Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5126
Título: Frações orgânicas, biomassa e atividade microbiana em latossolo sob diferentes coberturas florestais
Autor : Braga, Rafael Malfitano
Primeiro orientador: Venturin, Nelson
Primeiro membro da banca: Silva, Carlos Alberto
Moreira, Fátima Maria de Souza
Área de concentração: Ciências Florestais
Palavras-chave: Matéria orgânica do solo
Fertilidade
Floresta plantada
Organic matter
Soil fertility
Planted forest
Data da publicação: 2015
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: BRAGA, R. M. Frações orgânicas, biomassa e atividade microbiana em latossolo sob diferentes coberturas florestais. 2015. 72 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015).
Resumo: A silvicultura é uma importante fonte de fornecimento de produtos florestais à sociedade, sobretudo, madeira. O solo é o substrato de crescimento das árvores e a sustentabilidade florestal passa pelo seu estudo e conservação. Em ambientes tropicais é cada vez mais notável a importância da fração orgânica para a sustentabilidade de seu uso. Estudos em florestas plantadas com idade superior a 20 anos são escassos na literatura, mas importantes para elucidar os efeitos num estágio mais avançado de equilíbrio dinâmico. O presente trabalho buscou avaliar a fertilidade, a atividade microbiológica, a quantidade e qualidade do carbono orgânico depositado no solo sob ecossistemas florestais plantados de eucalipto e de pinus e sob mata nativa. Foram amostradas as camadas de 0-5 e 5-10 cm do solo, em parcelas de uma área experimental de eucalipto e pinus, instalada em 1974, sobre Latossolo Vermelho distroférrico de textura argilosa, na Universidade Federal de Lavras. Os tratamentos consistiram de quatro espécies de eucalipto: Eucalyptus grandis, E. pilularis, E. cloeziana e Corymbia maculata; uma de pinus: Pinus caribaea var. hondurensis; e um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual Montana, adjacente à área experimental. Considerou-se a área basal e o número de árvores por hectare de cada espécie no stand atual para avaliação de desempenho. Nas amostras de solo foram analisados os estoques de carbono total, nas frações leve e pesada; respiração basal e carbono da biomassa microbiana; e fertilidade. A mata nativa apresentou as melhores condições gerais de solo, em termos de acúmulo e qualidade de carbono, atividade microbiana e fertilidade. Os eucaliptos apresentaram condições de solo próximas àquelas encontradas sob mata nativa, com destaque para as espécies C. macula e E. cloeziana. O P. caribaea foi o ecossistema menos eficiente do ponto de vista de estocagem de carbono, fertilidade e condições à vida no solo. Todos os ecossistemas estudados apresentaram níveis tidos como adequados para carbono de biomassa microbiana e respiração basal, principalmente, na camada superficial. O nível de fertilidade do solo, sob todos os ecossistemas, foi extremamente baixo. As melhores condições foram observadas para os ecossistemas que mantiveram os maiores estoques de carbono orgânico no solo, mata nativa e C. maculata. Os estoques de carbono, a presença e atividade de microrganismos e a fertilidade do solo na camada de 5-10 cm foram, consideravelmente, menores que na camada superficial, proporcionando menores diferenças relativas no solo entre os ecossistemas estudados.
The sylviculture is an important source of forest products, such as wood, to the society, and the soil is the basic growth substract for trees. The forest sustainability, however, depends on its study and preservation, and the importance of organic matter is more and more notable in tropical environments. Research in planted forests, which are over 20 years old, are important to explain effects on advanced stages of the dynamic equilibrium, but still being not well approached in the literature. The purpose of this study was to assess the following parameters: soil fertility, microbiological activity, quantity and quality or soil organic carbon found on planted forest ecosystems, and on wild forest. Layers from 0 to 5, and from 5 to 10 centimeters deep of oxisol clayed were sampled in experimental plots containing eucalyptus and pine established in 1974, at the Federal University of Lavras. Treatments consisted of soil samples collected from areas containing four eucalyptus species, namely, E. grandis, E. pilularis, E. cloeziana and Corymbia maculata; one pine specie, Pinus caribaea var. hondurensis; and from an adjacent fragment of the Montana Semidecidual Forest. The performance assessment was based on the number of trees per hectare for each specie in the current stand. Estimates of the following variables were obtained: stock of total carbon on light and heavy fractions, basal breath and carbon of microbial biomass, and soil fertility. The wild forest showed better soil characters in terms of accumulation and carbon quality, microbial activity and soil fertility. Soil on which was planted eucalyptus was found to show estimates close to those found on wild forest, especially those containing C. maculata and E. cloeziana. The area containing the P. caribaea specie was the less efficient ecosystem in terms of carbon stock, soil fertility and conditions for life in the soil. All ecosystems showed suitable levels for carbon obtained from microbial biomass and basal breath, mainly, on the surface layer. However, the soil fertility was very low. The best conditions were found on ecosystems containing greater content of soil organic carbon, wild forest, and that containing the C. maculata specie. Carbon stock, presence and microorganisms activity, and soil fertility on the layer from 5 to 10 centimeters were very lesser than those found on the surface layer, making small relative differences on soils of these ecosystems.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do curso de Engenharia Florestal, área de concentração em Ciências Florestais, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5126
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.