Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5763

Título: Desempenho de híbridos de linhagens parcialmente endogâmicas de milho em regiões dos estados de Roraima e Minas Gerais
Título Alternativo: Performance of hybrids of partially endogamic lines s2 of maize in regions of the states of Roraima and Minas Gerais
Autor(es): Carvalho, Agnaldo Donizete Ferreira de
Souza, João Cândido de
Ribeiro, Pedro Hélio Estevam
Assunto: Milho híbrido
Linhagem
Dialelo
Zea mays
Hybrid maize
Line
Diallel
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Out-2003
Referência: CARVALHO, A. D. F. de; SOUZA, J. C. de; RIBEIRO, P. H. E. Desempenho de híbridos de linhagens parcialmente endogâmicas de milho em regiões dos estados de Roraima e Minas Gerais. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 27, n. 5, p. 985-990, set./out. 2003.
Resumo: Entre as alternativas de tipos de híbridos de milho (Zea mays L.), os que envolvem linhagens parcialmente endogâmicas (LPE) S2 possuem a vantagem de maior rapidez na obtenção, se comparados com linhagens de endogamia completa. Essas LPE S2 podem ser obtidas a partir de qualquer tipo de população, porém, uma boa opção seria aquelas derivadas de híbridos simples comerciais, que associam produtividade e grande proporção de locos segregantes. Com esse intuito, o presente trabalho foi conduzido visando à avaliação de híbridos de LPE S2 derivados de três híbridos simples comerciais. Para obtenção dos híbridos, foram selecionados 30 LPE S2 de três populações distintas das cultivares híbridas comerciais: AG-9012, C-333B e Z-8392. Os cruzamentos foram realizados em esquema de dialelo circulante, em que cada LPE S2 de uma população foi cruzada com outras três LPE S2 de outra população. Para os cruzamentos, as LPE S2 foram semeadas em linha com dez metros cada uma. No aparecimento das primeiras espigas, as mesmas foram protegidas e, por ocasião da polinização, uma mistura de pólen de cada LPE S2 foi utilizada para polinizar pelo menos dez plantas de uma outra população LPE S2. Os híbridos obtidos foram avaliados em Boa Vista, Roraima e em Lavras, Minas Gerais, utilizando-se o delineamento látice simples 12x12, envolvendo os 135 híbridos LPE S2 obtidos e mais nove testemunhas, sendo elas as gerações F1 dos híbridos simples AG-9012, C-333B e Z-8392, um híbrido duplo (C 435) e cinco outros híbridos intervarietais. A parcela experimental foi constituída por uma linha de três metros de comprimento, espaçada de 90 cm entre linhas e permanecendo um total de cinco plantas por metro linear após o desbaste. As seguintes variáveis foram avaliadas: peso de espiga despalhada (PESP), altura de planta (ALTP) e altura de espiga (ALTE). Para a PESP, 81% dos híbridos S2 foram superiores às médias das testemunhas. Observou-se que 17% dos híbridos de LPE S2 tiveram desempenho superior ao híbrido simples C-333B C (10,76 t/ha) e 46% apresentaram desempenho superior à testemunha C-435 (9,56 t/ha), um híbrido duplo amplamente utilizado nos dois estados. Para ALTP e ALTE, os resultados foram semelhantes a PESP, salientado que o contraste H vs T foi não-significativo, inferindo-se que os híbridos S2 e as testemunhas apresentaram, em média, as mesmas ALTP e ALTE. Com esse fato, evidencia-se que os híbridos LPE S2 são semelhantes aos híbridos comerciais e mostra o potencial da utilização desse tipo de híbridos no Brasil, que pode substituir com vantagens alguns híbridos comerciais disponíveis no mercado.
Abstract: Among the types of maize hybrids those from S2 families have the advantage of higher synthesis speed. S2 families can be obtained from any kind of population, but a good option are those derived from commercial single cross hybrids that associate productivity and many segregant loci. So, the objective of the research way to evaluate hybrids derived from S2 families descendant of three single cross hybrids. The selection of hybrids was atrained from 30 S2 families derived of three segregant populations descendent of the commercial hybrids AG- 9012, C-333B and Z-8392. Three crossings were carried out using a circular partial diallel scheme, when each family from one population was crossed with three other families from other population. For the crossings the families had been sown, in line of 10 m long. When the first ear emerged, it was protected and during the pollination time a mixture of pollen of each family was used to pollinate at least ten plants of a family of an other population. The hybrids were evaluated in Boa Vista, Roraima state and Minas Gerais state, Brazil, using the simple lattice design 12x12, including 135 hybrids and nine checks. The checks were the F1 generation of the single cross hybrids AG 9012, C333 and Z 8392, a double cross hybrid (435) and five other intervariety hybrids. Each plot had one line of 3 m long, with five plants per linear meter, and spaced of 90 cm. The fertilization and others cultural care were the usually employed in the maize culture. The evaluation was based on: weight of dehushed ear (WDE), plant height (PH) and ear height (EH). 81% of the hybrids were superior to the cheeks based on WDE, 17% outyielded the single cross hybrid C333B (10.76 t/ha), and 46% were superior to C 435 (9,56 t/ha) which is a double cross hybrid widely used in both states. The results considering PH and EH were similar to WDE, however, the interaction hybrids x cheeks was not significant. Considering the results the S2 hybrids were similar to the commercial hybrids point out the potential of those hybrids for using in Brazil for replacing with advantage same commercial hybrids.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542003000500003
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback