Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DZO - Departamento de Zootecnia >
DZO - Programa de Pós-graduação >
DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/587

Title: Metodologias para quantificar fitato e uso de fitases em rações para frangos de corte
???metadata.dc.creator???: Naves, Luciana de Paula
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Rodrigues, Paulo Borges
???metadata.dc.contributor.referee1???: Corrêa, Angelita Duarte
Bertechini, Antônio Gilberto
Fassani, Édison José
Albino, Luiz Fernando Teixeira
???metadata.dc.description.concentration???: Produção e Nutrição de Não Ruminantes
Keywords: Ácido fítico
Enzima
Fósforo
Metabolismo
Nutrição avícola
Phytic acid
Enzyme
Phosphorus
Metabolism
Poultry nutrition
???metadata.dc.date.submitted???: 2012
Issue Date: 2013
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq
Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais, FAPEMIG
Citation: NAVES, L. de P. Metodologias para quantificar fitato e uso de fitases em rações para frangos de corte. 2012. 151 p. Tese (Doutorado em Produção e Nutrição de Não Ruminantes)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
???metadata.dc.description.resumo???: Este trabalho está dividido em duas partes, sendo a primeira referente à introdução e o referencial teórico que contempla tópicos sobre os assuntos discutidos na segunda parte, que por sua vez, está subdividida em quatro artigos científicos. No artigo 1, um experimento foi realizado com frangos de corte, no período de 15 a 28 dias de idade, para comparar duas metodologias analíticas empregadas para quantificar fósforo fítico (Pfit) nas rações e nas excretas das aves e para determinar a eficiência catalítica da fitase suplementada na ração utilizando os resultados da metodologia que se mostrou mais apropriada. Concluiu-se que a proporção de extração de 1:20 (massa de amostra em g:volume de solvente extrator em mL) e a metodologia colorimétrica foi a que proporcionou os melhores resultados e que a suplementação de 1.950 unidades de atividade da fitase (FTU)/kg de ração permite reduzir o P inorgânico na formulação em quantidade equivalente a 87,85% do teor de Pfit presente na ração, correspondendo à redução de 2,86 g de P/kg de ração formulada. No artigo 2, um experimento foi conduzido para determinar o nível de fitase que deve ser suplementado na ração de frangos de corte machos e fêmeas, no período de 15 a 28 dias de idade, quando esta for formulada com apenas 0,213% de P disponível (Pdisp). Concluiu-se que, independente do sexo, ao utilizar 2.250 FTU/kg de ração é possível reduzir o teor de P da ração sem prejudicar o desempenho, teor de cinzas na tíbia e a retenção do cálcio (Ca), além de reduzir a excreção do P total em 56,75% e melhorar seu aproveitamento em 38,58%. No artigo 3, um experimento foi conduzido com frangos de 22 a 33 dias de idade, para avaliar a eficiência de seis distintas fitases microbianas suplementadas em rações formuladas com três diferentes relação Ca:Pdisp. Concluiu-se que é possível reduzir o teor de Pdisp da ração para 1,0 g/kg, ao suplementá-la com 1.500 FTU da fitase A, C, D ou E/kg, devendo-se fixar o nível de Ca em 7,5 g/kg para manter o desempenho e adequada mineralização óssea das aves, além de melhorar o aproveitamento do Ca e Pfit, otimizar a retenção do P total e diminuir a excreção de nitrogênio e P. No artigo 4, um experimento foi conduzido com frangos de corte de 35 a 42 dias de idade, para avaliar a eficiência de seis fitases microbianas suplementadas em rações formuladas com três diferentes relação Ca:Pdisp. Concluiu-se que é possível reduzir o teor de Pdisp da ração para 1,0 g/kg, ao suplementá-la com 1.500 FTU das enzimas A, B, C, D ou E/kg, devendo-se fixar o nível de Ca em 6,5 g/kg para manter o desempenho e otimizar a mineralização ósseas das aves, além de melhorar o coeficiente de retenção do Ca, Pfit, P total e nitrogênio e diminuir a excreção de P.
This study is divided in two parts: the first refers to the introduction and the theoretical framework which contemplates topics about subjects discussed in the second part, which in turn is subdivided in four scientific papers. In manuscript 1, one experiment was conducted with broilers in the period from 15 to 28 days of age, to compare two analytical methodologies utilized to quantify the phytate phosphorus (phyP) content in the diets and excreta from birds and to determine the catalytic efficiency of the phytase supplemented in the diet through the results from the methodology that proved to be the most adequate. It was concluded that the extraction ratio of 1:20 (mass of sample in g:volume of extraction solvent in mL) and the colorimetric methodology was that which promoted the best results, and that supplementation of 1,950 units of phytase activity (FTU)/kg of diet allows reducing the inorganic P in the formulation in a quantity equivalent to 87.85% of the phyP content present in the diet, corresponds to a reduction of 2.86 g of P/kg of diet formulated. In manuscript 2, one experiment was conducted to determine the level of phytase that should be supplemented in the diet for male and female broilers from 15 to 28 days of age, when formulated with only 0.213% available P (avP). The results showed that regardless of sex, when utilizing 2,250 FTU/kg of diet, it is possible to reduce the P content of the diet without impairing performance, ash content in the tibia and retention of calcium (Ca), in addition to reducing the excretion of total P in 56.75% and improving its utilization in 38.58%. In manuscript 3, one experiment was conducted with broilers from 22 to 33 days of age to evaluate the efficiency of six different microbial phytases supplemented in diets formulated with three different Ca:avP ratios, and the conclusion was that it is possible to reduce the content of avP in the diet to 1.0 g/kg by supplementing it with 1,500 FTU of the phytases A, C, D or E/kg, fixing the Ca level at 7.5 g/kg to maintain the performance and appropriate bone mineralization of the birds, in addition to improving the retention coefficient of Ca and phyP, optimize the total P utilization and decrease the excretion of nitrogen and P. In manuscript 4, one experiment was carried out with broilers from 35 to 42 days of age to evaluate the efficiency of six different microbial phytases supplemented in diets formulated with three different Ca:avP ratios, and it was concluded that it is possible to reduce the content of avP of the diet to 1.0 by supplementing it with 1,500 FTU of the enzymes A, B, C, D or E/kg, fixing the level of Ca at 6.5 g/kg to maintain the performance and optimize the bone mineralization of the birds, in addition to improving the retention coefficient of Ca, phyP, total P and nitrogen, and reducing the excretion of P.
Description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, área de concentração em Produção e Nutrição de Não Ruminantes, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/587
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DZO - Zootecnia - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE Metodologias para quantificar fitato e uso de fitases em rações para frangos de corte.pdf695.98 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback