Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/58307
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorMartins, Rúbia Marcia Siqueira-
dc.date.accessioned2023-08-29T19:51:47Z-
dc.date.available2023-08-29T19:51:47Z-
dc.date.issued2023-08-29-
dc.date.submitted2023-05-18-
dc.identifier.citationMARTINS, R. M. S. Estudo das variáveis físico-químicas e dos microrganismos da codigestão do efluente de laticínio com esterco bovino para a produção de biogás. 2023. 65 p. Tese (Doutorado em Microbiologia Agrícola)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2023.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/58307-
dc.descriptionArquivo retido, a pedido da autora, até agosto de 2024.-
dc.description.abstractDuring the production stages of the dairy industry, liquid waste is generated with a high organic load considered potentially polluting. Therefore, anaerobic digestion can be an alternative to treat this effluent. However, given the high biodegradability of this substrate, this biotechnology may have some disadvantages. It accumulates organic acids, resulting in the inhibition of methanogenic archaea, and leading to digester failure and lower biogas production. A solution for non-acidification is using cattle manure in co-digestion with dairy effluent. This work aimed to study the physical-chemical variables and the methanogenic microbiota of the co-digestion of dairy effluent with cattle manure for biogas production. For this, anaerobic co-digestion tests were carried out on the two substrates in benchtop anaerobic reactors, in a batch process, with the reuse of sludge from the previous feeding. The synergistic effect of dairy effluent with cattle manure, the potential of adaptation of sludge to effluent, the characterization of predominant microorganisms, and the quantification of consumed carbohydrates and produced organic acids were evaluated. The dairy effluent mixture and cattle manure did not show adequate alkalinity for the methanogenic consortium development. However, the system showed an inherent capacity to acquire alkalinity over time, presenting a greater balance in the process. Despite obtaining total alkalinity and pH values for the stability of anaerobic co-digestion, there was a low -production of biogas, indicating the need for a longer period of adaptation of microorganisms from cattle manure to dairy effluent for better methanogenic activity.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Lavraspt_BR
dc.rightsrestrictAccesspt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/*
dc.subjectBiogáspt_BR
dc.subjectEfluentes de laticíniopt_BR
dc.subjectEsterco bovinopt_BR
dc.subjectMicrorganismos metanogênicospt_BR
dc.subjectBiogaspt_BR
dc.subjectDairy effluentspt_BR
dc.subjectCattle manurept_BR
dc.subjectMethanogenic microorganismspt_BR
dc.subjectDairy wastewaterpt_BR
dc.titleEstudo das variáveis físico-químicas e dos microrganismos da codigestão do efluente de laticínio com esterco bovino para a produção de biogáspt_BR
dc.title.alternativeStudy the physical-chemical variables and microorganisms of the co-digestion of dairy effluent with cattle manure for biogas productionpt_BR
dc.typetesept_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Microbiologia Agrícolapt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.contributor.advisor1Silva, Cristina Ferreira-
dc.contributor.advisor-co1Otênio, Marcelo Henrique-
dc.contributor.referee1Martins, Luciana Silva Ribeiro-
dc.contributor.referee2Ávila, Carla Luiza da Silva-
dc.contributor.referee3Passamani, Fabiana Reinis Franca-
dc.contributor.referee4Brabes, Kelly Cristina da Silva-
dc.description.resumoDurante as etapas de produção da indústria de laticínios são gerados resíduos líquidos, que possuem elevada carga orgânica com alto potencial poluidor. Diante disso, a digestão anaeróbia pode ser utilizada para o tratamento deste efluente. Porém, dada a alta biodegradabilidade deste substrato, esta biotecnologia pode apresentar algumas desvantagens, devido ao acúmulo de ácidos orgânicos, o que resulta na inibição das arqueias metanogênicas, levando à falha nos digestores e menor produção de biogás. A alternativa para não acidificação é a utilização do esterco bovino em codigestão com efluente de laticínio. Este trabalho teve como objetivo estudar as variáveis físico-químicas e a microbiota metanogênica da codigestão do efluente de laticínio com esterco bovino para a produção de biogás. Para isso, foram realizados ensaios de codigestão anaeróbia dos dois substratos em reatores anaeróbios de bancada, em processo de batelada, com a reutilização do lodo das alimentações anteriores, e foram avaliados o efeito sinérgico do efluente de laticínio com o esterco bovino, o potencial de adaptação do lodo ao efluente, a caracterização dos microrganismos predominantes e quantificação dos carboidratos consumidos e ácidos orgânicos produzidos. A mistura do efluente de laticínio e esterco bovino não apresentou alcalinidade adequada para o desenvolvimento do consórcio metanogênico, porém o sistema demonstrou capacidade inerente em adquirir alcalinidade ao longo do tempo, apresentando maior equilíbrio do processo. Apesar da obtenção dos valores de alcalinidade total e pH para a estabilidade da codigestão anaeróbia, houve baixa produção de biogás, indicando a necessidade de maior tempo de adaptação dos microrganismos do esterco bovino ao efluente de laticínio para uma melhor atividade metanogênica.pt_BR
dc.publisher.departmentDepartamento de Biologiapt_BR
dc.subject.cnpqEstudos e Caracterização de Efluentes Industriaispt_BR
dc.creator.Latteshttps://lattes.cnpq.br/0356115183885316pt_BR
Appears in Collections:Microbiologia Agrícola - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons