Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5772

Título: Variabilidade morfocultural e genética de fungos associados a podridão peduncular do mamão
Autor(es): Peres, Ângela Pimenta
Silva-Mann, Renata
Vieira, Maria das Graças G. C.
Machado, José da Cruz
Assunto: Colletotrichum gloeosporioides
Phoma caricae-papayae
Fusarium solani
Amplified fragment length polymorphism
Carica papaya
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Out-2003
Referência: PERES, Â. P. et al. Variabilidade morfocultural e genética de fungos associados a podridão peduncular do mamão. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 27, n. 5, out. 2003.
Resumo: Objetivou-se, com este trabalho, verificar a variabilidade morfocultural e genética de fungos associados à podridão peduncular do mamão (Carica papaya L.). As avaliações morfoculturais foram feitas pelo índice de crescimento micelial e características das colônias, como coloração e tipo de micélio, quando os isolados foram crescidos em diferentes meios de cultura (BDA, MDA e Czapek). A variabilidade genética foi verificada por meio de análises de AFLP. Os isolamentos foram feitos em frutos obtidos de diferentes regiões produtoras do Brasil. Foram estudados oito isolados de cada uma das três espécies mais incidentes (Colletotrichum gloeosporioides, Phoma caricae-papayae e Fusarium solani). Foi verificado que os meios BDA e MDA promoveram um maior e mais rápido crescimento micelial para a maioria dos isolados testados e houve variações nas colorações das colônias desses isolados nos diferentes meios. A análise de AFLP gerou um total de 339 bandas polimórficas, indicando uma variabilidade genética entre os isolados de cada espécie fúngica, com alguns desses microrganismos formando grupos divergentes dos demais. Não foi observada uma correlação entre características morfológicas e análises de AFLP.
Abstract: The objective of this work was to look at the variability between isolates of the three fungal species, Colletotrichum gloeosporioides, Fusarium solani and Phoma caricae-papayae associated with stem-end rot in papaya fruits (Carica papaya L.) which were produced in different regions of Brazil. In one trial, comparisons were made considering morphological and cultural characteristics exhibited by the fungi grown in different media: Potato dextrose agar (PDA), Papaya extract agar (PEA) and Czapek. In general, mycelial growth of all fungi was higher in PDA and PEA and no correlation was seen between growth rates and other morphocultural characteristics such as color, colony type and others for all isolates compared. The analysis of AFLP markers revealed that there is a huge genetic variation between isolates as demonstrated by the production of 339 bands in eletrophoretic gel. With basis on genetic diversity it was possible to characterize four groups of C. gloeosporioides, F.solani and P. caricae-papayae. No correlation was seen between morphocultural characteristics and AFLP analysis.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542003000500012
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback