Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/601

Title: Duas áreas em processo de restauração ecológica no entorno de uma hidrelétrica: o que mudou em vinte anos?
???metadata.dc.creator???: Oliveira, Gracielle Nogueira
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Davide, Antônio Cláudio
???metadata.dc.contributor.referee1???: Fontes, Marco Aurélio Leite
Borém, Rosângela Alves Tristão
???metadata.dc.description.concentration???: Silvicultura
Keywords: Matas ripárias
Riparian forests
Florestas
Forests and forestry
???metadata.dc.date.submitted???: 1-Jun-2012
Issue Date: 2012
???metadata.dc.description.sponsorship???: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq
Citation: OLIVEIRA, G. N. Duas áreas em processo de restauração ecológica no entorno de uma hidrelétrica: o que mudou em vinte anos?. 2012. 111 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
???metadata.dc.description.resumo???: A implantação de matas ciliares em torno de reservatórios artificiais de água é um processo difícil uma vez que esses ambientes foram sensivelmente alterados ou, em muitos casos, não eram locais originalmente ripários. Nesse aspecto, o esforço pela recuperação da resiliência e de funções ambientais, tais como estabilização e proteção do solo antecede a preocupação com a biodiversidade. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi demonstrar que a recomposição ou construção florestal em situações de grande estresse para as plantas deve ser baseada na adaptabilidade de algumas espécies e não na biodiversidade. Para isso, foram avaliadas as duas áreas situadas às margens do reservatório da Usina Hidrelétrica de Camargos, no município de Itutinga-MG, reflorestadas a cerca de 20 anos, ou seja, o presente trabalho avaliou os efeitos, em longo prazo, da metodologia adotada. Uma área situa-se na zona de deplecionamento da água. Nela foram instalados dois experimentos sendo um em 1991 e o outro em 1992, em que se avaliaram o desenvolvimento de nove espécies de matas ciliares. O outro local estudado foi uma antiga área de empréstimo, que se apresentava muito degradada, na qual, em 1989, realizaram-se preparo do solo e plantio com espécies nativas e exóticas, visando a sua recuperação. Este trabalho encontra-se dividido em dois capítulos, sendo que no primeiro encontram-se os estudos relativos à área de depleção e o segundo à área de empréstimo. Das espécies testadas, apenas Inga vera e Sebastiania schottiania foram capazes de se desenvolverem e reproduzirem na área de depleção. Em relação à área de empréstimo, as medidas de restauração realizadas na área subsidiaram o restabelecimento da regeneração natural de espécies típicas de matas ciliares da região, sendo encontradas 58 espécies, pertencentes a 26 famílias. Observa-se que trabalhos como este são de grande importância para os estudos de restauração ecológica, pois demonstra que resultados imediatos e/ou de curto prazo, não necessariamente refletirão o mesmo em longo prazo. Além disso, confirma que a busca pela biodiversidade em ambientes extremamente estressantes não é plausível.
The establishment of riparian forest around artificial water reservoirs is a hard process since these environments have been significantly altered or, in many cases, they were not originally riparian locals. In this way, the effort for recuperating the resilience and the environmental function, such as stabilization and soil protection is more important than biodiversity. Thus, this study aimed to demonstrate that forest restoration or construction in situations of high stress for plants should be based on adaptability of some species and not on biodiversity For that, they were evaluated the two areas located on the banks of the reservoir Camargos Hydroelectric Power Station in the city of Itutinga-MG, reforested about 20 years ago, that is, the present study evaluated the effects in long term, of the adopted methodology. One area is located in the water depletion zone. In it two experiments were set, one in 1991 and another in 1992, which assessed the development of nine species of riparian forests. The other studied local was an old loan area, which was much degraded, where there were tillage and planting with native and exotic species in 1989, aimed at its recovery. This work is divided into two chapters, in which the first regard the studies on the depletion area and the second on loan area. From the species tested, only Inga vera and Sebastiania schottiania were able to develop and reproduce in the depletion area. In regards to the loan area, the restoration measures undertaken in the area supported the restoration of natural regeneration of species typical of riparian forests in the region, being found 58 species belonging to 26 families. It is observed that studies like this are of great importance for ecological restoration, because it demonstrates that immediate results and/or of short-term, do not necessarily reflect the same in long-term. Besides, it confirms that the search for biodiversity in environments extremely stressful is not plausible.
Description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, área de concentração em Silvicultura, para a obtenção de título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/601
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Duas áreas em processo de restauração ecológica no entorno de uma hidrelétrica o que mudou em vinte anos.pdf1.4 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback