Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/559
Título: Avaliação do impacto da utilização de manilhas na construção de estradas sobre ambientes aquáticos e na ictiofauna em duas rodovias na região sul de Minas Gerais
Autor : Yuhara, Thais Yumi
Primeiro orientador: Pompeu, Paulo dos Santos
Primeiro membro da banca: Zuanon, Jansen Alfredo Sampaio
Passamani, Marcelo
Área de concentração: Ecologia e Conservação de Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas
Palavras-chave: Ecologia de estrada
Alto Paraná
Impacto antrópico
Peixe
Ecologia aquática
Road ecology
Alto Paraná
Humanimpact
Data da publicação: 2013
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq
Referência: YUHARA, T. Y. Avaliação do impacto da utilização de manilhas na construção de estradas sobre ambientes aquáticos e na ictiofauna em duas rodovias na região sul de Minas Gerais. 2012. 69 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação de Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: Poucos estudos com os impactos causados pela construção de estradas em ambientes aquáticos foram realizados no Brasil, pois não há o interesse econômico pela fauna de peixes de cabeceiras. Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar estes impactos, comparando-se dez córregos interceptados por rodovias, utilizando manilha como meio de ligar fragmentos, e seis córregos que não possuem manilhas. Cada córrego foi amostrado em suas estações seca e chuvosa e num trecho total de 300 m, sendo 150 m a jusante da manilha e 150 m a montante, subdivididos em 20 seções, no total. Quando comparados os dados do ambiente físico entre as duas regiões, apenas a presença de madeira no leito mostrou-se significativamente diferente entre as regiões de montante e jusante. A relação entre a diferença de abundância e riqueza entre as regiões com o desnível da manilha não foi significativo. A análise de similaridade mostrou diferença significativa entre os córregos com desnível acima e abaixo de 40 cm e córregos sem manilha, com relação à similaridade de fauna no período após a seca De forma geral, os resultados mostram que a manilha causa impactos na ictiofauna e no ambiente físico, representando barreira ao transporte de sedimento e para o deslocamento de peixes.
Few studies of the impacts caused by road construction in aquatic environments have been conducted in Brazil. The main reason is that there is no economic interest in the fish fauna of the headwaters. This study aimed to assess these impacts comparing ten streams intercepted by road using culverts, and six streams without them (controls). Each stream was sampled in their dry and rainy seasons along a total stretch of 300 meters, 150 meters downstream and 150 meters upstream of culvert, divided into 20 sections. When comparing data of the physical environment between the two groups, only the presence of wood in the river bed was significantly different between the upstream and downstream regions. The height of the obstacle represented by the culvert, could not explain differences in abundance and fish richness between the two reagionss. However, the similarity analysis indicated that the differences between upstream and downstream communities are related to the culvert height. Overall the results show that the culvert has an impact on the fish fauna and on the physical environment, mainly due to the barrier they represent on the transport of sediment and for fish.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada, área de concentração em Ecologia e Conservação de Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/559
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.