Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DQI - Departamento de Química >
DQI - Programa de Pós-graduação >
DQI - Agroquímica - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5266

Title: Preparo de materiais a partir de lama vermelha e avaliação da atividade catalítica
???metadata.dc.creator???: Chagas, Grasielle de Morais
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Guerreiro, Mário César
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Resende, Eliane Cristina de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Nunes, Cleiton Antônio
Magalhães, Fabiano
???metadata.dc.description.concentration???: Agroquímica
Keywords: Lama vermelha
Resíduo
Fenton
Foto-Fenton
Fotocatálise
Oxidação
Compostos orgânicos
Red mud
Residue
Photo-Fenton
Photocatalysis
Oxidation
Organic compounds
???metadata.dc.date.submitted???: 25-Feb-2015
Issue Date: 2015
???metadata.dc.description.sponsorship???: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Citation: CHAGAS, G. de M. Preparo de materiais a partir de lama vermelha e avaliação da atividade catalítica. 2015. 83 p. Dissertação (Mestrado em Agroquímica) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
???metadata.dc.description.resumo???: O resultado da atividade de algumas indústrias do setor primário vem acompanhado da geração de grandes quantidades de resíduos sólidos. A lama vermelha é um resíduo da indústria de alumínio que apresenta, em sua constituição, alguns metais com propriedades interessantes e em vários estudos tem sido avaliado o seu potencial como um catalisador. Foi estudada a utilização da lama vermelha (LV) no preparo de novos materiais que foram testados como catalisadores em reações de oxidação do composto orgânico modelo azul de metileno (AM). Na primeira parte foi utilizada a lama vermelha in natura e submetida ao tratamento com 1% e 5% de ácido acético (LV_1% e LV_5%). Os materiais foram caracterizados e testados utilizando-se os processos Fenton, foto-Fenton e fotocatálise. Após o tratamento, a LV apresentou um aumento de cerca de quatro vezes na área superfícial. Com os testes de oxidação, pode-se observar que o sistema foto-Fenton mostrou-se o mais ativo para os materiais, apresentando 100% de remoção após 3 horas de reação para a LV_5% e após 4 horas para a LV_1%. Na segunda parte do trabalho, foi testada a LV submetida ao tratamento com CO2 e Fe(NO3)3, seguida do teste da LV_CO2 com diferentes porcentagens de Fe(NO3)3. Os materiais foram caracterizados e, pelos resultados, verificou-se que os tratamentos promoveram mudanças nas fases presentes na LV, melhorando a sua capacidade catalítica. A LV_Nat_CO2_6%Fe removeu 82% da coloração e a LV_Nat, apenas 48%. Nos testes seguintes, a LV_CO2_6%Fe apresentou capacidade de remoção de 74%; a LV_CO2_8%Fe apresentou 87% e seu precursor LV_CO2, 29% de remoção. A aplicação da lama vermelha em processos catalíticos apresenta-se como uma alternativa atraente, contribuindo nos processos de preservação ambiental, no desenvolvimento de tecnologias sustentáveis e atendendo aos interesses das indústrias do alumínio e de outros setores produtivos em minimizar seus contaminantes.
Abstract: The result of the activity of some of the primary sector industries is accompanied by the generation of large amounts of solid waste. Red mud is a waste product of the aluminum industry has in its constitution metals with interesting properties and various studies have assessed its potential as a catalyst. We studied the utilization of red mud (RM) in the preparation of new materials were tested as catalysts in degradation reactions and adsorption of the organic compound model methylene blue (MB). The first part was used fresh red mud and subjected to treatment with acetic acid (RM_1% and RM_5%). The materials were characterized and tested using the procedures Fenton, photo-Fenton and photocatalysis. Following treatment, the RM increased by about 4 times the surface area. According to oxidation test, it can be seen that the photo-Fenton system proved to be the most active for materials with 100% removal after 3 h of reaction for RM_5 % and after 4 h for RM_1%. In the second part of the work, was first tested the RM subjected to treatment with CO2 and Fe(NO3)3, followed by RM_CO2 test treated with different percentages of Fe(NO3)3. For the characterization it was found that the treatments made changes in the phases present in the RM and improving their catalytic ability. In the first oxidation tests, RM_Nat_CO2_6%Fe removed 82% of color and RM only 48%. In the following tests RM_CO2_6% Fe showed removal capacity of 74%, the RM_CO2_8%Fe was 87% and RM_CO2 29% of removal. Based on the above results, it can be noted that the application of red mud in catalytic processes presents itself as an attractive alternative, contributing to environmental preservation processes, development of sustainable technologies and serving the interests of the aluminum industry and other sectors productive in minimizing its contaminants.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5266
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DQI - Agroquímica - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Preparo de materiais a partir de lama vermelha e avaliação da atividade catalítica.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback