Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
Revistas UFLA >
Ciência e Agrotecnologia >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/6202

Title: Hidrolisados protéicos de arroz com baixo teor de finilalanina, obtidos pela ação da corolase PP e uso do carvão ativado
Other Titles: Rice protein hydrolysates with low phenylalanine content, prepared by the action of corolase PP and the use of activated carbon
???metadata.dc.creator???: Bizzotto, Carolina Schaper
Capobiango, Michely
Biasutti, Eliza Augusta Rolim
Silva, Viviane Dias Medeiros
Junqueira, Roberto Gonçalves
Silvestre, Marialice Pinto Coelho
Keywords: Hidrólise enzimática
Remoção de fenilalanina
Suplemento dietético
Enzymatic hydrolysis
Phenylalanine removal
Dietary supplement
Publisher: Editora da Universidade Federal de Lavras
???metadata.dc.date???: 1-Apr-2006
Citation: BIZZOTTO, C. S. et al. Hidrolisados protéicos de arroz com baixo teor de finilalanina, obtidos pela ação da corolase PP e uso do carvão ativado. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 30, n. 2, p. 308-316, mar./abr. 2006.
???metadata.dc.description.resumo???: A partir do extrato protéico obtido em meio alcalino, empregou-se a corolase PP no preparo de seis hidrolisados enzimáticos de arroz, visando o desenvolvimento de formulações dietéticas para fenilcetonúricos. O procedimento de passagem por coluna contendo carvão ativado foi utilizado na remoção de fenilalanina (Phe) dos hidrolisados. O teor de Phe nos extratos protéicos de arroz e seus hidrolisados, após tratamento com carvão, foi determinado por espectrofotometria derivada segunda. O teor final de fenilalanina nos hidrolisados variou de 0,39 a 68,34 mg 100 g-1, o que corresponde a uma remoção de 84 a 100%. A distribuição dos peptídeos nas amostras, de acordo com o tamanho da cadeia, foi estudada como um dos critérios para a avaliação da qualidade nutricional dos hidrolisados. O fracionamento dos peptídeos foi realizado por CLAE de exclusão molecular e, para a quantificação empregou-se o método rápido da área corrigida da fração. Os resultados indicaram que o maior teor de oligopeptídeos foi obtido quando se empregou a corolase PP em uma relação E:S de 1%, e uma concentração protéica inicial de 1,56 g 100 mL-1.
Abstract: Starting with alkaline protein extract, the Corolase PP was used for preparing six enzymatic rice hydrolysates, with the aim of producing dietary formulations for phenylketonuria treatment. A column containing activated pure charcoal was used for removing phenylalanine (Phe). The Phe contents of rice protein extract and hydrolysates were determined by second derivative spectrophotometry. The final Phe content of the hydrolysates varied from 0.39 to 68.34 mg 100 g-1, corresponding to removal levels from 84% to 100%. The distribution of peptides according to their size was used as an approach for the nutritional evaluation of the hydrolysates. The fractionation of peptides was performed by size-exclusion HPLC, and the rapid correct fraction area method was used for the their quantification. The results indicated that the higher oligopeptide content was obtained when corolase PP was used with an enzyme:substrate ratio of 1% and the initial protein concentration of 1,56 g 100 mL-1.
Other Identifiers: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542006000200017
???metadata.dc.language???: pt
Appears in Collections:Ciência e Agrotecnologia

Files in This Item:

There are no files associated with this item.

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback