Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5814
Título: Desempenho de frangos de corte alimentados com ração contendo farelo de arroz e enzimas
Título(s) alternativo(s): Performance of broiler chickens fed with diet containing rice bran and enzymes
Autor: Schoulten, Neudi Artemio
Teixeira, Antônio Soares
Rodrigues, Paulo Borges
Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Conte, Ademir José
Silva, Hunaldo Oliveira
Palavras-chave: Enzima
Farelo de arroz
Fitase
Frangos de corte
Xilanase
Broiler chickens
Enzymes
Phytase
Rice bran
Xylanase
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Dez-2003
Referência: SCHOULTEN, N. A. et al. Desempenho de frangos de corte alimentados com ração contendo farelo de arroz e enzimas. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 27, n. 6, p. 1380-1387, nov./dez. 2003.
Resumo: O presente trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a viabilidade da utilização de xilanase e farelo de arroz em rações suplementadas com fitase para frangos de corte na fase de um a 21 dias de idade. No experimento foram utilizados 540 pintos machos de um dia da marca Ross, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 4 x 2 + 1 (xilanase x farelo de arroz + testemunha), com quatro repetições de 15 aves por parcela. A ração testemunha à base de milho e de farelo de soja sem suplementação com enzimas foi formulada para atender às exigências nutricionais das aves. As rações com inclusão de farelo de arroz, também à base de milho e farelo de soja, foram suplementadas com 900 unidades de fitase/kg. Todas a rações foram balanceadas segundo Rostagno et al. (2000), exceto para o fósforo disponível e cálcio nas rações contendo farelo de arroz, cujos níveis foram reduzidos (0,22% e 0,75%). O farelo de arroz foi incluído em 10% ou 20% na ração suplementada com quatro níveis de xilanase (0, 200, 400 ou 600 unidades/kg). A utilização da xilanase não afetou o consumo de ração. As aves que receberam ração com 20% de farelo de arroz apresentaram consumo 2,6% menor e conversão alimentar 2,2% melhor do que as aves que receberam ração com 10% de farelo de arroz na fase de 1 a 21 dias. Em comparação com a testemunha, o consumo para a ração com 20% de farelo de arroz foi menor com menos de 600 unidades/kg de xilanase, e o ganho de peso foi menor sem xilanase e com 20% de farelo de arroz com até 200 unidades/kg de xilanase na fase de 1 a 21 dias. O melhor ganho de peso foi estimado para 391 unidades/kg de xilanase para a ração para 10% de farelo de arroz na fase de 1 a 21 dias; para a ração com 20% de farelo de arroz, o nível ótimo de xilanase está acima dos níveis utilizados neste experimento. Os melhores resultados de conversão alimentar foram estimados para 350 e 425 unidades/kg de xilanase de 1 a 21 dias, respectivamente, para 10 e 20% de farelo de arroz. Dessa forma, pode-se concluir que a elevação do nível de farelo de arroz na ração eleva a quantidade de xilanase necessária para reduzir os efeitos antinutritivos. Sem xilanase, a utilização de farelo de arroz na ração não deve ultrapassar 12%. Com 400 unidades de xilanase por kg de ração, a utilização de até 20% de farelo de arroz propicia desempenho semelhante ao da ração-testemunha, sem farelo de arroz e sem xilanase. A maximização de desempenho das aves com ração contendo acima de 20% de farelo de arroz necessita de suplementação de xilanase acima de 600 unidades/kg.
Abstract: The present work was conducted to evaluate the use of xylanase and rice bran in rations supplemented with phytase for broiler chickens. In the experiment were utilized 540 one day old male Ross chicks, allocated into a completely randomized design in a 4 x 2 +1 factorial arrangement (xylanase x rice bran + control) with four replicates of 15 birds per pen. The control ration was based on corn and soybean meal without enzyme supplementation were formulated to reach the chickens nutrient requirements. The rations with the addition of rice bran also were based on corn and soybean meal were supplemented with 900 units of phytase/kg. All the rations were formulated according to Rostagno et al. (2000), except for available phosphorus and calcium in the rations containing rice bran, in which the levels were reduced (0.22% and 0.75%). Rice bran was added in 10% or 20% in the ration supplemented with four levels of xylanase (0, 200, 400 or 600 units/kg). The use of xylanase did not affect feed intake as well as any treatments tested. The chickens fed ration with 20% of rice bran shown feed intake 2.6% lower and feed conversion 2.2% better than the chickens fed ration with 10% of rice bran from 1 to 21 days. As compared with the control ration, feed intake for ration with 20% of rice bran shown lower for ration supplemented with less than 600 units/kg of xylanase and weight gain was lower without xylanase and with 20% of rice bran up to 200 units/kg of xylanase from 1 to 21 days. The best weight gain was estimated for 391 units /kg of xylanase for the ration supplemented with 10% of rice bran from 1 to 21 days and for the ration with 20% of rice bran, the optimum level of xylanase should be higher than the levels utilized in this experiment for both phases. The best results of feed conversion were estimated as 350 and 425 units/kg of xylanase from 1 to 21 days, respectively, by using rations with addition of 10 and 20% of rice bran. Accord to the data the increase of the level of rice bran in the ration also the xylanase should be supplemented in order to reduce the detrimental effects on chickens performance. Rations without xylanase, the addition of rice bran should not exceed 12%. Therefore supplementation of 400 units of xylanase per kg of ration, allow to add up to 20% of rice bran in the ration. The maximization of chickens performance fed ration with higher than 20% of rice bran should be supplementation of xylanase higher than 600 units/kg of ration.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542003000600024
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.