Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6057
Título: Valores energéticos de sojas integrais e de farelos de soja, determinados com galos adultos e por equações de predição
Título(s) alternativo(s): Energetics values of processed whole soybean and soybean meals determined with adult roosters and by prediction equations
Autor: Ost, Paulo Roberto
Rodrigues, Paulo Borges
Fialho, Elias Tadeu
Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Bertechini, Antonio Gilberto
Palavras-chave: Predição da energia
Composição química
Soja integral
Farelos de soja
Prediction of the energy
Chemical composition
Soy and soybean meal
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Data: 1-Abr-2005
Referência: OST, P. R. et al. Valores energéticos de sojas integrais e de farelos de soja, determinados com galos adultos e por equações de predição. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 29, n. 2, p. 467-475, mar./abr. 2005.
Resumo: Foi conduzido um ensaio de metabolismo com objetivo de determinar a composição bromatológica dos alimentos e os valores de energia metabolizável aparente (EMA), aparente corrigida (EMAn), verdadeira (EMV) e verdadeira corrigida (EMVn) da soja integral tostada, soja integral micronizada e cinco marcas de farelos de soja, utilizando-se o método de alimentação forçada com galos adultos e, posteriormente, a partir dos resultados experimentais obtidos, validar equações para predizer a EMVn em função da composição química dos alimentos. Utilizou-se 24 galos Leghorn adultos, com peso médio de 2348 ± 165 g. Cada galo foi considerado como uma unidade experimental e cada alimento foi fornecido a 6 galos (6 repetições), sendo duas repetições no tempo. Simultaneamente foram mantidos 6 galos em jejum para determinação das perdas endógenas e metabólicas. Antes do período experimental, cada galo foi mantido sem alimento por 24 horas para esvaziamento do trato digestório e então forçado a ingerir 30 gramas do alimento-teste. A partir daí, foram realizadas quatro coletas de excretas, de 12 em 12 horas, para evitar fermentação. Ao final deste período, as excretas foram homogeneizadas para análise de matéria seca, nitrogênio e energia bruta e, então, calculados os valores de energia. Os valores de EMVn, calculados foram então contrastados com valores de EMVn estimados a partir de equações de predição apresentadas na literatura nacional para grupos de alimentos semelhantes aos do presente trabalho. Os valores de EMVn dos farelos de soja variaram de 2531 a 2730 kcal/kg de MS e os da soja integral tostada e micronizada foram 3732 e 4027 kcal/kg de MS, respectivamente. Para as sojas integrais e os farelos de soja a equação que melhor estimou os valores de energia foi EMVn = 2690,62 - 40,87FDA + 19,96FDN + 63,09EE. De maneira geral, conclui-se que as equações testadas no presente trabalho não fizeram boas estimativas dos valores de EMVn, portanto, não são seguras para utilização na prática.
Abstract: A metabolism trial was conducted with the objective to determine the values of apparent metabolizable (EMA), corrected apparent (EMAn), true (EMV) and corrected true energy (EMVn) of toasted whole soybean, micronized whole soybean and five brands of soybean meal through the forced feeding method with adult roosters and afterwards, from the experimental results obtained, it was also validate equations to predict EMVn as related with chemical composition of the feeds. The forced feeding method was utilized, by using 24 adult Leghorn roosters with means 2.35 ± 165 g. The rooster was considered as an experimental unit and each feed was given to 6 roosters (6 replicates), two replicates in each time. Simultaneously, 6 roosters were kept in fasting for determination of the endogenous and metabolic losses. Before the experimental period, each rooster was maintained without any feed for 24 hours for emptying of the digestive tract and then forced to ingest 30 grams of the test feed. For that reason, four collections of excreta were done every 12 hours, to avoid fermentation. At the end of this period, the feeds and also the excreta were homogenized for analysis of dry matter, nitrogen and gross energy and then calculated the values of energy. The values of EMVn calculated were then contrasted with values of EMVn estimated from the prediction equations presented in the national literature for groups of feeds similar to those of the present work. The values of EMVn of the soybean meals ranged from 2531 to 2730 Kcal/kg of DM and those of toasted and micronized whole soybean were 3732 and 4027 Kcal/kg of DM, respectively. For the whole soybeans and soybean meals, the equation which best estimated the values of energy were TMEn = 2690.62 - 40.87ADF + 19.96NDF + 63.09EE. In general, the equations tested in the present work shown not good estimates of the values of EMVn, so, they are not adequate to be utilized as a predictor of energetics values in practice.
Outras Identificações : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542005000200027
Idioma: pt
Aparece nas coleções:Ciência e Agrotecnologia

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.