Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5531
Título: Morcegos Phyllostomidae (Mammalia, Chiroptera) em um mosaico agrícola no sudeste do Brasil: sazonalidade e frugivoria
Autor : Laurindo, Rafael de Souza
Primeiro orientador: Gregorin, Renato
Primeiro membro da banca: Correa, Bruno Senna
Pompeu, Paulo dos Santos
Área de concentração: Ecologia e Conservação de Recursos Naturais em Ecossistemas Fragmentados e Agrossistemas
Palavras-chave: Floresta Atlântica
Quirópteros
Dieta
Fenologia
Sazonalidade
Atlantic Rainforest
Chiropterans
Diet
Phenology
Seasonality
Data da publicação: 28-Abr-2015
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: LAURINDO, R. de S. Morcegos Phyllostomidae (Mammalia, Chiroptera) em um mosaico agrícola no sudeste do Brasil: sazonalidade e frugivoria. 2015. 75 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: A conversão de florestas em terras agrícolas, em todo o mundo, vem acontecendo em ritmo cada vez mais acelerado, principalmente na região tropical. Por isso é muito importante estudar a abundância, composição e fatores que influenciam as dinâmicas da comunidade animal e vegetal nesses ambientes. A abundância e a riqueza de espécies em um determinado local podem ser influenciadas por fatores como condições climáticas, disponibilidade de recursos, interações com competidores e predadores, entre outros. A disponibilidade de recursos muda no decurso do tempo e resulta em períodos de escassez e abundância de alimentos, o que contribui fortemente para a dinâmica da comunidade animal em ambientes tropicais, além de influenciar padrões de atividade e composição da dieta. O objetivo deste trabalho foi investigar a abundância e dieta de morcegos frugívoros em um mosaico agrícola no sudeste do Brasil e testar a hipótese de que a estrutura local da assembleia de morcegos frugívoros muda no decurso do tempo em resposta à disponibilidade de recursos alimentares. A amostragem de morcegos foi realizada entre dezembro de 2013 e janeiro de 2015, totalizando 70 noites de coleta, com auxílio de dez redes de neblina; no período de fevereiro de 2014 a janeiro de 2015, acompanhou-se a fenologia das espécies florestais que têm seus frutos consumidos por morcegos. E no período de dezembro de 2013 a outubro de 2014, foram coletadas amostras fecais para identificação da dieta. Como esperado, detectou-se maior abundância e riqueza de espécies na estação chuvosa e quente, período em que a disponibilidade de recursos também foi maior. Os resultados revelaram relação positiva (r2 = 0.70) entre abundância de frutos e abundância de morcegos.
Abstract: The conversion of forests into agricultural land has been occurring on an increasingly faster pace worldwide, especially in the tropical region. Thus, it is very important to study the abundance, composition and the factors that influence the dynamics of animal and plant community in these environments. The abundance and species richness in a particular location may be influenced by factors such as climatic conditions, interactions with competitors and predators, and availability of resources. This resource availability changes over time, resulting in shortages in food abundance, which contributes strongly to animal community dynamics in tropical environments, and influence the activity and composition of dietary patterns. The aim of this study was to investigate the abundance and diet of frugivores bats in an agricultural mosaic in southeastern Brazil, testing the hypothesis that the local structure of frugivores bat assemblage changes over time in response to availability of food resources. Sampling of bats was carried between December 2013 and January 2015, in a total of 70 nights, using ten mist nets. From February 2014 to January 2015, we followed the phenology of forest species whose fruits are consumed by bats. From December 2013 to October 2014, we collected fecal samples for diet identification. As expected, we detected a greater abundance and species richness in the hot rainy season, a period where the availability of resources was also higher. The results showed a positive relationship (r2 = 0.70) between fruit abundance and abundance of bats.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5531
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.