Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6107

Título: Incidência de Colletotrichum spp. em frutos de Coffea arabica L. em diferentes estádios fisiológicos e tecidos do fruto maduro
Título Alternativo: Incidence of Colletotrichum spp. in Coffea arabica L. fruits at different physiological stages and tissues mature of berries
Autor(es): Ferreira, Josimar Batista
Abreu, Mário Sobral de
Pereira, Igor Souza
Assunto: Colletotrichum gloeosporioides
Cafeeiros
Café - Colonização
Café - Doenças e pragas
Coffee trees
Coffee - Colonization
Coffee - Diseases and pests
Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Publicação: 1-Ago-2005
Referência: FERREIRA, J. B.; ABREU, M. S. de; PEREIRA, I. S. Incidência de Colletotrichum spp. em frutos de Coffea arabica L. em diferentes estádios fisiológicos e tecidos do fruto maduro. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 29, n. 4, p. 880-885, jul./ago. 2005.
Resumo: Espécies de Colletotrichum estão presentes em todos os órgãos do cafeeiro. A importância desses fungos para a cultura do cafeeiro ainda é muito discutida, pois tratam-se de populações de espécies de Colletotrichum ocasionando diversos sintomas ou colonizando as plantas de forma endofítica. O estudo foi realizado com o objetivo de verificar a presença de Colletotrichum spp. em diferentes estádios de desenvolvimento do fruto de cafeeiro e nos tecidos do exocarpo+mesocarpo, endocarpo e endosperma de frutos maduros. Este trabalho foi realizado no Laboratório de Diagnose e Controle de Enfermidades de Plantas da Universidade Federal de Lavras-(UFLA). Os frutos foram coletados na área experimental do Setor de Cafeicultura da UFLA com cafeeiros das cultivares Catuaí Vermelho, Catuaí Amarelo, Icatu, Topázio, Katipó, Rubi, Acaiá Cerrado e Mundo Novo. Nos estádios de formação do fruto, verificaram-se altos valores de incidência, com média de 86,6%. Em relação às cultivares, as maiores incidências foram em Topázio e Rubi, ambas com 94,4% e as menores incidências nas cultivares Icatu e Mundo Novo, com 72,8% e 78,4%, respectivamente. A incidência de Colletotrichum spp. variou tanto entre cultivares como entre os tecidos do fruto. No exocarpo+mesocarpo, as cultivares Topázio, Rubi e Acaiá Cerrado tiveram porcentagens de colonizações de 84,72%, 79,16% e 77,77%, respectivamente, enquanto a cultivar Icatu teve 48,6%. No endocarpo, a máxima colonização foi de 9,72% na cultivar Rubi e a menor colonização na cultivar Acaiá Cerrado, com 1,39%. No endosperma, a cultivar Rubi teve novamente o maior índice de colonização (8,33%) e as cultivares Mundo Novo e Katipó ambas com 1,39% de colonização. Verificou-se a presença de Colletotrichum spp. nas sementes de todas as cultivares estudadas.
Abstract: Colletotrichum species are present in all organs of coffee trees and the importance of them is still controversial, since several populations can infect plant and cause disease or colonize plants in an endophytic form. This study was carried out with the objective to verify the presence of Colletotrichum spp. in different stages of development of coffee fruits and in the exocarp plus mesocarp, endocarp and endosperm of ripe fruits. In Fruits from the cultivars Catuaí Amarelo and Vermelho, Icatu, Topázio, Katipó, Rubi, Acaiá Cerrado and Mundo Novo came from the experimental farm the of Federal University of Lavras, Brazil. In the developing young fruits Colletotrichum spp. occurred at the average incidence of 86.6%. The highest incidence, 94.4% was observed in fruits from Topázio and Rubi cultivars, and the lowest incidences were 72.8% and 78.4%, in fruits from Icatu and Mundo Novo cultivars, respectively. Incidence of Colletotrichum spp. in the tissues of coffee berries varied according to the cultivar and the type of infected tissue. Based on exocarp plus mesocarp infection, the cultivars Topázio, Rubi, Acaiá Cerrado and Icatu were colonized with 84.72%, 79.16%, 77.77% and 48.6%, respectively. In relation to endocarp the maximum colonization was of 9.72% in cultivar Rubi and lower percentage of colonization was observed in Acaiá Cerrado with 1.39%. In relation to endosperm, the maximum colonization was observed in Rubi cultivar with 8.33% and lower percentage of colonization was observed in Mundo Novo and Katipó cultivars, both with 1.39%. Colletotrichum spp. was present in the seeds of all cultivars studied.
Outras Identificações: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542005000400022
Idioma: pt
Aparece nas coleções: Ciência e Agrotecnologia

Arquivos neste Item:

Não há arquivos associados para este Item.

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback