indica que não há padrão de qualidade para a expedição de mudas nos viveiros estudados. Com isso, sugere-se o fomento de políticas públicas com foco nas questões de restauração de ecossistemas florestais, para assegurar maior probabilidade de sucesso e resiliência dos ecossistemas em processo de restauração.
On the last decades, there was the apogee of the ecosystem restoration, but with the high rates of failure have been observed on long term. The seedlings planting is one of most used techniques for restoration programs. Thus, the aim of this study was known the richness of tree species produced on nurseries comparing to the richness of natural occurrence species on Minas Gerais mesoregions, quantify the genetic diversity on seedlings samples of Cedrela fissilis and evaluate the standard of morphological quality of native forest seedlings on expedition phase produced on nurseries on Minas Gerais. The study covered 26 tree nurseries from the mesoregions of the state that was collected data and samples. For the list richness of produced species was used secondary data from RENASEN and reports from IEF/SEMAD and CEMIG, and the information of natural richness were compiled on the Catalog of Native Tree of Minas Gerais and Tree Atlan 2.0 The analysis of the genetic divergence was realized for 312 individuals and 13 tree nurseries from eight mesoregions being used seven ISSR primers. For the evaluations of morphological parameters, were collected fours replicates of eight seedlings, from 188 samples on 26 tree nurseries from 10 mesoregions from the state. By the results, was observed that the forest species richness produced on the tree nurseries is low on all mesoregions. The genetic diversity of Cedrela fissilis was relatively low between the seedlings samples tested. The high variation on the average of the quality parameters indicates that there is no standard for the seedlings expedition on the studied nurseries. Thus, is suggested the promotion of public policies focused on the questions of forest ecosystems to ensure higher probability of success and resilience of the ecosystems on the restoration process.
Description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, área de concentração em Silvicultura, para a obtenção do título de Doutora.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5086
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCF - Engenharia Florestal - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Riqueza, divergência genética e padrão de qualidade morfológica de mudas de espécies florestais nativas produzidas em Minas Gerais.pdf1.75 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback