Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEG - Departamento de Engenharia >
DEG - Programa de Pós-graduação >
DEG - Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/605

Título: Irrigação da roseira cultivada em sistema de produção integrada: viabilidade técnica e econômica
Autor(es): Oliveira, Eduardo Carvalho
Orientador: Carvalho, Jacinto de Assunção
Coorientador(es): Almeida, Elka Fabiana Aparecida
Membro da banca: Reis, Ricardo Pereira
Rezende, Fátima Conceição
Coelho, Gilberto
Área de concentração: Engenharia e Manejo de Irrigação
Assunto: Manejo da irrigação
Floricultura
Rosa de corte
Rosa de corte - Custos de produção
Irrigation management
Floriculture
Rose cutting - Production costs
Production costs
Data de Defesa: 24-Ago-2012
Data de publicação: 2012
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - FAPEMIG
Referência: OLIVEIRA, E. C. Irrigação da roseira cultivada em sistema de produção integrada: viabilidade técnica e econômica. 2012. 186 p. Tese (Doutorado em Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: A floricultura de corte tem nas rosas a sua principal exploração no Brasil. É uma atividade interessante por representar um faturamento bastante superior em comparação às culturas tradicionais. A falta de informações dos roseicultores sobre a aplicação de água e sua quantidade ao longo do ciclo fenológico da cultura, bem como a aplicação deficitária ou excessiva de nutrientes às plantas, pode propiciar condições desfavoráveis ao desenvolvimento da roseira. Tais condições podem acarretar em queda na produtividade e qualidade do produto, sendo desejável a utilização de boas práticas agrícolas associadas à produção integrada, as quais se justificam com a redução de insumos como água, energia de bombeamento e fertilizantes. Assim, este trabalho objetivou estabelecer critérios para o manejo da irrigação e da adubação nitrogenada de forma economicamente adequada para a cultura da roseira. Foram realizados três experimentos (I, II e III) com a roseira de corte (cv. Carola) em casa de vegetação localizada na Fazenda Experimental Risoleta Neves (FERN), Unidade Regional Sul de Minas da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), em São João Del Rei/MG. No Experimento I, utilizou-se um delineamento em blocos casualizados, envolvendo seis tensões de água no solo (15, 30, 45, 60, 90 e 120 kPa) para monitoramento das irrigações, com cinco repetições. A produtividade da roseira decresceu com o aumento das tensões de água no solo; o preço médio da dúzia de rosas mostrou-se rentável, cobrindo os custos totais médios de produção. O Experimento II consistiu de um delineamento em blocos casualizados com parcelas subdivididas, sendo as parcelas definidas por quatro níveis percentuais de lâminas de reposição de água no solo (40, 70, 100 e 130%) e as subparcelas por quatro níveis percentuais de doses de nitrogênio (40, 70, 100 e 130%), com quatro repetições, com quatro repetições. A produtividade da roseira apresentou redução pelo déficit e excesso hídrico; as lâminas que proporcionaram as máximas eficiências técnica e econômica foram praticamente idênticas. Em relação ao Experimento III, obteve-se a evapotranspiração de referência (ETo), a evapotranspiração potencial (ETp) da cultura e, com isso, o coeficiente de cultura (Kc). A ETp e a ETo tiveram sua amplitude alterada principalmente devido a umidade relativa e radiação solar; o Kc apontou valores médios de 0,75 na fase vegetativa e 1,18 durante a fase produtiva. De forma geral, o cultivo de rosas utilizando-se técnicas de produção integrada é indicado.
Floriculture has cut roses as its main exploration in Brazil. It is an interesting activity for representing much higher proceeds compared to traditional crops. The lack of information by part of the rose producers on the quantity of water applied along the phenological culture cycle, as well as deficient or excessive nutrient application to the plants, may provide unfavorable conditions to rosebush development. Such conditions may result in the decrease of productivity and product quality, with good agricultural practices associated with integrated production being desirable, which is justified by the reduction of inputs such as water, fertilizer and pumping energy. This study aimed to establish criteria for irrigation and nitrogen fertilization management in a form which is economically appropriate for rosebush culture. Three experiments (I, II and III) were performed with rose-cut (cv. Carola) in a greenhouse located at the Fazenda Experimental Risoleta Neves (FERN), Sul de Minas regional unit of the Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), in São João Del Rei, Minas Gerais. In Experiment I, a randomized block design involving six soil water tensions (15, 30, 45, 60, 90 and 120 kPa) for irrigation monitoring, with five replicates was used. Rosebush productivity decreased with higher soil water tension. The average price of a dozen roses proved profitable, covering the average total costs of production. Experiment II consisted of a randomized block design with split-plots, with plots defined by four percentage levels of spare soil water depths (40, 70, 100 and 130%), and split-plots by four percentage levels of nitrogen doses (40, 70, 100 and 130%), with four replicates. Rosebush productivity presented reduction due to water deficit and surplus; the water depth that provided the maximum economic and technical efficiencies were nearly identical. In Experiment III, the reference evapotranspiration (ETo), potential evapotranspiration (ETp) of the culture and, therefore, crop coefficient (Kc), were obtained. ETp and ETo had their amplitude altered mainly due to relative humidity and solar radiation; Kc appointed average values of 0.75 during the vegetative phase and 1.18 during the productive phase. In general, rose cultivation using integrated production techniques is indicated.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas, área de concentração em Engenharia e Manejo de Irrigação, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/605
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEG - Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_ Irrigação da roseira cultivada em sistema de produção integrada viabilidade técnica e econômica.pdf1,46 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback