Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/528

Title: Protocolos de indução hormonal em lambari (Astyanax fasciatus) e curimba (Prochilodus lineatus)
???metadata.dc.creator???: Andrade, Estefânia de Souza
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Murgas, Luis David Solis
???metadata.dc.contributor.referee1???: Mian, Glaúcia Frasnelli
Machado, Mônica Ferreira Rodrigues
Veras, Galileu Crovatto
Drummond, Cristina Delarete
???metadata.dc.description.concentration???: Ciências Veterinárias
Keywords: Fêmea
Horário de aplicação
Reprodução induzida
Macho
Female
Application period
Male
Induced reproduction
???metadata.dc.date.submitted???: 2012
Issue Date: 2013
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq
Citation: ANDRADE, E.de S. Protocolos de indução hormonal em lambari (Astyanax fasciatus) e curimba (Prochilodus lineatus). 89 p. Tese (Doutorado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
???metadata.dc.description.resumo???: Objetivou-se avaliar os efeitos de diferentes indutores hormonais na reprodução de lambari (Astyanax fasciatus) e a influência do tempo de indução hormonal em fêmeas e machos de curimba (Prochilodus lineatus), utilizando gonadorelina e Extrato Bruto de Hipófise de Carpa (EBHC). No experimento I as fêmeas de lambari foram expostas a fotoperíodo e temperatura controlados. As dosagens hormonais constutiram os tratamentos: 6,0 mg/kg de EBHC; 0,25; 0,5; 0,75; 0,9 mL/kg de acetato de buserelina e 40; 60; 80; 100 µg/kg de gonadorelina. As variáveis avaliadas foram níveis de Hormônio Luteinizante (LH) e estradiol, índice gonadossomático (IGS), índice hepatossomático (IHS), número total de ovócitos produzidos por peixe, número de ovócitos em 0,1 g, diâmetro dos ovócitos (µm) e porcentagem de ovócitos com a vesícula germinativa na posição periférica (PPGV%). Foi utilizado um DIC sendo os dados analisados pela ANOVA. Foi realizada uma análise de variância em esquema hierárquico seguida de uma análise de regressão. O número total de ovócitos por fêmea e o número de ovócito em 0,1 g apresentou diferença (P<0,05) entre os tratamentos. A análise de regressão das doses, em relação a PPGV% apresentou a dose ideal de gonadorelina de 57 µg/mL. O LH apresentou diferença (P<0,05) entre o controle negativo e os tratamentos. No experimento II 16 casais de curimba foram induzidos com duas aplicações de EBHC ou gonadorelina em intervalo de 12 horas, que foram realizadas as 12:00 (ML) ou 24:00 (MD). Nas fêmeas o número de ovócitos/grama, o diâmetro (µm) e a PPGV% foram avaliadas. Nos machos foram avaliados, volume total do sêmen (mL), concentração, taxa e duração da motilidade espermática e morfologia. A taxa de fertilização e eclosão também foi avaliada. Os dados foram analisados utilizando o SAEG. Foi observada interação (P< 0,05) do hormônio e o período de aplicação sobre a variável de desova. Houve efeito (P <0,05) do hormônio sobre o peso da desova, oócitos por grama e as horas graus. Nos machos, a utilização de EBHC promoveu maior volume seminal. Na aplicação hormonal realizada em MD, a utilização de EBHC apresentou maior duração da motilidade espermática. Somente os reprodutores que receberam a indução hormonal com EBHC apresentaram taxas de fertilização e eclosão. Conclui-se que na reprodução induzida do lambari, recomenda-se a utilização do hormônio gonadorelina na dose de 57 µg/mL, e que a gonadorelina nas doses utilizadas para curimba, não é eficiente para a obtenção de larvas viáveis, independentemente do horário de aplicação. Nesta espécie, o EBHC pode ser aplicado nos machos e nas fêmeas em ML ou MD, sem alterar a qualidade dos gametas.
This work aimed at evaluating the effects of different hormonal inductors on lambari (Astyanax fasciatus) reproduction and the influence of the period of the hormonal induction in male and femal curimba (Prochilodus lineatus), using gonadorelin and Crude Carp Pituitary Extract (CCPE). In experiment I, the lambari females were exposed to controlled photo period and temperature. The treatments were constituted of the hormonal dosages: 6.0 mg/kg of CCPE; 0.25, 0.5, 0.75 and 0.9 mL/kg of buserelin acetate; and 40, 60, 80 and 100 µm/kg of gonadorelin. The evaluated variables were: levels of Luteinizing Hormone (LH) and estradiol, gonadossomatic index (GSI), hepato somatic index (HIS), total number of oocytes produced by fish, number of oocytes in 0.1 g, oocyte diameter (µm) and percentage of oocytes with germinal vesicle in a peripheral position (GVPP%). A completely randomized design was used, with data analyzed by ANOVA. A variance analysis was performed in a hierarchic scheme followed by a regression analysis. The total number of oocytes per female and the number of oocytes in 0.1 g presented difference (P < 0.05) between the treatments. The regression analysis of the dosages, in relation to GVPP% presented an ideal dosage of gonadorelin of 57 µg/mL. The LH presented difference between the negative control and the treatments. In experiment II, sixteen curimba pares were induced with two applications of CCPE or gonadorelin in an interval of 12 hours, which were at 12:00 (HL) or 24:00 (HD). For the females, the number of oocytes/g, the diameter (µm) and the GVPP% were evaluated. For the males, the total volume of semen (mL), concentration, spermatic motility rate and duration morphology were evaluated. The fertilization and hatching rates were also evaluated. The data were analyzed using SAEG. An interaction (P < 0.05) of the hormone and the application period was observed for the spawning variable. An effect of the hormone occurred (P < 0.05) over the spawning weight, oocytes/g and hours degree. For the males, the use of CCPE promoted larger semen volume. With the hormonal application at HD, the use of CCPE presented larger spermatic motility duration. Only the broadstock induced with CCPE presented fertilization and hatching rates. It is concluded that in lambari induced reproduction, the use of a 57 µg/mL dose of gonadorelin hormone is recommended, and that gonadorelin in the dosages used for curimba are not efficient in the obtaining viable larvae, independently of the application period. For this species, the CCPE may be applied to males and females, in HL or HD, without altering the quality of the gametes.
Description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Doutor. ARTIGO 1 Protocolos de indução hormonal em lambari (Astyanax fasciatus) submetido à ambiente controlado. ARTIGO 2 Effect of different hormonal inducers and time of application about the reproduction of Curimba.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/528
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DMV - Ciências Veterinárias - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE Protocolos de indução hormonal em lambari (Astyanax fasciatus) e curimba (Prochilodus lineatus).pdf487.71 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback