Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/617
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCosta Neto, Jaime-
dc.date.accessioned2013-06-05T12:33:55Z-
dc.date.available2013-06-05T12:33:55Z-
dc.date.copyright2012-
dc.date.issued2013-
dc.date.submitted2012-07-31-
dc.identifier.citationCOSTA NETO, J. Influência de métodos de inoculação de Stenocarpella maydis em híbridos e na qualidade de sementes de milho. 2012. 107 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/617-
dc.descriptionDissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitotecnia, área de concentração em Produção Vegetal, para a obtenção do título de Mestre.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPESpt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRASpt_BR
dc.subjectPodridão branca da espigapt_BR
dc.subjectDiplodia maydispt_BR
dc.subjectMilho - Grãos ardidospt_BR
dc.subjectStenocarpela maydispt_BR
dc.subjectCornpt_BR
dc.titleInfluência de métodos de inoculação de Stenocarpella maydis em híbridos e na qualidade de sementes de milhopt_BR
dc.publisher.programDAG - Departamento de Agriculturapt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countryBRASILpt_BR
dc.description.concentrationProdução Vegetalpt_BR
dc.contributor.advisor1Oliveira, João Almir-
dc.contributor.referee1Guimarães, Renato Mendes-
dc.contributor.referee1Veiga, Patrícia de Oliveira Alvim-
dc.description.resumoA resistência à doença causada por Stenocarpella maydis é herdada pela ação gênica aditiva, portanto, para verificação da incorporação de genes resistentes à podridão da espiga, nome comum da doença, se faz necessária a utilização de uma metodologia eficaz de inoculação artificial do fungo. Desta forma, os objetivos neste trabalho foram: avaliar o comportamento de híbridos quando inoculados com Stenocarpella maydis, comparar métodos de inoculação de S. maydis e avaliar as qualidades física, fisiológica e sanitária das sementes provenientes de plantas inoculadas com o fungo. Para isso foram instalados campos de produção em Lavras-MG e Patos de Minas-MG, utilizando-se de sementes de quatro híbridos. As plantas foram inoculadas com S. maydis, testando-se cinco metodologias, sendo elas, inoculação por aspersão, injeção na bainha da espiga, injeção no colmo, deposição no cartucho e infecção natural. Utilizou-se do delineamento blocos casualizados em esquema fatorial 4 x 5 (4 híbridos e 5 métodos de inoculação), utilizando-se três repetições. Nos dois ensaios foram avaliadas as incidências e severidades do fungo nas espigas, produtividade e porcentagem de grãos ardidos. Para avaliar os efeitos na qualidade física, fisiológica e sanitária das sementes colhidas foram avaliados os testes de germinação, envelhecimento acelerado, emergência em bandejas, teste de frio, teste de sanidade e peso de mil sementes, antes e depois de um período de doze meses de armazenamento, apenas das sementes colhidas no ensaio de Lavras. Pelos resultados obtidos verificou-se que não houve diferença de resistência dos híbridos para as determinações de incidência e severidade de Stenocarpella maydis nas espigas. Já para porcentagem de grãos ardidos, observaram-se diferenças quanto essa resistência. Maiores valores de incidência, severidade e porcentagem de grãos ardidos e menores valores de produtividade foram obtidos com as inoculações através de injeção na bainha e aspersão. Houve redução da qualidade fisiológica e sanitária das sementes oriundas das plantas inoculadas com Stenocarpella maydis através dos métodos de aspersão e injeção na bainha, tanto antes quanto após o armazenamento.pt_BR
dc.description.resumoThe resistance to the disease caused by Stenocarpella maydis is inherited by additive gene action; therefore, for verification of the incorporation of genes resistant to ear rot, the common name of the disease, the use of an effective methodology of artificial inoculation of the fungi becomes necessary. In this way, the objectives in this work were: to evaluate the behavior of hybrids when inoculated with Stenocarpella maydis, compare inoculation methods of S. maydis and evaluate the physical, physiological and sanitary qualities of the seeds coming from plants inoculated with the fungus. For that purpose, production fields were set up in Lavras-MG and Patos de Minas-MG by making use of seeds of four hybrids. The plants were inoculated with S. maydis, testing five methodologies, namely, spray inoculation, ear sheath injection, stalk injection, whorl pouring and natural infection. The randomized block design in factorial scheme 4 x 5 (4 hybrids and 5 inoculation methods) utilizing three replications was used. In the assays, both the incidences and severities of the fungi in the ears, yield and percentages of discolored grains were evaluated. To evaluate the effects upon the physical, physiological and sanitary qualities of the seeds collected, the tests of germination, accelerated aging, emergence on tray, cold test, sanity test and weight of one thousand seeds before and after a period of twelve months’ storage, only of the seeds collected in the Lavras assay. From the results obtained, it was found that there were no differences of resistance of the hybrids for the determinations of both incidence and severity of Stenocarpella maydis on the ears. However, for percentage of discolored grains, differences as to that resistance were found. Increased values of incidence, severity and percentage of discolored grains and decreased values of yield were obtained from the inoculations through sheath injection and spray. There was a reduction of the physiological and sanitary quality of the seeds coming from the plants inoculated with Stenocarpella maydis through the sprinkling and ear sheath injection methods, both before and after storage.pt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ_NÃO_INFORMADOpt_BR
Appears in Collections:Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.