Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5703

Título: Avaliação do Lithothamnium como corretivo da acidez do solo e fonte de nutrientes para o feijoeiro
Título Alternativo: Evaluation of lithothamnium as corrective of soil acidity and source of nutrients for bean plants
Autor(es): Melo, Paulo César de
Furtini Neto, Antonio Eduardo
Assunto: Lithothamnium calcareum
Phaseolus vulgaris L.
Acidez
Saturação por bases
Fertilizante
Soil acidity
Saturation for bases
Fertilizer
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jun-2003
Referência: MELO, P. C. de; FURTINI NETO, A. E. Avaliação do Lithothamnium como corretivo da acidez do solo e fonte de nutrientes para o feijoeiro. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 27, n. 3, p. 508-519, maio/jun. 2003.
Resumo: Com o objetivo de avaliar o efeito do Lithothamnium na correção da acidez de solo e como fonte de nutrientes para o feijoeiro, desenvolveu-se um experimento em condições de casa-de-vegetação. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com quatro repetições, três solos, Neossolo Quartzarênico (NQ), Latossolo Vermelho Amarelo (LV) e Argissolo Vermelho (AV) e nove tratamentos (testemunha - dose zero) e quatro doses de Lithothamnium (1/4; 1/2; 1 e 2 vezes a dose para V a 70%), e quatro adicionais: calcário dolomítico comercial como referência-padrão (V a 70%); Lithothamnium (V a 70%) sem micronutrientes; Lithothamnium (V a 70%) com redução de 20% de NPK e Lithothamnium (V a 70%) mais Mg. Foram utilizados vasos de três dm3 com quatro plantas de feijoeiro. Dessas quatro, duas foram colhidas no florescimento, nas quais avaliaram-se as concentrações de macro e micronutrientes nas folhas; as outras foram colhidas no final do ciclo, quando avaliou-se, dentre outras características, a produção de matéria seca de grãos. O Lithothamnium mostrou praticamente o mesmo efeito que o calcário dolomítico comercial na correção da acidez e na saturação por bases utilizando-se a dose para V a 70%. O Lithothamnium promoveu, nos três solos, a elevação dos teores de cálcio e magnésio, aumento nos valores de pH e saturação por bases e conseqüente redução na saturação por alumínio, podendo o produto ser utilizado como corretivo e fertilizante. Esses efeitos promoveram melhores condições de nutrição, crescimento e produção do feijoeiro. A dose para se atingir 90% da produção máxima de grãos de feijoeiro no solo NQ foi de 610 kg ha-1 e no solo LVd de 1.090 kg ha-1, abaixo das doses de Lithothamnium para se atingir um V a 70%. No NQ, na ausência de Lithothamnium e também no tratamento adicional, Lithothamnium (V a 70%) sem micronutrientes não houve a produção de grãos. De maneira geral, observou-se que as menores doses de Lithothamnium, nos três solos, foram as que apresentaram melhores resultados nas características avaliadas e que os melhores resultados foram encontrados no LVd.
Abstract: With the objective of evaluating the efficiency of lithothamnium in the correction of the soil acidity and as source of nutrients for bean plants, an experiment was conducted in vases, in greenhouse conditions. The experimental design was a complete randomized one, with nine treatments: control, four doses of lithothamnium (1/4, 1/2, 1 and 2 times the dose for V at 70%), commercial dolomite limestone as reference pattern (dose for V at 70%), lithothamnium (V at 70%) without micronutrients, lithothamnium (V at 70%) with reduction of 20% of NPK and lithothamnium (V at 70%) plus Mg. Three soil classes were evaluated, Quartzarenic (NQ), Yellow Red Latossol (LV) and Red Argissol (AV), with four repetitions for each treatment. Four bean plants were cultivated in vases with three dm3. Two of these plants were harvested in the flowering period, with both the macro and micronutrients concentrations being evaluated. The other two plants were harvested at the end of the cycle, when the productions of grain and vegetable dry matter (aerial parts, root, grain and total) were evaluated. Lithothamnium showed practically the same effect of the commercial dolomite limestone in the correction of the acidity and in the saturation for bases being used the dose to reach a V at 70%. Lithothamnium promoted in the three soils, the elevation of calcium and magnesium levels, increasing the pH values and saturation for bases, and consequently, reduction in the saturation for aluminum, accrediting the product to be used as corrective and fertilizer. Those effects promoted better nutrition conditions, growth and production of the bean plant. The doses to reach 90% of the maximum production of grains in the NQ and LV soils were 610 and 1.090 kg ha-1, respectively, these doses being lower than those required to reach a V at 70%. In NQ soil, without lithothamnium, and also in the treatment with lithothamnium (dose for V at 70%) without micronutrients, plants did not produce grains. In a general way, it was observed that the smallest doses of lithothamnium, in the three soils, were the ones that presented better results in the appraised characteristics and that the best results were found in LV.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542003000300003
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback