Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5450
Título: Silício no desenvolvimento morfofisiológico de mudas de maracujazeiro amarelo
Título(s) alternativo(s): Silicon in morphophysiological development of seedlings of yellow passion fruit
Autor : Souza, Bárbara Nogueira de
Primeiro orientador: Pasqual, Moacir
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Dias, Gabrielen de Maria Gomes
Primeiro membro da banca: Alvarenga, Ângelo Alberico
Pio, Leila Aparecida Salles
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Ácido silícico
Citometria de fluxo
Anatomia foliar
Silicic acid
Flow cytometry
Leaf anatomy
Data da publicação: 24-Abr-2015
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: SOUZA, B. N. de. Silício no desenvolvimento morfofisiológico de mudas de maracujazeiro amarelo. 2015. 79 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: O objetivo do trabalho foi melhorar a qualidade final das mudas de maracujazeiro amarelo pela adição de silício ao substrato, e verificar o acúmulo de silício pelas plantas. O experimento foi desenvolvido em casa de vegetação, localizada no Departamento de Agricultura, da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Sementes de maracujazeiro (Passiflora edulis Sims. f. flavicarpa Deg.) foram semeadas em bandejas de poliestireno até que atingissem porte suficiente para serem transplantadas para vasos. Após 60 dias, as mudas com aproximadamente 15 cm de altura, foram transplantadas para vasos de polietileno contendo 1,1 kg de substrato Tropstrato®. As mudas dispostas aleatoriamente sobre a bancada da casa de vegetação foram irrigadas diariamente, a fim de suprir suas necessidades hídricas. Os tratamentos consistiram de quatro concentrações (0; 0,28; 0,55 e 0,83 g/vaso) de silício na forma de solução de ácido silícico (SiO2.XH2O) a 1%. Esta solução foi aplicada ao redor do caule das plantas (drench), sendo a primeira aplicação realizada 15 dias após o transplantio das mudas. No total, foram realizadas três aplicações, em intervalos de 15 dias. Os vasos que constituíram o controle (testemunha) receberam água na mesma quantidade. Após a última aplicação, as plantas foram submetidas a análise química de concentração de silício, microanálise de raios X, citometria de fluxo, anatomia, atividade fotossintética, características ultraestruturais e às análises fitotécnicas. Pode-se concluir que o silício proporciona melhor crescimento e desenvolvimento das mudas de maracujazeiro, entre as concentrações 0,28 e 0,55 g/vaso, a absorção de silício e sua deposição nas folhas de maracujazeiro são proporcionais a disponibilidade desse elemento para a planta, e a estabilidade genética, é preservada nas plantas de maracujazeiro tratadas com silício. Além disso, este elemento proporciona alterações anatômicas, como o aumento da espessura da epiderme adaxial e a redução do parênquima paliçádico, interferindo também no aparato fotossintético das plantas.
Abstract: The aim of this study was to improve the final quality of the seedlings of yellow passion fruit by adding silicon to the substrate and check the silicon accumulation by the plants. The experiment was conducted in a greenhouse located at the Department of Agriculture, Federal University of Lavras (UFLA). Passion fruit seeds (Passiflora edulis Sims. F. Flavicarpa Deg.) were sown in polystyrene trays until sized reached enough to be transplanted to pots. After 60 days the seedlings with about 15 cm of tall were transplanted in a plastic pots containing 1.1 kg of Tropstrato® substrate. The seedlings randomly arranged on the counter in greenhouse were irrigated daily in order to supplement their water needs. The treatments consisted of four concentrations (0, 0.28, 0.55 and 0.83 g / pot) of silicon in the form of silicic acid solution (SiO2.XH2O) 1%. This solution was applied around the stems of the plants (drench), the first application were at 15 days after the seedlings transplanting. In total were realized three applications with intervals of 15 days. The pots that constituted the control treatment received water in the same amount. After the last application, the plants were subjected to chemical analysis of silicon concentration, X-ray microanalysis, flow cytometry, anatomy, photosynthetic activity, ultrastructural characteristics and analysis phytotechnical. It can be concluded that silicon provides better growth and development of seedlings, concentrations between 0.28 and 0.55 g / pot, the silicon absorption and deposition in passion fruit leaves are proportional to the availability of this element for the plant and plant genetic stability is preserved in the passion fruit treated with silicon Furthermore, this element provides anatomical changes, such as increasing the thickness of the adaxial epidermis and the reduction of palisade parenchyma, also interfering in the photosynthetic apparatus of plants.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5450
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Silício no desenvolvimento morfofisiológico de mudas de maracujazeiro amarelo.pdf3,1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.