Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5727

Título: Manose na alimentação de leitões na fase de creche (desempenho, pH de do trato gastrintestinal e peso dos órgãos)
Título Alternativo: Mannose in piglets feeding in the nursery phase: (performance, pH of the gastrointestinal and weight of the organ)
Autor(es): Santos, Wilams Gomes dos
Filgueiras, Eduardo Pinto
Bertechini, Antônio Gilberto
Fialho, Elias Tadeu
Lima, José Augusto de Freitas
Brito, Maria Aparecida Vasconcelos de Paiva
Assunto: Suíno - Alimentação e rações
Suíno - Desempenho
Antibiótico promotor do crescimento
Prebióticos
Swine - Feeding and feeds
Swine - Performance
Antibiotic growth promoter
Prebiotics
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Jun-2003
Referência: SANTOS, W. G. dos et al. Manose na alimentação de leitões na fase de creche (desempenho, pH de do trato gastrintestinal e peso dos órgãos). Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 27, n. 3, p. 696-702, maio/jun. 2003.
Resumo: Objetivou-se com o presente trabalho avaliar a utilização de manose como promotor de crescimento em dietas de suínos na fase de creche em alternativa ao uso de antibióticos. Avaliaram-se o desempenho, peso absoluto e relativo do fígado, pâncreas e baço, pH do conteúdo do estômago e ceco. Foram utilizados 160 leitões desmamados aos 21 dias de idade, sendo 80 machos castrados e 80 fêmeas, com peso médio de 6,2 kg (± 0,986 kg), em delineamento experimental em blocos ao acaso com cinco tratamentos, oito blocos e quatro leitões por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de cinco rações, sendo uma com 25 ppm do antibiótico colistina (controle) e quatro rações com níveis crescentes de manose (0%; 0,02%; 0,10%; e 0,20%). As rações foram isonutrientes com 20% de PB e 3500 kcal de ED/kg de ração e foram formuladas para atender às exigências dos leitões nessa fase. Observou-se que os tratamentos não influenciaram (P>0,05) o ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar e pH do conteúdo do estômago e do ceco, o mesmo ocorrendo com o peso absoluto e relativo do fígado, pâncreas e baço. Conclui-se que a inclusão de manose como promotor de crescimento às rações de leitões na fase de creche não melhorou o desempenho e não influenciou o peso dos órgãos e o pH do conteúdo do estômago e do ceco.
Abstract: The present work was designed to evaluate the use of mannose as a growth-promoting additive for swine in nursery phase as an alternative to the use of antibiotics. The performance, relative weight of the liver, pancreas and spleen, pH of the stomach and cecum contents were evaluated. A hundred sixty (160) weaned piglets were utilized at 21 days old, 80 being castrated males and 80 females, weighing, on average, 6.2 kg (±0.986 kg) in an experimental randomized block design with five replicates, eight blocks and four piglets per experimental unit. The treatments consisted of five rations, one of the rations containing 25ppm of the antibiotic colistin (control) and four rations with growing levels of mannose (0 %; 0.02%; 0.10% and 0.20%). The diets were isonutrient with 20% of CP and 3.500 kcal of DE/kg of ration, they were formulated to meet the piglets requirements in this phase. It was found that the treatments did not influence (P>0.05) gain weight, feed intake and feed conversion and pH of the stomach and cecum content. The same occurring with the absolute and relative weight of the liver, pancreas and spleen. It follows that the inclusion of mannose as a growth-promoting additive to the piglet diets in the nursery phase did not improve performance and did not influence the weight of the organs and pH of the stomach and cecum contents.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542003000300027
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback