Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6009

Title: Influência das épocas de cultivo e do estabelecimento do consórcio na produção de tomate e alface consorciados
Other Titles: Influence of planting and intercropping establishment time on production of the cultures intercropping of tomato and lettuce
???metadata.dc.creator???: Rezende, Bráulio Luciano Alves
Canato, Gustavo Henrique Domingues
Cecílio Filho, Arthur Bernardes
Keywords: Lycopersicon esculentum
Lactuca sativa
Sistema de cultivo
Cultivo consorciado
Cultivation system
Intercropping cultivation
Publisher: Editora da Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.date???: 1-Feb-2005
Citation: REZENDE, B. L. A.; CANATO, G. H. D.; CECILIO FILHO, A. B. Influência das épocas de cultivo e do estabelecimento do consórcio na produção de tomate e alface consorciados. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 29, n. 1, p. 77-83, jan./fev. 2005.
???metadata.dc.description.resumo???: Conduziu-se este trabalho na UNESP, Jaboticabal-SP, em duas épocas de cultivo, julho a novembro de 2001 e fevereiro a agosto de 2002, com o objetivo de avaliar a produtividade das culturas de tomate e de alface em cultivo consorciado, em função da época de estabelecimento do consórcio. Em cada época, foram avaliados nove tratamentos, sendo os consórcios e os monocultivos de alface estabelecidos aos zero, 14, 28 e 42 dias após o transplantio do tomateiro. As cultivares de tomate e alface foram, respectivamente, Débora Max e Vera. A produtividade comercial do tomateiro, bem como a classificação de frutos de tomate não foram influenciadas pela presença da alface. Entretanto, a produtividade da alface foi menor no cultivo consorciado do que em monocultivo e quanto mais tardio o transplantio da alface em relação ao tomateiro, maior foi a redução no acúmulo de massa seca de plantas de alface. Os consórcios estabelecidos com o transplantio da alface até 14 dias após o transplantio do tomateiro obtiveram os melhores resultados segundo o índice de Uso Eficiente da Terra.
Abstract: This work was carried out at UNESP, Jaboticabal-SP, in two times of cultivation, July to November of 2001 and February to August of 2002, with objective to evaluate the productivity of tomato and lettuce crops in intercropping, in function of the time of establishment of intercropping (time of lettuce s transplanting). Nine treatments were evaluated, with the intercropping and monoculture of lettuce at zero, 14, 28 and 42 days after the transplant of tomato. The cultivars of tomato and lettuce were, respectively, Debora Max and Vera. The commercial productivity of tomato, as well as the classification of tomato fruits were influenced by the presence of the lettuce. However, the productivity of the lettuce was smaller in the intercropping cultivation and so much than later was the transplant of the lettucein relation to tomato crop. The intercropping established with the transplant of the lettuce over to 14 days affter transplant of tomato showed the best results according to index of Efficient Use of the Land.
Other Identifiers: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542005000100009
???metadata.dc.language???: pt
Appears in Collections:Ciência e Agrotecnologia

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback