Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/544

Title: Condicionamento fisiológico e conservação de sementes de girassol
???metadata.dc.creator???: Pereira, Diego de Sousa
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Carvalho, Maria Laene Moreira de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Oliveira, João Almir
Guimarães, Renato Mendes
Vieira, Antônio Rodrigues
???metadata.dc.description.concentration???: Produção Vegetal
Keywords: Hidrocondicionamento
Ácido ascórbico
Armazenamento
Qualidade fisiológica
Hydropriming
Physiologic quality
Storage
Ascorbic acid
???metadata.dc.date.submitted???: 2012
Issue Date: 2013
Citation: PEREIRA, D. de S. Condicionamento fisiológico e conservação de sementes de girassol. 2012. 91 p. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
???metadata.dc.description.resumo???: O condicionamento fisiológico das sementes é uma tecnica que visa à recuperação do sistema de membranas celulares e propicia uma maior uniformidade e velocidade de germinação dos lotes. Para avaliar métodos de condicionamento e as alterações que ocorrem nas sementes de girassol com o condicionamento fisiológico e posterior armazenamento, foram utilizados lotes de sementes de Girassol do Híbrido Simples Hélio 253. O primeiro experimento consistiu na adequação da metodologia para o condicionamento fisiológico das sementes de girassol. As sementes foram submersas em solução aerada de polietileno glicol (PEG 6000) nas concentrações de -1,0 e -2,0 MPa, solução de KNO3 nas concentrações de -0,5 e -1,0 MPa, Ácido ascórbico (75 mg L-1) e ao condicionamento com água destilada durante quatro intervalos de tempo (24, 36, 48 e 72 Horas) a uma temperatura de 15 °C. Após o condicionamento a secagem das sementes foi realizada em estufa com circulação de ar, com temperatura constante de 30 °C. As sementes foram avaliadas pelas determinações: teor de água, germinação, emergência e condutividade elétrica. No segundo experimento as sementes foram submersas em solução aerada de Ácido ascórbico (75 mg L-1) e água destilada, por um período de 36 horas a uma temperatura de 15 °C. A secagem das sementes foi realizada em estufa com circulação de ar com temperatura constante de 30 °C e as avaliações foram realizadas em quatro períodos de armazenamento (0, 10, 20 e 30 dias). As sementes foram avaliadas pelas determinações: testes de teor de água, primeira contagem de germinação, porcentagem de germinação em substrato papel e areia, emergência, índice de velocidade de emergência, T50% e condutividade elétrica. O condicionamento das sementes de girassol em água e em solução de ácido ascórbico por 36 horas, afeta positivamente a germinação e o vigor. O efeito benéfico do hidrocondicionamento na qualidade fisiológica das sementes de girassol é mantido por 10 dias após o condicionamento. O condicionamento com solução de ácido ascórbico favorece a qualidade das sementes de girassol por 20 dias após o condicionamento.
The seed priming is a technique that aims the recovery of cells membrane system and provides higher uniformity and germination speed of the seed lots. For the evaluation of priming methods and the changes that happen in sunflower seeds during the storage, were used lots of single-cross hybrid Helio 253. The first essay consisted in the adequacy of the priming methodology for sunflower seeds. The seeds were primed in aerated solution of polyethylene glycol (-1,0 and -2,0 MPa), potassium nitrate (-0,5 and -1,0 MPa), ascorbic acid (75 mg L-1) and in distilled water, for four periods (24, 36, 48 and 72 hours) at 15 °C. After the priming, the seeds drying was done in oven with air circulation, at 30 °C. The seeds were evaluated by the following determinations: seed moisture content, germination, emergence and electric conductivity. In the second essay, the seeds were primed in aerated solution of ascorbic acid (75 mg L-1) and in distilled water, for 36 hours at 15 °C. The seeds drying was done in oven with air circulation at 30 °C and the evaluations were done after four times of storage (0, 10, 20 and 30 days) by the following determinations: seed moisture content, germination first count, germination percentage in paper and sand substrate, emergence, emergence speed index, T50% and electric conductivity. The priming of sunflower seeds in water and in ascorbic acid solution for 36 hours at 15 °C affects positively the germination and the vigor. The benefic effects of the hydropriming on the seeds quality is kept for 10 days after the treatment. The priming in ascorbic acid solution aids the sunflower seeds quality for 20 days after the priming.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/544
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO Condicionamento fisiológico e conservação de sementes de girassol.pdf1.45 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback