Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5831

Título: Respostas produtivas do alho a diferentes densidades de plantas e peso de bulbilhos-semente
Título Alternativo: Yield response on garlic to differents plants densities and weight of seed clove
Autor(es): Reghin, Marie Yamamoto
Otto, Rosana Fernandes
Zagonel, Jeferson
Dalla Pria, Maristella
Vinne, Jhony Van Der
Assunto: Alho – Produtividade
Alho – Semente – Bulbo
Garlic – Productivity
Garlic – Seeds – Clove
Allium sativum
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: Jan-2004
Referência: REGHIN, M. Y. et al. Respostas produtivas do alho a diferentes densidades de plantas e peso de bulbilhos-semente. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 28, n. 1, p. 87-94, jan./fev. 2004.
Resumo: Este experimento foi conduzido em Ponta Grossa (PR), localizada à altitude de 880 m. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados com quatro repetições; os tratamentos foram distribuídos em fatorial 2 x 4, sendo 2 pesos de bulbilhos-sementes (P1 = 3,0 - 3,5 g e P2 = 2,0 - 2,9 g) e 4 densidades de plantas m-2 (33,3, 50,0, 66,6 e 100). Para obter essas densidades, trabalhou-se com o arranjo de plantas em fileiras simples e fileiras duplas. Nas simples, usaram-se quatro fileiras dispostas no sentido longitudinal do canteiro com 1,20 m de largura, no espaçamento de 0,30 m entre fileiras e 0,10 e 0,05 m entre plantas, obtendo-se 40 e 80 plantas m-2, respectivamente. Nas fileiras duplas, usaram-se três linhas duplas espaçadas 0,30 m entre si e, dentro da fileira, 0,10 e 0,05 m, respectivamente, obtendo-se densidades de 60 e 120 plantas m-2. Os bulbos-semente da cultivar Roxo Pérola de Caçador foram vernalizados por 40 dias a 4°C antes do plantio. Após a vernalização, os bulbos foram debulhados e separados por peso. O plantio foi realizado em 14/05/2002, usando-se marcadores de madeira para os diferentes arranjos de plantas. Após a colheita, realizada em 03/10/2002, fez-se a cura e, posteriormente, a toalete. Avaliou-se a produção de bulbos por m-2 classificando-os com pseudoperfilhamento, e em diferentes classes, de acordo com diâmetro. Os dados relativos aos pesos dos bulbilhos-sementes foram submetidos à análise fatorial e os de densidades, à regressão polinomial. Observou-se que os pesos de bulbilhos-semente utilizados não promoveram respostas produtivas significativas, exceto na característica de pseudoperfilhamento, com maior ocorrência quando se usaram bulbilhos-semente P2. Essa característica, em relação à densidade, tanto em P1 como para P2, apresentou resposta linear decrescente, de acordo com o aumento da densidade de plantas. Além disso, a densidade de plantas foi um fator decisivo no rendimento da produção tanto em relação ao volume quanto ao tamanho do bulbo produzido. Tanto para P1 como para P2, com o aumento da densidade de plantas, de 33,3 para 100 plantas m-2, houve acréscimo linear no volume de produção, de 1,28 kg m-2 para 2,94 kg m-2 em P1 e de 1,21 para 2,90 kg m-2, em P2, respectivamente. No entanto, com o aumento da produção total, ocorreu decréscimo no tamanho do bulbo produzido. Quando se classificaram os bulbos nas diferentes classes, observou-se efeito significativo somente para P1. A obtenção de rendimento de bulbos de maior valor comercial em P1, como as da classe 6 (> 47 < 55 mm) em valor acima de 45% foi observada na densidade de 40 plantas m-2.
Abstract: The experiment was carried out in Ponta Grossa (PR), located in a altitude of 880 m. The experimental design was a randomized blocks with four replications. Treatments arranged in a factorial scheme 2 x 4, resulted from the combination of two seed clove weight (W1 = 3,0 – 3,5 g and W2 = 2,0 – 2,9 g) and four plants densities m-2 (33,3, 50,0, 66,6 and 100). To obtain these densities, it was arranged plants in simple and double rows. On the simple row plants arrangement had four rows in longitudinal direction of the bed having 1,20 m width spaced 0,30 between rows and 0,10 and 0,05 m between plants, obtaining 33,3 and 66,6 plants m-2, respectively. On double one it was used three double rows spaced among them with 0,30 m and within row, 0,10 and 0,05 m, respectively to obtain densities of 50 and 100 plants m-2. Seed bulbs of cultivar Roxo Pérola de Caçador were vernalized at 4°C/40 days before planting. After vernalization treatment the bulbs were thrashed and the bulbils separated by weight. The planting was at 14/05/2002, using plants arrangement in simple and double rows. Seed clove weight did not promote difference on yield response, except to characteristic of bulb secondary growth, being superior the occurrence on W2 compared to W1. In relation to plant densities, both on W1 and W2, it was observed linear response and it decreased in according of the increase on plant density. Besides, plant densities were effective on yield even in relation to total bulbs per area and also considering bulb size. Both W1 and W2, increasing plant densities, from 33,3 to 100 plantas/m2, it was observed linear response, from 1,28 to 2,94 kg m-2 to W1 and 1,21 to 2,90 kg m-2 to W2, respectively. The increasing of plants densities promoted higher yield however it was also observed decreasing on bulb size. When bulbs were classified into differents classes it was observed difference only when W1 was used. In order to obtain bulbs of higher value commercial in W1, as class 6 (> 47 < 55 mm) higher than 45% , this result was observed from density of 40 plants m-2.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542004000100011
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback