Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/5947

Título: Desenvolvimento de Dysmicoccus brevipes (Cockerell) (Hemiptera:Pseudococcidae) em duas cultivares de abacaxi
Título Alternativo: Development of the pineapple mealybug Dysmicoccus brevipes (Cockerell) (Hemiptera: Pseudococcidae) on two pineapple cultivars
Autor(es): Santa-Cecília, Lenira Viana Costa
Bueno, Vanda Helena Paes
Prado, Ernesto
Assunto: Insecta
Cochonilha-do-abacaxi
Ananas comosus (L.) Merril
Entomologia agrícola
Insect
Pineapple mealybug
Agricultural entomology
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Out-2004
Referência: SANTA-CECILIA, L. V. C.; BUENO, V. H. P.; PRADO, E. Desenvolvimento de Dysmicoccus brevipes (Cockerell) (Hemiptera:Pseudococcidae) em duas cultivares de abacaxi. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 8, n. 5, p. 1015-1020, set./out. 2004.
Resumo: A cochonilha Dysmicoccus brevipes (Cockerell) (Hemiptera: Pseudococcidae) é uma das principais pragas em cultivos de abacaxi e os estudos biológicos desse inseto em diferentes cultivares são uma necessidade. Objetivou-se com este trabalho avaliar o desenvolvimento dessa cochonilha em duas cultivares de abacaxi, Pérola e Cayenne. O experimento foi conduzido em câmara climatizada a 25 ± 1ºC, 70 ± 10% UR e fotofase de 12 horas. As plantas de abacaxi foram reproduzidas in vitro, transplantadas para vasos (250 mL) e aclimatadas em casa-de-vegetação. Ninfas com até um dia de vida foram confinadas em gaiolas de PVC (1 cm de diâmetro), e fixadas em folhas de ambas as cultivares. Não foram detectadas diferenças no desenvolvimento de D. brevipes nos dois substratos alimentares utilizados. O desenvolvimento ninfal de fêmeas e machos de D. brevipes foi 39,9 e 32,0 dias na cv. Pérola e 38,5 e 32,4 dias na cv. Cayenne, respectivamente. A sobrevivência da fase ninfal foi 32,3 e 40,5%; a razão sexual, 0,39 e 0,33; e a longevidade de fêmeas, 20,3 e 26,1 dias nas cvs. Pérola e Cayenne, respectivamente.
Abstract: The pineapple mealybug Dysmicoccus brevipes (Cockerell) (Hemiptera: Pseudococcidae) is the main pest on pineapple crops and biological studies of this insect are necessary on different cultivars. The objective of this work was to evaluate the development time of this mealybug on the pineapple cultivars Pérola and Cayenne. The experiment was performed in climated chambers at 25 ± 1ºC, 70 ± 10% RH and 12 h photophase. Pinneapple plants were reproduced in vitro, transplanted to pots (250 mL) and kept in greenhouse. One-day-old nymphs were kept inside a clipcage (1 cm diameter) fixed on the plants. No differences in development of D. brevipes among the cultivars were found. Development times of females and males, respectively, were 39.9 and 32 days on cv. Pérola and 38.5 and 32.4 days on cv. Cayenne. Nymphs survivals were 32.3 and 40.5%, sexual rates were 0.39 and 0.33, and females longevities were 20.3 and 26.1 days on cv. Pérola and Cayenne, respectively.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542004000500007
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback